A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

16/06/2014 17:47

Pai tem privilégio de levar filha, sobrinha e enteado ao campo na Copa

Ângela Kempfer e Anny Malagolini
Adolescentes olham convite para jogo de amanhã.Adolescentes olham convite para jogo de amanhã.

Amanhã, no jogo da Coreia contra a Rússia, 3 campo-grandenses vão entrar em campo nesta Copa do Mundo com as bandeiras da Fifa, na Arena Pantanal. São privilegiados, todos parentes de Edson Ribeiro Marques, representante da Adidas em Mato Grosso do Sul.

Veja Mais
"Toma aqui uns 50 reais", Naiara Azevedo abre fim de semana eclético
Ludmilla é uma fofa e mostra o que o funk pode ensinar ao nosso sertanejo

A marca deixou nas mãos dele a escolha dos representantes sul-mato-grossenses e ele selecionou a filha, o enteado e uma sobrinha. A única regra era ter um grupo de "Guardiões da Bandeira" tivesse adolescentes entre 15 e 18 anos. Segundo ele, a princípio seriam só representantes de Cuiabá, “mas eu pedi para levar de Campo Grande também”, diz.

Como apenas o direito a entrar em campo foi garantido pela Fifa e os ingressos ficaram por conta da Adidas, as passagens aéreas são pagas por Edson.

A filha, Duda, de 15 anos, sabe da noticia desde fevereiro. A garota torce para o Vasco da Gama e, inclusive, já entrou com o time em campo durante campeonato brasileiro. Agora é diferente, por mais que não seja Brasil em campo, é uma Copa do Mundo, comemora a adolescente.

“Jogo futebol, gosto desde pequenininha. Tô ansiosa porque agora é Copa do Mundo. São 75 mil pessoas assistindo”, comenta Duda, que também é cantora sertaneja.

A prima, Anni Caroline, de 18 anos, é a mais velha do grupo. “Não sou muito fã de futebol. Mas busquei informações sobre as duas seleções e acho que a Rússia vai ganhar”.

Com o enteado de Edson, também de 15 anos, a história é diferente. Pedro Henrique lembra que nunca “viveu isso” e não vê a hora de entrar e campo.

O único que não é da família é Reginaldo Maciel. Para divulgar o trabalho da filha, Edson criou um concurso e escolheu um “fã” de Duda para também assistir ao jogo de amanhã. Na fanpage dela, criou a promoção e o garoto de 15 anos venceu.

O menino não vai entrar em campo, vai apenas assistir ao jogo e diz estar mais nervoso com a "estreia" no avião do que com a multidão em um estádio. “Vou voar pela primeira vez. Nunca tinha saído aqui do Estado”, conta.

Segundo a assessoria da Adidas em São Paulo, o representante comercial teve toda a liberdade para escolher quem seriam os Guardiões da Bandeira.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.