A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

22/12/2014 06:12

Em aposta de academia, advogada perde 10 kg em dois meses e leva R$ 800 pra casa

Paula Maciulevicius
Os 60 dias movimentaram quem realmente estava disposto a perder, para ganhar.  (Foto:Fernando Ricardo Ientzsch)Os 60 dias movimentaram quem realmente estava disposto a perder, para ganhar. (Foto:Fernando Ricardo Ientzsch)

A proposta, ou melhor, o desafio era este: em 60 dias, quem perdesse mais percentual de gordura levava R$ 800 para casa e mais três meses de mensalidades gratuitas. Na academia Activa, na Avenida Bandeirantes, em Campo Grande, foram 24 alunos que entraram de corpo e alma na disputa "Segunda Medida". 

Veja Mais
Clínica realiza palestras para sanar dúvidas sobre infertilidade conjugal
Peregrinos não precisam ir tão longe, nosso "Caminho de Santiago" fica a 60km

A sócia-proprietária da academia, Nely da Silva Reis, explica que só podiam participar os alunos que já estivessem treinando há mais de três meses, para que a competição não fosse desleal, porque o corpo tende a perder gordura mais facilmente no início de uma rotina de exercícios. 

Claro que os R$ 800 de prêmio era um chamariz e tanto, mas Nely conta que a adesão foi imediata por uma outra razão. "Os alunos que já vem treinando querem resultado e é um incentivo a mais a disputa", diz.

Criador do projeto, o educador físico Raphael Coutinho Lubacheski, de 25 anos, já havia feito a primeira edição com a turma do muay thai. O desafio não só deu certo, como contagiou toda academia e ele resolveu por bem estender a proposta para todos os turnos. 

Os exercícios eram casados com um apoio nutricional.  (Foto:Fernando Ricardo Ientzsch)Os exercícios eram casados com um apoio nutricional. (Foto:Fernando Ricardo Ientzsch)

Nesse final de semana, os 24 participantes fizeram a pesagem final e as medições de circunferência e massa muscular para encerrar com a premiação.

Os 60 dias movimentaram quem realmente estava disposto a perder, para ganhar. "Tivemos alunos que treinavam até duas vezes por dia. Fizemos em 60 dias porque não é fácil ficar numa dieta. Para poder aprender precisa de tempo, se faço em 15 dias, as pessoas conseguem ficar esse tempo restrito, mas a gente queria ensinar uma reeducação alimentar", resume.

Os exercícios eram casados com um apoio nutricional. A nutricionista da academia, Débora Pereira de Aurélio, de 26 anos, foi quem indicou os caminhos para os interessados. Ao Lado B, ela explica que não foi elaborado um cardápio individual, mas que esteve aberta a orientá-los.

"De início a gente focou em orientações básicas do que seria o ideal para perder gordura. Tentamos falar de coisas que deveriam ser diminuídas ou mesmo evitadas e trabalhar de uma maneira que eles fossem se adaptando", diz. Na prática era imprimir a necessidade de aumentar as refeições em porções menores, ou seja, comer a cada 3h.

O resultado foi sendo visto no decorrer dos 60 dias. Segundo o educador físico, os treinos saíram da academia e ganharam as ruas em grupos de corrida ou ainda treinos na areia. "Não influencia só qualidade de vida, mas também a vida pessoal", argumenta.

O terceiro colocado foi Diego Canazilles, de 27 anos, que perdeu 5,77% de gordura e quase 12 quilos.  (Foto:Fernando Ricardo Ientzsch)O terceiro colocado foi Diego Canazilles, de 27 anos, que perdeu 5,77% de gordura e quase 12 quilos. (Foto:Fernando Ricardo Ientzsch)
Ganhadora foi Amanda de Souza Hocher, de 30 anos, que perdeu 10,61% de gordura, quase 10 quilos.  (Foto:Fernando Ricardo Ientzsch)Ganhadora foi Amanda de Souza Hocher, de 30 anos, que perdeu 10,61% de gordura, quase 10 quilos. (Foto:Fernando Ricardo Ientzsch)

Ganhadores - A premiação contemplou o primeiro, segundo e terceiro lugar. No topo do ranking, ficou a advogada Amanda de Souza Hoscher, de 30 anos, que perdeu 10,61% de gordura nos 60 dias, que entre outros benefícios, corresponde, segundo o educador físico, a perda de quase 10 quilos.

"Eu não imaginava que ia perder tanto assim e nem que ia ganhar", brinca. Nos 60 dias, a rotina de Amanda foi de cortar o doce, a bebida alcoólica e comer a cada 3h. "E comer alimentos saudáveis. O melhor aprendizado foi este: de fazer escolhas na minha vida, o que não vale para mim, eu não como e isso não é só por 60 dias, é para a vida toda", afirma.

Com a chegada das festas de fim de ano, ela se compromete a continuar a seguir à risca a reeducação. "Eu estou super confiante, agora vi que consigo chegar aonde eu quero e digo isso em todos os sentidos da vida".

O terceiro colocado foi Diego Canazilles, de 27 anos, que perdeu 5,77% de gordura e quase 12 quilos. Os treinos, nestes últimos dois meses foram bem puxados. "Fazia aeróbico de manhã e musculação à noite e reeducação alimentar. Eu já vinha numa dieta e continuei comendo mais vezes e em menos quantidade. Parei de beber também, isso é outra coisa que me engorda. No começo é difícil, mas você acostuma com essa rotina", defende.

Para 2015, a academia tem os planos sim de fazer outra edição do "Na medida".

Nesse final de semana, participantes fizeram a pesagem final e as medições de circunferência e massa muscular para encerrar com a premiação.Nesse final de semana, participantes fizeram a pesagem final e as medições de circunferência e massa muscular para encerrar com a premiação.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.