A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

11/02/2015 06:23

Sugestões práticas para salvar os solteiros do Miojo e garantir saúde

Evelise Couto
Porção para você colocar o avental.Porção para você colocar o avental.

Não são as horas de solidão, muito menos as contas do mês que povoam as perguntas dos conhecidos quando você anuncia que vai morar sozinho. A grande questão que te fazem é sempre a mesma: “E você sabe pelo menos fritar um ovo?”

Veja Mais
Para fazer o mundo sorrir, grupo sai às ruas doando bons sentimentos
Clínica realiza palestras para sanar dúvidas sobre infertilidade conjugal

Para alguns, cozinhar não é nenhum bicho de sete cabeças, mas para grande parte da turma, miojo, o famosíssimo macarrão instantâneo, acaba virando o prato principal no menu. E nem é só pela facilidade. Todo mundo sabe que morar sozinho é um baita perrengue e se você puder economizar, melhor ainda!

Com pouco mais de 1 real, pronto! Você já tem a refeição garantida! E aí é uma festa! É um tal de Miojo com requeijão, com salsicha, com queijo, com o que tiver (e se tiver) na cozinha e, vamos ser sinceros… enjoa, né, gente? Além disso, não é novidade para ninguém: não é nada saudável!

Em estudo da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, pesquisadores analisaram a saúde e a dieta de 11 mil adultos na Coreia do Sul, entre 19 e 64 anos, e o resultado não foi muito animador. O macarrão instantâneo contém teores de gorduras saturadas e carga glicêmica muito altos, fatores que podem contribuir para problemas de saúde. E, acredite, ficar doente morando sozinho não é nada legal.

Pode ser até difícil no começo, mas não custa aprender a fazer um ou outro prato que possa te ajudar nessa vida sozinha. Um arroz branco, um frango ou um bife grelhado ou uma boa salada, podem parecer recomendação da sua nutricionista (e podem mesmo, viu?), mas são opções muito fáceis e rápidas de fazer. Em meia horinha você consegue deixar tudo prontinho.

Apenas 6 ovos na porção para solteiros.Apenas 6 ovos na porção para solteiros.
Saquinhos de arroz em porções individuais.Saquinhos de arroz em porções individuais.

No caso do arroz, esqueça os pacotes de 5 quilos que você via sua mãe comprando em casa. Você vai demorar muito (muito mesmo) tempo para consumi-lo inteiro e corre o risco de que ele estrague, o que pode causar perda de dinheiro, desperdício de comida (lembra da sua mãe brigando quando você largava comida no prato? Ela estava certa!) e pode acumular insetos no seu armário de mantimentos. Aconteceu comigo, não foi nem um pouco bom.

Para o frango, eu aprendi um truque muito bacana. Compro 1 quilo de peito de frango em corte Sassami e, em casa, separo em saquinhos com pequenas porções de aproximadamente 200 gramas cada. Você pode, inclusive, guardar temperadinho no freezer. Aí é só descongelar, usar uma frigideirinha antiaderente e grelhar os pedaços.

Quanto à salada, compre tudo em poucas quantidades, para evitar que estrague. Se preferir, dá até pra deixá-las montadinhas. Tem quem guarde inclusive em potinhos de vidro que conservam a salada pronta por um tempo maior.
Muito se fala sobre o segmento single das comidas. Mas a verdade é que aqui em Campo Grande, você ainda tem que se esforçar para encontrar variedades nesse nicho. Se pesquisar bem, você vai achar por aí caixas de ovos com apenas meia dúzia, requeijões em potes menores e uma opção que eu particularmente adoro, o pacote de arroz de 1 quilo, com mini pacotinhos que são porções feitas exclusivamente para uma pessoa.

Agora, se falarmos de “porcarias”, o leque aumenta muito. Pizzas em pedaços unitários, sanduíches que depois de 2 minutos no microondas já estão prontos, pratos prontos como escondidinho e macarronada em versões menores, nuggets em tamanhos maiores vendidos por unidades e até pipocas para uma pessoa só, em mini bags de 50 gramas. Mas aí caímos lá naquele caso do miojo. Pode? Poder até pode, mas não deve, não é mesmo? Coloque-os na categoria: somente em caso de emergência e olhe lá!

A grande sacada é se cuidar. E aí não estou falando daquela questão fitness de ser, mas no que diz respeito a ter o maior cuidado com a sua vida. Quando se sai de casa, a responsabilidade consigo mesmo aumenta. E muito. Não tem quem cuide de você.

Então, se esforçar para que essa rotina seja mais saudável é responsabilidade inteiramente sua. Fazer boas escolhas, acredito, é fundamental. Então cuide-se, mime-se, seja o grande parceiro que você poderia escolher para si mesmo. E quando a fome apertar, espanta a preguiça para lá, ponha o avental e mãos à massa! Ah, e quanto ao ovo frito, não se sinta mal se não souber fazer. Eu também não consigo de jeito nenhum!

*Evelise Couto é jornalista criou o blog Casa de Um

Opções prontas...Opções prontas...
do tipo pode, mas não deve!do tipo "pode, mas não deve!"



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.