A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

03/11/2014 06:34

Vaquinha online não consegue dinheiro e fãs fazem de tudo para festival vingar

Aline Araújo
Ingressos já estão á venda. Ingressos já estão á venda.

Desde o ano passado, Bonito, a 257 quilômetros de Campo Grande, também se transforma na casa do Blues e do Jazz por um fim de semana. Em 2014 o Bonito Blues & Jazz Festival está marcado para ocorrer entre 13 e 15 de novembro, mas desde que a proposta foi lançada, o desafio é arrumar dinheiro para viabilizar o encontro, já que não há qualquer investimento público.

Veja Mais
Begèt de Lucena e Mari Depieri são as vozes do Som da Concha de hoje
Festival de Artes começa com público fraco, mas tem vocação para ser resistência

Por isso, nunca o ditado "a união faz a força" fez tanto sentido. A comunidade bluseira está unida para fazer o evento acontecer, mesmo de maneira independente, sem nenhum grande patrocinador.

A primeira tentativa foi captar recursos na internet, no site Catarse, mas não deu certo. “Não teve tanta adesão, tá bem devagar. Acho que as pessoas aqui ainda não estão habituadas e esse esquema colaborativo e quem acabou comprando foram mais os amigos mesmo”, comenta Afonso Rodrigues, de 56 anos, idealizador e organizador do projeto.

Mas também houve uma boa surpresa. Muita gente se ofereceu para trabalhar voluntariamente no evento, a maioria fãs do blues. A colaboração também veio das bandas, que toparam participar por um cachê simbólico,. Alguns hotéis de Bonito firmaram, inclusive, parceria para dar hospedagem gratuita aos músicos e desconto para quem vai prestigiar.

 

 

Festival vai reunir artistas a partir do dia 13. (Foto:  Luiz Ferreira)Festival vai reunir artistas a partir do dia 13. (Foto: Luiz Ferreira)

“Apareceu gente que eu nem conhecia se oferecendo para ajudar de alguma maneira, seja com serviço ou parceria. Assim, cerca de 20% a 30% do valor do evento a gente já conseguiu abater. Esse apoio coletivo nos motivou ainda mais para não desistir da ideia", comemora o organizador.

As pessoas estão compartilhando, curtindo o evento no Facebook e divulgando o festival, mas uma resposta que serve de incentivo. "Apesar das dificuldades, a expectativa é a melhor possível para essa edição”, avalia entusiasmado.

Afonso agradece a todos que abraçaram a ideia, dos bares de Campo Grande que abriram espaço para a divulgação e a cada um que deu "um alô para ajudar" e garante que a recompensa virá. “É a oportunidade dos artistas mostrarem o seu trabalho e do público conhecer o que é feito aqui”.

Para facilitar a vida dos campo-grandenses que querem curtir o festival sem gastar muito, uma excursão sairá daqui para Bonito por R$ 100,00.O valor cobre a viagem ida e volta, o ingresso para o sábado, além de vaga no campping. “O valor está em conta porque não foi feito nada olhando o lado lado lucro, mais para juntar a galera a ir para o show”, comenta Rahyran Chama‎, de 27 anos, vocalista da banda Du Contra.

A ideia da viagem nasceu quando ele foi com a banda tocar em Bonito no começo do mês, e houve a excursão para o show. Esperta, a banda decidiu levar uma parte do público ela mesma e deu certo. 

A excursão sai de Campo Grande às 8h00 do dia 13 e o retorno acontece depois do almoço de domingo, mas isso tudo vai ser decidido de forma coletiva. A ideia é passar um dia na cidade para cada um aproveitar como quiser. O balneário municipal fica ao lado do campping e encabeça as opções de lazer.

Outras informações estão disponíveis na página evento da excursão. 

Valores - Os ingressos para o 2º Bonito Blues & Jazz Festival já estão à venda. Em Campo Grande, é possível encontrar no Blues Bar (Rua Sylvio Muller nº 327, esquina com Via Parque) e na loja Toca Rock (Rua Hermelita de Oliveira Gomes, nº 846 no bairro Santa Fé). Na fanpage está a lista dos pontos de venda em outras cidades.

Os valores começam em R$ 30,00, para apenas uma noite, mas há descontos para quem comprar combos. Para dois dias os ingressos custam R$ 50,00 e para três noites o valor cai ainda mais, são R$ 60,00 pelo pacote. Além do shows principais o festival terá a exibição de documentários sobre o blues, além de workshops e pockets shows.

Já estão confirmadas as participações das bandas do Paraguai Jazz Trincado e Harmonia Jazz, além da gaitista Tiffany Harp. Big Band e Ruído Paralelo são representantes de Dourados, Horse Society e Acoustic Blues Quartet, de Campo Grande. No encerramento, quem toca é o guitarrista de blues Greg Wilson, fundador da banda Blues Etílicos, a abertura do show nesse dia será com os sul-mato-grossenses do Blues de Prima.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.