A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

29/11/2016 14:34

Dos três modelos da linha PlayStation 4, qual se encaixa melhor para você?

Edson Godoy
Dos três modelos da linha PlayStation 4, qual se encaixa melhor para você?

Este final de ano tem sido bem agitado para a Sony. Em setembro tivemos o lançamento do PlayStation 4 Slim, versão mais “fit” do console. Agora em novembro chegou ao mercado internacional o PlayStation Pro. Prometendo principalmente uma maior qualidade gráfica, o novo aparelho chega para ser o modelo Premium da linha. Sem contar o PlayStation VR, acessório que trouxe a realidade virtual aos videogames. Diante de tantas opções, é natural uma certa confusão entre os gamers.

Veja Mais
The Last of Us 2, novo Uncharted e tudo mais que rolou na PlayStation Experience
Last Guardian e Mario Maker no 3DS puxam lançamentos de dezembro

O Lado B e o Vídeo Game Data Base assumem a tarefa de tentar explicar um pouco as diferenças de cada um desses aparelhos e ajudar você, caro leitor, a escolher o console que se encaixa melhor às suas necessidades.

PlayStation 4 tradicional, Slim e Pro.PlayStation 4 tradicional, Slim e Pro.

PlayStation 4 tradicional

Sua versão mais barata pode ser encontrada na faixa de R$ 1.500 (HD de 500gb). O console foi o primeiro da linha PS4. É mais robusto que o novo modelo slim, porém tem aparência mais “fit” que o Xbox One tradicional. Roda todos os jogos da linha PlayStation 4, sendo também compatível com o PlayStation VR (com a adição da PlayStation Camera);

PlayStation 4 Slim
Sua versão mais barata pode ser encontrada na faixa de R$ 1.600 (HD de 500gb). Tem as mesmas características do aparelho tradicional, porém em uma carcaça menor (slim),mais leve e mais econômica (consome cerca de 34% menos de energia), além de alguns detalhes estéticos como a iluminação no touch pad do controle. A maior perda fica por conta da ausência da saída de áudio digital (pouco notada por boa parte dos usuários, é verdade);

PlayStation Pro
É a verdadeira novidade da linha. Além de ser maior e mais pesado inclusive que o modelo tradicional, sua principal característica é interna: maior poder de processamento, dentro da mesma arquitetura básica. Isso é atingido com a utilização não só de um maior número de componentes, como um segundo processador gráfico ou maior quantidade de memória DRAM, mas também pela utilização de componentes mais modernos e rápidos aos já existentes, dentre outras características. Tudo isso faz com que o Pro tenha o dobro de poder de processamento que as versões convencionais.

Mas na prática, o que tudo isso significa? Melhor qualidade, principalmente na imagem, com movimentação mais suave e realista. Porém, hoje essa melhor qualidade somente será entregue se conjugada com a utilização de uma TV que suporte 4K e HDR. Alguns jogos como FIFA 17 são feitos para rodar 4K nativo no console. Em outros, o console fará um upscale para 4K, que não chega a ser tão belo quanto o nativo, porém produz diferenças notáveis também. Mais de trinta jogos já foram atualizados para as melhorias do novo console, incluindo figurões como Uncharted 4 e Fallout 4.

Mas Edson, só se eu tiver uma TV dessas que vai valer a pena comprar o Pro? Aí depende. O maior poder de processamento do console pode também ser utilizado para otimizar os jogos para rodar em resolução Full HD (1080p). A verdade é que o poder do PS4 Pro, assim como o de qualquer console, depende da habilidade e da vontade do desenvolvedor dos jogos. Será que veremos jogos assim? É aguardar para ver.

Agora um detalhe importante: assim como o PlayStation 4 Slim, a versão Pro não tem data para ser lançada oficialmente no Brasil. Aliás, a Sony disse que não tem planos para esse lançamento. Isso prejudica o acesso e o suporte à máquina por aqui, bem como o preço. O PS4 Pro pode ser encontrado na faixa de R$ 2.900, valor bem salgado, que aparenta não justificar a diferença de performance, ao menos por enquanto.

Não podemos esquecer do PlayStation VR. O acessório trouxe com bastante competência a realidade virtual para o mundo dos consoles. Outro que não tem previsão de lançamento oficial por aqui, pode ser encontrado na faixa de R$ 3.000, através de importadores independentes.

Na semana que vem falaremos sobre os consoles da Microsoft e na outra semana sobre os consoles da Nintendo. A coluna de games do Lado B tem o apoio da loja Press Start. Visite o Vídeo Game Data Base, o museu virtual brasileiro dos videogames.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.