A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

11/05/2016 16:05

Pai coruja, Munhoz passa noite em claro pela filha e diz que a menina é sua cara

Paula Maciulevicius
Antes do parto, casal Munhoz e Viviane Zeni no quarto de Íris. (Foto: Vicente Barros)Antes do parto, casal Munhoz e Viviane Zeni no quarto de Íris. (Foto: Vicente Barros)

As pernas bambearam quando a médica anunciou: "nasceu". No último domingo, o músico Munhoz deixou de ser apenas dupla de Mariano para virar pai com a chegada de Íris. Ao Lado B ele contou, por telefone, que a emoção foi tamanha que ele mal podia se sustentar em pé.

Veja Mais
Filha de Munhoz nasce em maternidade de Campo Grande, com 2,9 quilos
Procura-se um padrinho que ajude na guinada de um cantor sertanejo

"Eu estava bem nervoso quanto a isso, se queria assistir ou não, tinha medo de passar nervoso para elas. Mas eu fiquei muito bem, o anestesista do parto é um grande profissional e amigo meu", conta o papai. Foi o médico quem o colocou "sentadinho", como descreve Munhoz, para que ele se sentisse mais seguro no centro cirúrgico. 

A entrada no Hospital Santa Marina foi por volta das 4h30 da tarde. A data do parto foi agendada de acordo com os shows de Munhoz. A ideia inicial era o dia 15, próximo domingo, mas a médica informou aos futuros papais de que Íris provavelmente não seguraria mais uma semana.

Postagem de Munhoz no Instagram, no quarto da maternidade. Postagem de Munhoz no Instagram, no quarto da maternidade.

Já no centro cirúrgico, Munhoz fala que depois que a mulher Viviane Zeni foi anestesiada, ele ficou acompanhando "mais de boa". "Eu meio que assisti e não assisti por causa do reflexo da luz. Eu estava curioso demais, mas tinha hora que me dava um pouco de nervoso, de ver uma cirurgia e não sentir nada", explica.

Quando a médica retirou o bebê e disse que havia nascido, Munhoz conta que não conseguia levantar. "Não tive força nenhuma, é uma emoção muito grande. Eu abaixei a cabeça, fiquei muito nervoso", detalha.

Sobre a sensação de ser pai, Munhoz afirma que já vivia desde o início da gravidez, ao ir comprando e ganhando presentes e decorando a casa. Sem entrar em detalhes, ele diz apenas que o quarto é "bem bonitinho".

"Tudo é emocionante, o mais gostoso é que eu estou tipo assim: bem coruja, sabe? Não consigo desgrudar, toda hora eu quero estar com ela no colo".

Desde a primeira noite de Íris que Munhoz trocou o turno. Dorme durante o dia para ficar alerta na madrugada. "Não dormi nenhuma noite. Como a mãe está um pouco debilitada por causa da cirurgia, fico cuidando e quando ela acorda, eu levo para mamar", narra.

Por ter sono pesado é que o pai optou passar a noite em claro. "Prefiro segurar senão não vou escutar ela chorar. Daí durmo de manhã, das 10h30 até 3, 4h", descreve.

Quanto à agenda de shows e gravações, Munhoz já retoma nesta quinta-feira a vida em São Paulo, mas promete que seguirá a rotina normalmente. "Quando terminar meu show, eu venho para casa. Vou continuar no mesmo ritmo, a gente tem que trabalhar senão, como que compra fralda?" brinca o músico.

Por enquanto, Íris ainda não tem música, mas o pai promete que logo logo sai. "Ela é muito novinha ainda, não tem como dar qualidade, são dois dias. Mas ela parece mais comigo, o queixo e o nariz", diz. Sobre fotos da filha, Munhoz avisou que vai esperar até sexta-feira, pelo menos, por privacidade.

Curta o Lado B no Facebook. 

Quartinho de Íris. Quartinho de Íris.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.