A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

31/05/2014 07:24

Em Brasília, restaurante vende sobá e espetinhos do jeito sul-mato-grossense

Anny Malagolini
(Foto: Divulgação)(Foto: Divulgação)

Ao invés de se adaptar ao novo endereço, o analista de sistemas César Alexandre Ferreira, de 39 anos, quis levar um pouco de Campo Grande para Brasília. Há dez meses abriu a Sobaria.Net, que vende também espetinhos do jeito tipicamente sul-mato-grossense, com mandioca e vinagrete.

Veja Mais
Bar serve comida alemã e cliente ainda pode conhecer fábrica de cerveja
Mistura de peruana com oriental, tendência para 2017 é cozinha que une 2 países

Desde 1984, ele já foi e voltou de lá incontáveis vezes, até que em 2012 se fixou de vez no Distrito Federal.

Ele levou daqui a receita do caldo do sobá, aprendido em uma lanchonete na rua Brilhante. A massa, quem ensinou foi uma japonesa que tem barraca na Feira Central, e assim o prato foi ganhando gosto em Brasília.

Em um dos primeiros encontros com os novos amigos, o sobá foi apresentado. “Não conheciam, mas não teve ninguém que não gostou”, conta. Um deles, inclusive, é dono de restaurante e, de brincadeira, deixou que o campo-grandense fizesse o sobá para distribuir aos clientes, de graça.

César conta que Brasília possui uma grande colônia japonesa, assim como Campo Grande, então, ter clientes era algo garantido, por isso logo veio o restaurante próprio. O sobá no tamanho pequeno custa R$ 10,00, e o grande sai por R$ 18,00.

No espaço alugado por César, antes funcionava um bar. Para não perder os antigos clientes, ele manteve o espetinho que já fazia parte do cardápio, mas com uma “leve” alteração. Ao invés do feijão tropeiro, acompanhamento obrigatório do churrasco brasiliense, ele colocou mandioca e vinagrete. “Nem explico, a não ser que perguntem o motivo da mudança”, comenta.

Entre quem entra, alguns são sul-mato-grossenses, o que fica claro na forma de comer. “Se colocam Shoyu na mandioca já sei que é de Campo Grande”, explica o empresário.

Outra diferença segundo ele é o tamanho do espeto, que é menor que o tradicional vendido aqui. “Eles não gostam tanto de carne como nós”, explica. Por conta disso, o preço é menor: R$ 5,00. Para acompanhar, são vendidos separadamente mandioca e vinagrete. A porção custa R$ 2,50.

Carnes como maminha, carne de sol e picanha são assadas e servidas em formato de bife. A porção custa R$ 12,00. Também há espetinhos de coração, frango, queijo coalho e costelinha de porco.

Se algum sul-mato-grossense for a Brasília e quiser aparecer, o endereço da sobaria é CLN 314, Bloco A, loja 39, Asa Norte. O local funciona de terça a sábado, a partir das 18 horas. 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.