A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

26/05/2012 04:11

Som é uma lástima, mas intimidade com público salva show de Zezé e Luciano

Ângela Kempfer
Zezé ficou a maior parte do show assim, bem perto do público. (Fotos: Pedro Peralta) Zezé ficou a maior parte do show assim, bem perto do público. (Fotos: Pedro Peralta)

Quem não conhece as letras dos sucessos de Zezé di Camargo e Luciano sofreu para decifrar as frases que vinham do palco na noite de ontem no Guanandizão.

A acústica terrível deixou Zezé nervoso, e por várias vezes ele xingou (com bom humor) o coitado do ginásio. “Tô morrendo de raiva deste teto. Quem foi o f... da p... que construiu isto. O cara devia ser surdo”, reclamou, sem perder a simpatia. Depois lamentou mais uma vez: “As pessoas merecem um som melhor”.

Os maiores incomodados pareciam ser os músicos. Na plateia, o que as pessoas queriam mesmo era aproveitar a intimidade garantida pelo novo formato de show da dupla, para menos gente, com a possibilidade de acompanhar a cantoria bem de pertinho e tocar os ídolos várias, várias vezes.

Além do palco rebaixado, com cerca de um metro, Zezé passou a maior parte do show no chão, cantando com os fãs e posando para fotos, sem cerimônia ou demonstração de cansaço.

Foi o que salvou a apresentação em Campo Grande. Microfonias perturbaram, o lugar não lotou, mas os dois dominam tanto o que fazem que nem tem graça reclamar. “O som tá ruim é? Nem percebi. Já tirei mais de 5 fotos com eles”, contava entusiasmada a estudante de Direito Carla Azambuja.

Luciano e Zezé se dividiam entre os quatro lados do palco.Luciano e Zezé se dividiam entre os quatro lados do palco.

Até quem não teve dinheiro para bancar o luxo no setor de mesas e ficou na arquibancada, bem mais distante da dupla, encontrou mais vantagens do que problemas. “Normalmente a gente vai e fica no meio de uma multidão. Aqui não, ficamos bem mais perto deles. Não teve confusão nem na hora de entrar”, avalia Luciana, que ontem levou a filha Lara, de 12 anos, para ver os ídolos sertanejos.

"Olha, paguei 3 mil reais para estar aqui (setor de mesas)e acho que o preço era por um som muito melhor, mas quando é que eu ia ficar tão perto do Zezé assim", amenizou a servidora pública Tereza Virgínia, de 43 anos.

Tamanha admiração é por artistas que ao longo dos 21 anos de carreira aprenderam a agradar os fãs.

Zezé não economizou reverências a nomes sul-mato-grossenses e, a cada lembrança, fazia o público gritar. Lembrou de amigos pecuaristas e dos músicos e do nosso chamamé. “O melhor sanfoneiro que já conheci é daqui, o Dino Rocha”, comentou no palco.

Luciano quis homenagear Maria Cecília e Rodolfo, que também apareceram para ouvir os amigos. “Eu amo esses dois. Sempre gostei e só depois fui descobrir que também são nossos fãs”, disse apontando para o casal na plateia.

Antes, à imprensa, Luciano já havia dito que aceitou o convite dos dois para voltar com Zezé em setembro, para a gravação do DVD do casal em Campo Grande. “Eu já disse que sim, só falta o Zezé”, reforçou.

Dupla de Três Lagoas cantou com Zezé e Luciano.Dupla de Três Lagoas cantou com Zezé e Luciano.

Generosos, os irmãos também chamaram ao palco uma dupla que quase ninguém conhece por aqui: Luís Carlos e Eduardo, artistas de Três Lagoas que Zezé conheceu durante um leilão em Campo Grande e passou a admirar. "Eles são muito bons, por isso chamei", justificou.

Durante entrevista que antecedeu a apresentação, questionei se hoje Zezé e Luciano são mais assediados por fãs ou por duplas sertanejas em busca de apadrinhamento. “É pau a pau”, gargalhou Zezé.

Bem, pelo menos Luís Carlos e Eduardo tiveram a noite de glória ontem, com privilégio de cantar com a dupla o maior sucesso da carreira de Zezé di Camargo e Luciano: “É o amor”.

Na lista de canções do show surgiram clássicos como Telefone Mudo e surpresas como Menina Veneno, na voz de Luciano. Também houve espaço para o CD novo que em julho terá a atenção dividida com o DVD do mesmo trabalho.

Mesmo não gostando muito do estilo "É o amo-o-or", ontem descobri que Zezé di Camargo e Luciano merecem carinho que recebem, porque não economizam na hora de retribuir.




Vão fazer show no aquário do pantanal...
 
Melchi Hiran em 28/05/2012 06:02:01
Se canta ou nao canta, campo grande tem q ter um local proprio para eventos, seja na moreninha ou em qualquer lugar, mais para isso tem q acabar a briguinha politica de quem quer aparecer mais. Se faz num lugar o MP bate em cima, Se faz em outro encomoda vizinhos, outros sao longe, tem barro etc. E duro agradar, mais seja roberto carlos, madona ou sei quem o publico merece o melhor.
 
Frederico paniago em 27/05/2012 12:32:04
A população de CG é deslumbrada e não exige qualidade. O problema é de fácil solução com placas de anteparo no teto...mas para que resolver se quem compra não exige? Acha tudo bom só por uma foto? Tinha é que boicotar o nome da produtora e botar nas redes sociais!!!!!!!
 
Gisele Maia em 27/05/2012 11:28:29
Nossa, a acústica desse lugar eh horrível..... nda fica bom lá... retiro, show, o lugar eh feito pra jogar bola! kkkkk
 
Paulo Resende em 27/05/2012 11:27:29
Sinceramente....a Producão falhou com o público e com os artistas. Deveriam ter solucionado o problema da acústica. Fui ao show, a dupla é impecável em tudo, mas a acústica do local era péssima, não foi preparada !! No show do Roberto Carlos fizeram um excelente trabalho acústico no local. Portanto....fica fácil identificar o problema.
 
Luiza Bernardes em 27/05/2012 10:11:26
Ninguém merece, pagar 3 barão pra sentar à mesa e ouvir um cada xingar, ao invés de fazer logo o que acha que sabe fazer. O próprio Zezé cria gado aqui no estado, então porque ele mesmo não faz a doação de seu cachê pra construir um local pra shows, já que ginásio é para esportes? A produção do show errou, eles é que deveriam escutar do cantor. Já vi outros eventos com acústicas ruins ali.
 
Márcio Patrocinio em 27/05/2012 07:25:00
Adilson Santério, agora o Santa Fé só não respeita os moradores né! Pq aqui em torno da minha casa é UMA ZONA graças a essa "casa de shows".

Ou seja, que adianta se TIRA TODA QUALIDADE DE VIDA DOS MORADORES DA REGIÃO???
 
Liziane Berrocal em 27/05/2012 05:22:20
Não fui ao show, mas acho que nossa cidade tem ótimos lugares para eventos deste porte. Quem organiza e traz os cantores é que tem que escolher os lugares e aparelhagens adequadas ao ambiente. Lá também ocorreu o show do Roberto Carlos e não vi, nem soube de reclamações sobre a acústica do show. Fala sério, a dupla é ótima, o som é que não deve ter ajudado.
 
WERUSKA DUTRA em 27/05/2012 02:37:00
Agora sim hein, tantos ja fizeram grandes shows no guanandizão e nunca ninguem reclamou ai vem esses dois ai em fim de carreira falar mal?
 
nikko flores em 27/05/2012 02:05:00
esse povo de CG tem que ficar sem o que fazer mesmo, o evento estava otimo muito bem organizado agora os artistas nao tem culpa se aqui na cidade nao pode ter show em lugar nenhum .
 
rogerio helio em 27/05/2012 02:02:47
POR ISSO EU GOSTO MUITO DA CASA DE SHOW SANTA FÉ... DA RUA BRILHANTE... CASA EXCLUSIVA PRA SHOWS... COM EXCELENTE ACÚSTICA E ESTRUTURA PRA RECEBER TODOS OS AMANTES DE UM BOM SHOW.
 
ADILSON SANTÉRIO em 26/05/2012 12:55:00
Não creio que seja problema do ginásio, desde sempre teve shows ali. Ali sim é um ginásio de esportes, mas não significa que seja exclusivo para esse fim, é normal em qualquer cidade do Brasil abrigar shows em ginásios esportivos e também estádios de futebol. Até porque em Campo Grande nem temos prestígio para esportes a ponto de ter um ginásio. Creio que a localização da banda e palco afetaram.
 
Edgard Ferreira em 26/05/2012 12:09:19
Guanandizão não é local para show de fato! Já passou da hora de CG ter um local adequado para show, das forma que está jamais poderemos trazer shows de grande expressão, e cada vez mais o MP proibe show nos locais da cidade, daqui uns dias não teremos mais nenhuma atração para prestigiar. E a acústica estava um pouco ruim mesmo.
 
André Serra em 26/05/2012 12:07:19
quem fez o ginazio foi o melhor governador que ja tivemos dr pedro pedrossian , sinceramente nosso ginazio é pra esportes nao pra cantores ruins nao adianta culpar a acustica.....me poupe!!!!
 
fabio azevedo em 26/05/2012 11:47:49
Será que estamos falando do mesmo local? Assisti ao Show do ROBERTO CARLOS, e nem o público e nem o ARTISTA reclamou. Foi um SHOW MARAVILHOSO E UMA APRESENTAÇÃO DEZ. Não estou entendendo a tal da ACÚSTICA.
 
Soraya Ayala em 26/05/2012 11:30:49
O problema foi a localização do palco. Embaixo da parte mais alta do ginásio, onde propagava o eco do som. Ao contrário do palco do show de Roberto Carlos, que foi montado nos fundos do ginásio. O Guanandizão continua sendo o Guanandizão.
 
Manoel Gama em 26/05/2012 11:07:24
Realmente o carisma,o bom humor e a intimidade com os fãs fez que valesse a pena... Já passou da hora de termos uma cada de show!
Afinal somos uma capital.
 
MALBA RODRIGUES em 26/05/2012 11:04:39
O problema não é o Guanandizão, as pessoas deveriam é cobrar dos promotores que fazem eventos lá principalmente shows musicais, lá nunca deu acustica. qualquer show que fizer lá será uma bosta, e sim todos os artistas que fazem show lá reclama e perdem a paciência. até o Padre Fábio de Melo "xingou" o responsável por ter locado ginasio para o show. Mais respeito pelo Publico.
 
Mauricio Nantes Dias em 26/05/2012 10:36:45
NÃO ME LEMBRO DO ROBERTO CARLOS TER RECLAMADO ASSIM
ELE RECLAMOU
 
MARLENE CONDE DA SILVA em 26/05/2012 10:31:48
Aquele ginasío de 'esportes' não foi feito para shows musicais, daí a não preocupação com a acústica, porém, o Roberto Carlos já fêz show ali e não reclamou de nada, porque será???
 
antonio mazeica em 26/05/2012 10:20:03
Concordo com o Emerson.
E sinceramente não acredito que a equipe profissional da dupla desconhecia a acústica do ginásio. Ou seja, Zezé de Camargo não tem motivos pra reclamar da acústica.
 
luciano ribeiro em 26/05/2012 10:07:28
Tenho 39 anos, desde que nasci já ouvia falar que não tem Acústica. Admiro um engenheiro de som ou a empresa de som não ver isso. É tão facil saber se um ambiente tem acustica ou não. e olha que não sou engenheiro de som. uma simples batida de palma vc já sabe se o ambiente tem acústica ou não. e outras coisas mais que tem como saber se tem acústica ou não, como vazão de som e ai vai...
 
emerson braz em 26/05/2012 09:51:18
Também não gosto do estilo da dupla, mas acho os dois muito carismaticos e ate iria somente pela simpatia deles (se ganhasse o convite, claro rs)
 
Josy Araujo em 26/05/2012 09:35:51
Do que adianta xingar o ginásio?? hahahaha é HILÁRIO né.... aquilo ali é pra praticar ESPORTES e não pra fazer shows!
 
Gabriel Zamboni Telles em 26/05/2012 09:08:53
Até onde eu sei o Guanandizão foi construido para jogos, é um ginásio esportivo e não para shows, o que falta em Campo Grande é uma casa de eventos como existem nos grandes centros, como o credicard hall e outros, quem sabe um dia teremos algo parecido e as pessoas não passaram pelo transtorno de pagar caro num show e não ouvir nada, ainda bem q puderam chegar perto deles.
 
maria auxiliadora em 26/05/2012 09:06:49
A acústica seria facilmente modelada com placas acústicas instaladas no teto.. Uma organização que cobra 3 mil reais no ingresso não tem a capacidade de fazer isso?

Já sabiam do problema do ginásio, testaram o som antes e estava uma porcaria e mesmo assim deixaram do mesmo jeito?

Se fosse de um artista que eu gostasse, eu iria, encontrando essa situação exigiria o dinheiro de volta.
 
Otávio Mendes em 26/05/2012 08:06:42
Lógico que deu muita acústica... este local foi feito para eventos esportivos e não para shows. Este fato me fez lembrar de um show do Roberto Carlos, no qual o Maestro Eduardo Lages e seus músicos não gostaram do local e segundo boatos exigiram que algo fosse feito, então encheram as passagens de ar com colchões...
 
Alexsandro Ferreira Lima em 26/05/2012 07:57:05
Roberto Carlos que é Roberto Carlos, cantou no mesmo ginásio e não teve problema nenhum. Não reclamou do som, da acústica ou teto.
É so deixar de gritaria e cantar que tudo fica bom.
 
Melchi Hiran em 26/05/2012 06:42:34
foi um otimo show muito bem organizado um dos melhores shows de mesa que ja fui em campo grande realmente o lugar nao era dos melhores mais como sabemos campo grande anda sem opcoes de locais ainda mais pra esse tipo de show. fica a dica pra autoridades
 
rodrigo paiva em 26/05/2012 06:11:55
O show foi bom, mas poderia ser melhor, nao sei de quem foi a culpa, mas algumas vezes nao dava p entender o q eles falavam no microfone, muito alto, ate uma trasmissao no telao sobre hospital do cancer ja tava ruim de entender o q era dito, enfim acho falha da organização, pois tudo é testado antes e mesmo assim houve erros, mas valeu o ingresso assim mesmo.
 
Aline Moura em 26/05/2012 05:12:51
Todo mundo sabe que o Guanandizão ta hora de se aposentar,o lugar é Horrivel,está totalmente fora dos Padrões,de Higiene,Segurança e Qualidade,e a sua localização,impede as pessoas de prestigiarem um som de qualidade.Infelizmente a região onde está localizado,não tem segurança adequada.
 
Alexandre Rodrigues em 26/05/2012 05:05:08
pra um cara que desafina mais que giz no quadro negro e outro que so sabe mover os lábio, tá bom demais...
 
francisco guimaraes em 26/05/2012 03:48:51
infelizmente temos que ouvir comentários de pessoas que acham tudo normal.
O governador e o Prefeito deveriam ter vergonha de uma capital ser tão criticada pela falta de um local adequado para eventos e shows. Cade nossos impostos?
Senti vergonha ontem de ouvir a reclamação do local, e se foi feito em local de esportes é pq não tem outro.
 
tereza rondon em 26/05/2012 02:44:56
pedro pedrossian é o melhor governador que já tivemos????? vc não é professor nem pm não é?? é simplesmente o segundo pior de todos, se existe inferno há um local especial reservado para ele lá, do ladinho do que esta reservado para os cantores sertanojos
 
Gerson Dias em 26/05/2012 02:03:09
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.