A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

02/11/2014 07:33

Como treinar para São Silvestre? "Sonho de consumo" de quem começa a correr

Aline Araújo
Cerca de 30 mil pessoas participam da prova.(Foto: Divulgação São Silvestre)Cerca de 30 mil pessoas participam da prova.(Foto: Divulgação São Silvestre)

Corrida é um dos esportes mais democráticos que existem. Basta um tênis confortável e, como diz o ditado, pernas para que te quero. Para quem conseguiu entrar nesse ritmo, um dos "objetos" de desejo é poder participar da Corrida da São Silvestre.

Veja Mais
Para fazer o mundo sorrir, grupo sai às ruas doando bons sentimentos
Clínica realiza palestras para sanar dúvidas sobre infertilidade conjugal

Não é porque você não faz parte da elite que não é preciso se preparar, a rotina é de atleta e no final a recompensa é concluir o percurso de 15 km que faz parte de uma festa já tradicional no último dia do ano. Em 2013, a prova reuniu mais de 27 mil pessoas.

Com uma rotina diária intensa de treinos, para a secretária administrativa Lucineide Muniz da Silva, 49 anos, a São Silvestre acaba sendo uma brincadeira. Ela está acostumada a correr 15 km durante a semana e 40 km aos sábados e domingos. “É a melhor corrida do ano, porque e uma festa. Quem quer correr pra competir tem que sair na elite porque no resto é muita gente. Tem corredor que leva carrinho de bebê, cachorro, a gente que vai só pela festa"

 

Lucineide é outra corredora. Na foto, aperece na São Silvestre do ano passado. (Foto: Arquivo Pessoal)Lucineide é outra corredora. Na foto, aperece na São Silvestre do ano passado. (Foto: Arquivo Pessoal)

Mas independente do que a prova pode significar para o físico, para o engenheiro civil Helton Alves Guimarães, de 29 anos, o sentido de participar é outro. Ele tem uma história bem interessante sobre a estreia em 2012.

No meio do mesmo ano, ele descobriu um tumor no cérebro, na região que coordena a capacidade motora. Em setembro enfrentou a cirurgia, com o médico alertando que tinha apenas 4% de chance de sair sem sequelas da operação.

Deu certo, ele atribui boa parte da recuperação ao preparo físico que o corpo já tinha das corridas. “Eu sempre tive vontade de ir na São Silvestre, mas nunca tinha feito nada para ir, quando eu consegui me recuperar da cirurgia eu decidi que ia fazer tudo que eu tinha vontade”, comenta.

Com um mês para se preparar e correr, o fim da história teve uma das experiências mais emocionantes da sua vida. "Para mim foi uma vitória, uma emoção indescritível. Quando terminei a corrida eu chorei muito, por ter conseguido. Falei para uma amigo: Não era nem para eu estar andando e eu terminei e eu tô aqui na São Silvestre”, lembra.

Depois já ficou combinada a participação em todos anos, para curtir a prova e também agradecer pela chance de correr.

“A competição lá é diferente e para mim ela foi um divisor de águas e é uma experiência de arrepiar, porque tem pessoas de todo o Brasil para você conhecer. Você passa pelos lugares mais bonitos de São Paulo e é emoção mesmo, um sentimento que só se encontra lá”, explica.

Este ano, Helton começou a treinar três meses antes da competição. Na verdade, emendou a preparação para a Volta das Nações com a da São Silvestre. Além de intensificar os treinos feitos de três a quatro vezes por semana, aumentando a quilometragem, ele deixa a alimentação mais leve, diminuí a quantidade de carne e procura comer muita salada e frutas de três em três horas.

Na academia o treino muda, em vez de pegar muito peso para ganhar massa, o objetivo é criar resistência. Assim, ele faz mais séries com um peso mais leve. O esforço faz diferença na hora da corrida, porque fica mais fácil aguentar o pique. “Musculação é muito importante e eu não dava muito valor. Hoje intercalo com a bicicleta e percebo a diferença na hora da competição”.

Mas a dica que ele dá para quem vai participar tem muito mais relação com aproveitar o momento. “ Se preparar antes da corrida é muito importante, mas a dica que eu dou é para as pessoas chegarem cedo, umas duas horas antes da largada, para aproveitarem o ambiente, porque vale muito a pena”.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.