A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

01/11/2014 08:00

Treino combinado pelo WhatsApp vira diversão à fantasia na noite da cidade

Aline Araújo
O treino foi para todas as idades. (Foto: Marcos Ermínio)O treino foi para todas as idades. (Foto: Marcos Ermínio)

Zumbis, bruxas, fadas, caveiras, vampiros, piratas e até um unicórnio se juntaram para correr no Parque dos Poderes. A brincadeira, que começou despretensiosa no WhatsApp, reuniu mais de 200 pessoas que escolheram a corrida como esporte. O primeiro treino de Hallowem começou às 23h30 e teve cara de festa, com clima de confraternização entre apaixonados.

Veja Mais
Para fazer o mundo sorrir, grupo sai às ruas doando bons sentimentos
Clínica realiza palestras para sanar dúvidas sobre infertilidade conjugal

Muita gente ali nem se conhecia, mas curtiu como fazem velhos amigos. Quem abriu mão da fantasia e da maquiagem, aderiu ao preto para mostrar que também pertence ao grupo, um costume adotado desde a primeira corrida. 

O treino foi de apenas 5 quilômetros e mesmo sem ser muito longo, valeu muito pela união entre os participantes, bonita de ver.

Alguns, inclusive, aceitaram ficar fora da brincadeira para entrar na equipe de apoio, distribuindo água ou fruta para os participantes, ou então, cuidando das crianças enquanto os pais corriam. 

Algumas pessoas capricharam na maquiagem. (Foto: Aline Araújo)Algumas pessoas capricharam na maquiagem. (Foto: Aline Araújo)

Não é por obrigação e nem compromisso, o comparecimento é por vontade mesmo. “É sensacional do jeito que é. Eu nunca quis participar de grupo de corrida porque me incomodava esse compromisso de você ter que ir, assim como quando você paga por alguma aula de atividade física, você vai por ter pago. Aqui não, e acho que o segredo mesmo é não envolver dinheiro", diz Danielle Leite, de 36 anos, um dos reforços na equipe de apoio.

Para ela, iniciativas que quebram a rotina e divertem acabam fortalecendo o esporte. "É natural, se você não vai em um treino desses, quando vê as fotos que o pessoal posta fica com vontade de ir, porque é tudo de coração”, justifica.

As pessoas começaram a se conhecer em um grupo no Facebook, chamado “Corridas MS”. De lá, passaram para o WhatsApp para marcar os treinos. O primeiro ocorreu há menos de um mês, com 15 pessoas, e entre os participantes ficou conhecida como corrida do alface, porque cada um ganhou um pé de alface para levar para casa.

Correr e se divertir. (Foto: Marcos Ermínio)Correr e se divertir. (Foto: Marcos Ermínio)
A corrida noturna reuniu mais de 200 pessoas. (Foto: Marcos Ermínio)A corrida noturna reuniu mais de 200 pessoas. (Foto: Marcos Ermínio)

Com tudo feito na base da parceria, a iniciativa dos treinos coletivos cresceu em uma velocidade impressionante. Na segunda corrida, onde todos foram de rosa em homenagem ao Outubro Rosa, já apareceram 150 pessoas na Orla Morena. O terceiro, realizado ontem, ainda conseguiu superar o número de participantes, mesmo marcado para às 23h30 de uma sexta-feira.

“Começou como uma brincadeira. A gente sempre corria um ao lado do outro, mas não se conhecia e fomos combinando de se encontrar para pensar junto sobre o nosso esporte. Se a gente quer ver ele crescer, a gente precisa se unir”, avalia o advogada Sérgio Louzada, de 37 anos, um dos envolvidos na organização.

Para a também advogada Joelma Moreira, de 43 anos, que pratica corrida desde março deste ano, a brincadeira de se fantasiar para a corrida vai além da diversão. “É muito legal para que as pessoas despertem para uma vida mais saudável. Sem falar que quase ninguém se conhece, você encontra e faz amizades”.

No fim da brincadeira, a melhor fantasia ainda ganhou uma inscrição para competição realizada em Campo Grande.

Grupo reunido no Parque dos Poderes.Grupo reunido no Parque dos Poderes.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.