A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

11/10/2016 13:00

Sonic Mania pode ser como um renascimento do clássico mascote da Sega?

Felipe Bittencourt, Micael XBr e Edson Godoy
Sonic Mania pode ser como um renascimento do clássico mascote da Sega?

No aniversário de 25 anos do Sonic, o principal mascote da Sega, os fãs foram presenteados com o anúncio de dois novos jogos do ouriço: o misterioso “Project Sonic”, que aparenta ser uma sequência de Sonic Generations, jogo lançado em 2011 no vigésimo aniversário do personagem; e Sonic Mania, que causou verdadeiro alvoroço nos fãs por seu apelo nostálgico, já que será em 2d e com o estilo dos clássicos jogos de Mega Drive, até hoje as melhores lembranças da franquia.

Veja Mais
Last Guardian e Mario Maker no 3DS puxam lançamentos de dezembro
Dos três modelos da linha PlayStation 4, qual se encaixa melhor para você?

Contudo, a ansiedade gera um pouco de preocupação se revisitarmos os jogos de Sonic em um passado não tão distante. Há 3 anos, Sega e Nintendo firmaram uma parceria que rendeu dois jogos exclusivos do mascote para os consoles Nintendo: Sonic Lost World (desenvolvido pelo Sonic Team), de qualidade mediana e a franquia spin-off Sonic Boom (desenvolvido pela Big Red Button), que resultou em algo catastrófico, sendo o jogo de Wii U (Rise of Lyric), tido pela crítica como o pior game de Sonic já feito.

Mas voltando um pouco mais no tempo (2010/2011), alguns bons jogos do ouriço saíram, atingindo sucesso considerável: Sonic Colors (2010 – Nintendo Wii) e Sonic Generations (2011 – Xbox 360, PlayStation 3, PC e Nintendo 3DS), ambos desenvolvidos pelo Sonic Team, a softhouse que desenvolveu a maioria dos clássicos jogos do Sonic no Mega Drive, são reconhecidos como os melhores jogos do personagem em um bom tempo.

Diante de exemplos de jogos tão polarizados que Sonic teve nos últimos anos, no melhor estilo 8 ou 80, devemos acreditar em um sucesso dos novos projetos?

Não há dúvida que a Sega parece ter voltado seus olhos aos fãs e isso pode render bons frutos. Sonic Mania é um claro indicativo de que a companhia tenta resgatar o seu principal ícone dando aos fãs o que eles mais pediram, um jogo que remetesse à época de ouro do Mega Drive, maior período de sucesso do Sonic e da companhia. E ela tentará fazer isso em grande estilo, já que o game contará com uma edição de colecionador que trará além do jogo (em mídia digital), uma estatueta do Sonic em cima de uma base de Mega Drive, que reproduz o áudio da vinheta “Seeega”, além de uma case em forma de cartucho do mesmo videogame, que vem com um anel dourado. Tudo isso anunciado em um comercial do estilo dos veiculados na década de 90. Nada mais nostálgico!

Sonic Mania pode ser como um renascimento do clássico mascote da Sega?

Os poucos gameplays do jogo, que receberá versões para PlayStation 4, Xbox One e PC, revelaram a dedicação em reproduzir fielmente o espírito dos antigos jogos da franquia. A icônica fase Green Hill Zone foi remodelada para o novo game e novos estágios nos mesmos moldes foram criados, como Studiopolis, que traz uma série de easter-eggs dos principais jogos da Sega.

É interessante notar que os maiores sucessos do ouriço dos últimos anos, todos foram desenvolvidos pelo estúdio Sonic Team. É claro que ele não possui mais a mesma formação da época de ouro do personagem, mas é fato que tem se mostrado muito mais competente na criação de seus jogos do que os desenvolvedores externos contratados pela SEGA em muitos dos casos. Aí vem a pergunta: quem está desenvolvendo Sonic Mania? SEGA da America, Pagoda West Games, Headcannon, e Christian Whitehead, este último responsável pelas versões de celular de Sonic 1, 2 e CD.

Isso significa de antemão que o jogo será ruim? É claro que não! Primeiro que os trailers não deixaram os fãs empolgados à toa: o jogo está de fato muito bonito e totalmente encaixado à sua proposta. Em segundo lugar: tudo bem que a maioria dos sucessos recentes de Sonic foram desenvolvidos pelo Sonic Team, mas há em meio a eles uma exceção: a série Sonic & SEGA All-Stars Racing e sua continuação, Racing Transformed, ambos desenvolvidos pela Sumo Digital, que apesar de possuir gênero distinto (corrida de kart), mostra que desenvolvedores externos podem obter êxito ao criar jogos do ouriço.

Todo esse time de desenvolvedores será supervisionado pelo Sonic Team. Isso apesar de aparentar algo bom, pode não significar nada, já que os jogos da série Sonic Boom também passaram por esse processo e o resultado já sabemos qual foi. Se a Sega conseguirá amenizar a fama negativa deixada por Sonic Boom, que apesar de ser um jogo fraco, obteve um relativo sucesso com o desenho animado de mesmo nome, só o lançamento dirá, mas pode-se afirmar que os fãs e até mesmo os “haters” não tem do que reclamar, pois, a princípio, seus pedidos foram atendidos.

A coluna de games do Lado B tem o apoio da loja Press Start, localizada no Shopping Bosque dos Ipês, aqui em Campo Grande/MS.

Não deixe também de visitar meu site, o Vídeo Game Data Base.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.