A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

04/11/2013 06:55

No calorão de Campo Grande, por que não usar sombrinha ou chapéu?

Lado B
No calorão de Campo Grande, por que não usar sombrinha ou chapéu?
Primavera total com chapéu e flores.Primavera total com chapéu e flores.

Parece coisa de velha, mas o chapéu ou as sombrinhas podem ser questão de sobrevivência em uma cidade com temperaturas altíssimas. Principalmente, para a pele.

Veja Mais
Canal masculino de moda tem tradução em libras para democratizar acesso
Tem gosto pra tudo...Agora, até para combinar gravata de madeira com camisa

Tem horas que nem o filtro solar adianta, por isso, o Lado B faz a propaganda do clássico chapéu e do bom humor que pode acompanhar uma sombrinha. Para dar coragem, separamos algumas imagens de mulheres “estilosas”, bem protegidas no Verão.

O modelo Panamá ainda é a certeza de quem não quer errar. Na chapelaria mais antiga da cidade, na rua 14 de Julho, o modelo sofisticado custa R$ 300,00, importado e com pelo de lebre. Também há peças mais simples, com fibras naturais, a partir de R$ 130,00.

Como as coleções de Verão já estão nas araras das lojas de departamento, não falta opção de cores e detalhes por lá, com preços bem mais baratos, apesar de durabilidade duvidosa.

Na Renner, os valores começam em R$ 39,90. Na Riachuelo, o que mais tem é o estilo jazz, com a aba menor, por R$ 29,90. Pelo Centro, nas lojas de acessórios, também é possível encontrar modelos populares, alguns exagerados no colorido, por R$ 25,00.

Mas se o caso é não esquentar a cabeça com chapéu, uma sombrinha resolve os excessos de sol com bom humor. Nas Americanas, as peças têm estampas variadas a partir de R$ 20,00.

Na Imaginarium, o patinho que antes ficava no banheiro agora está no cabo da sombrinha, para sair na rua sem perder a graça.

Sombrinha com o patinho para quebrar a monotonia.Sombrinha com o patinho para quebrar a monotonia.
Peça custa R$ 99,90.Peça custa R$ 99,90.



EU PARTICULARMENTE QUERIA USAR CHAPÉU NO MEU DIA DIA, MAS FICO COM MEDO DE ERRAR...AS PESSOAS SÃO MUITO PRECONCEITUOSA, MAS VOU ATÉ LÁ NA RENNER VER ESSES MODELOS MAIS BARATOS, VOU TENTAR ENCARAR...AFINAL NOSSO SOL É UMA LOUCURA...OLHA O CANCER DE PELE, VAMOS NOS PREVINIR....
 
TAHIS COUTO em 27/11/2013 13:58:09
esta cultura não emplaca em C.Grande porque aqui o povo tem mania de riqueza, acha
que quem anda de chapéu e sombrinha a tira colo é pé rapado, usuário de transporte
coletivo etc... Cidade de quebrados metidos a facão sem cabo.
 
oziel sortica em 04/11/2013 14:29:05
Penso que seja uma questão cultural, talvez por vincularem o chapéu apenas ao meio rural, ao campo..... Eu sou adepta do chapéu de aba menor, bem feminino e que protege muito bem o rosto nos dias de sol e calor intensos.
Eu tinha um certo "pré-conceito", mas quando ganhei um chapeuzinho que minha mãe trouxe do nordeste me apaixonei e não larguei mais....
Recomendo!
 
Crislaine Oliveira em 04/11/2013 09:13:04
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.