A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

21/01/2016 06:45

Depois de não conseguir fazer nada em acampamento, fisioterapeuta perde 20 kg

Naiane Mesquita
Thaise perdeu 20 kg com alimentação balanceada e exercícios de alta intensidade. (Foto: Gerson Walber)Thaise perdeu 20 kg com alimentação balanceada e exercícios de alta intensidade. (Foto: Gerson Walber)

Em uma das fotos, a fisioterapeuta Thaise Tacia, 26 anos, carrega um toco de madeira ao lado dos companheiros de academia. Com 1,63m de altura e 90kg, ela viu que precisava optar por qualidade de vida e entrar nos eixos da academia e da alimentação saudável.

Veja Mais
Para fazer o mundo sorrir, grupo sai às ruas doando bons sentimentos
Clínica realiza palestras para sanar dúvidas sobre infertilidade conjugal

A fisioterapeuta tem montagens com a evolução do emagrecimento (Foto: Arquivo Pessoal)A fisioterapeuta tem montagens com a evolução do emagrecimento (Foto: Arquivo Pessoal)

Tudo começou a mudar há cerca de dois anos, quando a jovem participou de uma acampamento da Comunidade Boa Nova, da Igreja Católica. Com várias atividades ao ar livre, Thaise sentiu cansaço extremo e até falta de ar. “O mínimo me cansava. Mudei a minha alimentação, essa foi a primeira coisa. Só com uma reeducação, eu consegui chegar aos 82 quilos. Então em março eu comecei a fazer academia, mas só fiquei três meses, não gostava”, relembra.

Como muitas pessoas, Thaise sentia dificuldade em se adaptar às atividades físicas, porque não encontrava algo que a fizesse feliz. Tentou de tudo, hidrobike, modalidade em que as pedaladas são feitas embaixo d'água, correr, jump, mas nada agradava. “Fiz três meses de um, depois de outro. Até que eu encontrei o funcional de alta intensidade e gostei. Com esse tipo de exercício eu consegui perder mais 10kg, totalizando 20kg desde que comecei há dois anos”, ressalta.

No treino funcional de alta intensidade, vários exercícios são combinados de forma a queimar calorias e fortalecer os músculos. “Foi uma mudança 100% na minha vida. No ego, em comprar roupa, em se vestir melhor. Eu sempre fui a gordinha da turma e mudou muita coisa. Hoje eu tenho prazer em comprar roupa, antes era uma obrigação. Hoje fica legal, fica bom”, explica.

Thaise disse que sempre foi acostumada a ouvir comentários a respeito da sua forma física. “Sempre falavam que eu tinha um rosto tão bonito, mas que poderia emagrecer. Hoje é totalmente diferente, eu sou a fitness da turma, ficam me zoando. As vezes tem paciente que volta para a clínica, que eu não via há muito tempo e eles se surpreendem, perguntam o que aconteceu comigo. Antes eu era a fisioterapeuta gordinha, agora eu sou a de olhos azuis. Não me identificam mais como a gordinha”, frisa.

Thaise mostra corpo depois da perda de peso (Foto: Arquivo Pessoal)Thaise mostra corpo depois da perda de peso (Foto: Arquivo Pessoal)

Apesar da forma rude como era tratada, Thaise afirma que nunca se incomodou com os comentários a respeito da forma física.

“Não me incomodava eu ser gorda esteticamente. Foi por causa da saúde mesmo. Eu sentia muita falta de ar e só tinha 24 anos. Parecia uma senhora idosa, obesa. A estética foi uma consequência. Com isso dá vontade, cada vez mais e mais, de continuar e também porque sinto prazer em fazer os exercícios”, conta.

A fisioterapeuta ainda ressalta que o mais importante foi a reeducação alimentar, que a fez mudar completamente de vida e não sair dos eixos nem nas férias.

“Não fiz nenhuma loucura, não tomei herbalife, que quando a pessoa para de tomar ela engorda tudo de novo. Não estou falando mal, mas a gente sabe que essas dietas loucas que existem não dão muito certo. Eu como de tudo. Fiquei de férias, dez dias e quando voltei na nutricionista ela me disse que não tinha engordado nenhum quilo”, comemora.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.