A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

01/11/2013 06:57

Com provador dentro de van, vendedora troca sacolas por boutique delivery

Anny Malagolini
Loja funciona em Van e tem até provador (Cleber Gellio)Loja funciona em Van e tem até provador (Cleber Gellio)

As roupas que eram amarrotadas em sacolas e transportadas no bagageiro de um Fiat no foram parar na em um veículo van. O espaço ideal para transportar carga, virou Boutique Delivery, com direito a provador e roupas que chegam a custar R$ 400,00.

Veja Mais
Canal masculino de moda tem tradução em libras para democratizar acesso
Tem gosto pra tudo...Agora, até para combinar gravata de madeira com camisa

A famosa “sacolada” era feita por Alexsandra Faccin, de 37 anos. Foi assim durante oito anos, com a ajuda da irmã Deyse Faccin Nogueira, de 41 anos. Mas o negócio cresceu e elas criaram a loja itinerante em Campo Grande.

Alexsandra conta que a irmã entrou com o capital e ela com a habilidade de vender e as clientes que garantiu durante os anos de venda.

Há 25 anos trabalhando na empresa do marido, Deyse comenta que queria fazer algo diferente e resolveu ajudar a irmã caçula a aumentar os negócios e os rendimentos. “Foi um estalo durante uma conversa, mas depois até encontrei lojas semelhantes no Brasil”, explica.

Com o dinheiro gasto com a compra do veículo e as adaptações, que foram muitas, certamente daria para abrir uma boutique física em um dos endereços comerciais mais nobres da capital, a rua Euclides da Cunha, por exemplo. ”Seria mais uma loja, apenas isso e não teria o conforto que queremos levar as clientes”, diz Alexsandra.

As irmãs Alexsandra e Deyse.As irmãs Alexsandra e Deyse.

Em 4 meses, o negócio virou sucesso e é motivo de fotos e muitas perguntas por onde as duas passam. Por dia, as irmãs chegam a rodar 100 quilômetros, mas para atingir isso, foi preciso muito trabalho e paciência, por conta da burocracia, comenta Deyse.

Segundo ela, uma das dificuldades enfrentadas, já que o tipo de negócio é novidade, é que a prefeitura não possui regra específica para uma loja ambulante. “O bombeiro vai vistoriar o carro? Não tem como, mas conseguimos o alvará, depois de muitas explicações”.

Como sofre com a dificuldade de achar roupas plus size, Deyse fez questão de colocar na loja tamanhos que vão do manequim 34 ao 50, peças a partir de R$ 100,00. Também há várias formas de pagamento. Sem caderneta, para comprar, a cliente pode optar até pelo boleto bancário.

Para as irmãs não tem hora ruim e a loja itinerante fica aberta o dia todo. “Já fui salvar cliente meia-noite”, relembra Alexsandra. Para chamar a loja, o telefone é 9985.5336 ou 9207.2215.

Com provador dentro de van, vendedora troca sacolas por boutique delivery



Meus mais sinceros parabéns a tia Deyse, e a sua irmã. Ideia muito boa, fico muito feliz em saber que o negócio faz tanto sucesso.
 
Alicio Júnior em 03/12/2013 15:02:22
Caro Jose Augusto, sim já existe em alguns locais, mas na nossa Campo Grande, em nosso Mato Grosso do Sul é novidade, e graças a Deus muito bem recebida.Quanto a sua preocupação com os devidos impostos, a Empresa foi constituída dentro da lei em todas as formas, e os impostos pertinentes são iguais os cobrados a qualquer loja "fixa", a empresa tem as mesmas obrigações, e as cumpre.O diferencial da Boutique que se locomove é a facilidade que levamos às nossas clientes.Obrigada por se preocupar.
 
Deyse Nogueira em 04/11/2013 10:39:14
Bom, isso não é novidade no Brasil. Já existem diversas lojas assim. Minha dúvida é a respeito dos impostos? Sendo que muitas lojas físicas pagam impostos que com certeza as empreendedoras não pagam. Aqueles que tiverem essa informação, postem aqui nos comentários.
 
José Augusto em 02/11/2013 18:46:51
PARABENS AS DUAS IRMAS!!! FALTA SOMENTE INCLUIR A RECCO....ACHEI O MAXIMO, ALEXSANDRA...
 
RICARDO DIPE em 02/11/2013 14:36:15
Realmente a ideia foi Otima, Parabens a Vces Meninas, mais muito cuidado cm os Marginais fiquem atenta e ligadas a esses Meliantes.
 
Paulo Jorge de Souza em 01/11/2013 20:19:37
Parabéns meninas pelo esforço, tiro o chapéu para vcs pois é assim mesmo quem quer vai a luta e vcs foram....
 
Graciela Alves Da Silva em 01/11/2013 18:30:44
O Sr. Fernando Silva da Polícia Militar, está corretíssimo. Tem que tomar cuidado, principalmente agora final de ano e os atendimentos de pessoas desconhecidas.
 
Amélia Vieira em 01/11/2013 18:20:21
Sou cliente da Ale, as roupas que ela vende são lindas, de muito bom gosto. A ideia da van foi ótima, ficou charmosa e aconchegante. Parabéns Ale e Dayse, que Deus abençoe vocês grandemente. Muito sucesso.
 
Cristiane Maciel em 01/11/2013 18:06:20
SE QUISEREM REALMENTE GANHAR DINHEIRO VIAGEM PARA AS CIDADES DO INTERIOR DE NOSSO ESTADO, CHAPADÃO DO SUL POR EXEMPLO É UM LUGAR LONGE DE TUDO E ONDE A CIDADE INTEIRA É RICA, A CLASSE MÉDIA TRABALHA EM FAZENDAS E É LÁ QUE ESTÁ O FOCO DA CLIENTELA. PARABENS.
 
maximiliano nahas em 01/11/2013 15:08:49
Muito criativo.... um charme essa van, fiquei impressionada e elas atendem muito bem.
 
Mileide de Aguiar Marques em 01/11/2013 14:44:00
que ideia maravilhosa, meninas vcs estão de parabéns pela iniciativa e competência ....
 
marcio benites em 01/11/2013 14:17:04
Eu quero parabenizar vcs duas!Fiquei encantanda!Muita sorte e muito sucesso!
 
Thais Borges em 01/11/2013 13:28:25
Parabéns as irmãs Alexsandra e Deyse, duas valentes empreendedoras visionárias. Mas, por favor, cuidado. Muito cuidado com esses atendimentos "de urgência", sobretudo agora, com a divulgação inclusive do nº de telefone. Espero que, fora da rotina, vocês só atendam clientas conhecidas, e, preferencialmente, verificando informações antes de atenderem chamadas para visita. Abraços e muito sucesso. Fernando - Policial Militar
 
Fernando Silva em 01/11/2013 12:10:54
Cara, o Brasileiro é muito criativo mesmo. Show de bola essa idéia.
 
jose carlos em 01/11/2013 10:56:55
parabéns excelente ideia
.......sucesso!!!
 
marcia aguiar em 01/11/2013 10:53:41
Nossa meninas que idéia ótima. Sempre tive vontade de fazer um negócio assim desde o ano de 2005 quando vi uma galerinha aqui de Santos vendendo bolsas numa caminhonete decorada lindamente. Quem sabe um dia eu faça para vender minhas peças de patchwork....pq vendo vcs tão lindas e bem instaladas, o ânimo volta. Beijos e $UCE$$O AINDA MAIS.
 
Célia Regina Olivier Marteleto em 01/11/2013 10:17:46
Excelente ideia essa de Boutique Delivery! Fora a ideia de colocar roupas de tamanhos "especiais", que a gente sempre precisa e nunca acha!!!
Parabéns!
 
Mériele Oliveira em 01/11/2013 09:16:14
Parabéns, sucesso, você é uma empreendedora de mão cheia.
 
Marcos Wild em 01/11/2013 09:14:40
Parabéns pela iniciativa, pena q tem a burocracia governamental para atrapalhar.
 
LUIZ ALBERTO FIGUEREDO em 01/11/2013 08:53:26
A Alexsandra é vendedora nata, paciência de Jó...rs
Além disso, as peças são de muito bom gosto! Lindas de viver!
 
Priscila Baggio em 01/11/2013 08:49:09
Essas são Empreendedoras!! definiram bem! parabéns empreendedorismo é mais q abrir um negocio é ser criativo e inovador!
 
kleris da rocha em 01/11/2013 08:28:46
Bela matéria,bela ideia!Parabéns pela criatividade!Mulheres, sempre a frente!
 
renata christóforo em 01/11/2013 08:21:12
Já comprei da Alê, uma excelente vendedora com muito bom gosto, as roupas são lindas. Vale mesmo a pena conferir. Boa sorte!
 
Luciana Viegas em 01/11/2013 08:01:26
Parabéns para essas empresárias.
Isso sim é um exemplo de empreendedor!
 
Elizandra Dutra em 01/11/2013 07:26:52
Isso é prova de quando se quer fazer alguma coisa você consegue, que sirva de exemplo para as pessoas que fica só chorando esperando cair do céu...vamos a luta as mulheres tem capacidade, para fazer muito mais...bjus
 
TAHIS COUTO em 01/11/2013 07:16:24
nossa amei, já tive um sonho assim adoro ta em contato com pessoas, vender então é um otimo negócio, parabéns......
 
luciene ibarra em 01/11/2013 07:15:43
Genial!!! Ontem mesmo vi uma van passando no Parque dos Poderes e achei o máximo!!!! Sucesso a vcs, meninas!!!!
 
Daniela Rocha em 01/11/2013 07:07:50
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.