A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

13/08/2014 06:23

Veja Itens que podem facilitar a vida de quem elegeu a magrela veículo oficial

Aline Araújo
Lista começa com luvas, mas tem até freio hidráulico. (Foto: Marcelo Calazans)Lista começa com luvas, mas tem até freio hidráulico. (Foto: Marcelo Calazans)

Com a ciclovias em Campo Grande, a bicicleta ganha cada vez mais adeptos para ser utilizada no dia a dia, além de itens cada vez mais tecnológicos para o conforto de quem a escolheu como veículo oficial. Para quem resolveu ter a magrela como companheira, o Lado B resolveu fazer um levantamento de preços e opções de materiais para  facilitar as pedaladas.

Veja Mais
Para fazer o mundo sorrir, grupo sai às ruas doando bons sentimentos
Clínica realiza palestras para sanar dúvidas sobre infertilidade conjugal

Tudo começa na hora de encontrar ou montar uma que atenda as necessidades do dono. As mais simples saem por R$ 290,00, mas a manutenção pode exigir custo maior. Por R$ 670,00, é possível montar uma com durabilidade superior. Também existem opções bem mais equipadas, que chegam ao preço de uma moto, por R$ 4 mil.

Entre os itens que podem ser acoplados para o conforto do ciclista estão, por exemplo, a manopla anatômica, mais conhecida como a luva do guidão. Ela evita que a mão adormeça, ao ampliar a área de contato. Um exemplar básico sai em torno de R 9,00.

 

O banco de gel, uma alternativa bastante conhecida para evitar as dores na região glútea de quem passa muito tempo pedalando, custa R$ 23,00. A garrafa térmica para a bicicleta é um item simples, mas indispensável, por R$ 32,00, em média.

Já entre os itens de segurança, a novidades são os leds para sinalizar a bicicleta, com valores de R$10,00 a R$ 35,00. Os modelos mais novos que chegaram no mercado são de silicone e tem até com formato de caveirinha. A luva também é um artigo indispensável para a proteção das mãos nos casos de queda e custam a partir de R$17,00. Assim como os capacetes que vão de R$ 30,00 a R$100,00.

O dono da bicicletária Ciclo Estrela e ex professor de técnicas de ciclismo, Jayme Ulisses Marques Filho, de 43 anos, explica que é possível aliar valores acessíveis a um equipamento seguro para a utilização na rotina diária. “O ideal é a pessoa procurar um loja de confiança, seja para montar a sua bicicleta ou para fazer a revisão mensal”, comenta.

Entre os artigos tecnológicos estão o velocímetro digital, que permite marcar velocidade, distância percorrida, tem cronômetro e relógio. Para quem utiliza magrela no cotidiano, ele marca a vida útil dos pneus e ajudar na hora da manutenção. O item sai por R$ 74,00.

 

(Foto: Marcelo Calazans)(Foto: Marcelo Calazans)

Outra opção é equipar a bike com caâmbio semi-automático, para regular as marchas com apena um toque. Para quem pretende gastar um pouco mais, também há freio hidráulico, por R$ 317,00. A promessa é de um equipamento mais eficiente e com pouca manutenção. Mas precisa de troca de pastilhas, diferente dos tradicionais a cabo que dependem de ajustes regulares.

Se você já adotou a magrela como meio de transporte é importante fazer uma vistoria mensal para saber se está tudo certo e evitar gastos maiores no futuro. Essa revisão é oferecida de maneira gratuita pela maioria das bicicletárias, porém, é importante ficar atendo na hora de trocar os itens na manutenção, assim como na hora de cuidar do carro, as pessoas mantém um mecânico de confiança, ela merece o mesmo cuidado.

(Foto: Marcelo Calazans)(Foto: Marcelo Calazans)
(Foto: Marcelo Calazans)(Foto: Marcelo Calazans)



Qual é o contato desta loja ?
 
Deise Amaral em 13/08/2014 09:58:59
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.