A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

08/11/2016 08:16

Guavira é a estrela de evento gastronômico com pratos de até R$ 15,00

Thailla Torres
Guavira é a estrela do evento. (Foto: Marcos Ermínio)Guavira é a estrela do evento. (Foto: Marcos Ermínio)

A fruta está no pé e de 25 a 27 de novembro tem "Cata Guavira" em Bonito, evento gastronômico onde a fruta típica do Cerrado é estrela da culinária. Em três dias, chefs de cozinha vão passar segredos e receitas, desde o cultivo, até a mesa.

Veja Mais
Aproveitando época da guavira, chef ensina petit gâteou e brownie da fruta
Hamburgueria K Burguer traz deliciosas novidades

"Nosso objetivo é mostrar que a guavira tem o seu potencial e que a gastronomia é o nosso cartão de visitas. Nosso intuito é também ir além de Bonito, com planos futuros de estar sempre incrementando festivais que já existem na cidade", explica a chef de cozinha e idealizadora do evento, Letícia Krause.

Letícia quer valorizar a culinária regional. (Foto: Marcos Ermínio)Letícia quer valorizar a culinária regional. (Foto: Marcos Ermínio)

O nome "Cata Guavira" surgiu naturalmente, como a expressão de quem já catou muita fruta do pé em Mato Grosso do Sul. "Conheci a guavira em 2010 e vi as pessoas indo catar no mato. Fiquei sabendo que já havia um festival, mas vi ali um potencial que não era tão explorado", justifica. 

Neste ano, o evento terá palestras de gastronomia, oficinas para adultos e crianças, além de degustações. Em uma feira popular na Praça da Liberdade, os chefs apresentarão comidinhas a preços populares. Os pratos irão custar R$ 15,00.

Para a edição de 2016, foram convidados os chefs Mara Salles, Dagoberto Torres, Vivi, Edu Rejala, João Canto, André Vitalitano, Hugo Rodas e Mario Portella.

Mas nem só de fruta o evento vai ser feito. "É muito importante porque haverá palestras com chefs que exploram o que tem de melhor na nossa região, mas com técnicas muito bem elaboradas. A chef de cozinha Mara Salles vem de São Paulo e vai ensinar sobre a mandioca. Todo mundo conhece, mas poucas pessoas também sabem fazer um tucupi", diz sobre algumas das receitas que serão ensinadas.

Outro destaque é o chef de cozinha André Vitaliano, que vai ensinar como tirar espinho do peixe de rio, trabalhando com o pacu. Entre as palestras, estão a importância de levar a culinária regional para as fronteiras com especialista em especiarias, Elida Aivi, que há 12 anos trabalha com frutas do Cerrado.

"Trabalho com todo tipo de fruta do Cerrado. Fui representante do Slow Food na Itália e levei a nossa rapadura de bacuri, guavira e bocaiúva", destaca Elida.

Cata Guavira acontece de 25 a 27 de novembro. (Foto: Marcos Ermínio)Cata Guavira acontece de 25 a 27 de novembro. (Foto: Marcos Ermínio)
Bolinho de mandioca feito com guavira. (Foto: Marcos Ermínio)Bolinho de mandioca feito com guavira. (Foto: Marcos Ermínio)

Durante o lançamento em Campo Grande nesta segunda-feira, um dos sabores apresentados foi o bolinho de mandioca frito, desenvolvido pelo chef de cozinha João Canto, com especiarias de guavira e um toque de pimenta. O prato foi servido com suco de guavira para acompanhar, que segundo o especialista Almiro Kelm, não é algo simples de fazer.

"Utiliza-se somente a polpa. Mas não pode ser processada com a casca e depois coada, porque depois de um certo tempo você sente o amargo. Deve ser separado, porque a casca é utilizada para especiarias", explica Almiro, que dará uma palestra sobre a utilização da especiaria de guavira ao lado dos chefs João Canto e Dedê Cesco.

O evento acontece em Bonito de 25 a 27 de novembro. Inscrições para cursos, oficinas e o almoço beneficente com os chefs no Hotel Zagaia podem ser adquiridos pelo site. Informações pelo telefone: (67) 3301-8915. 

Confira a programação completa aqui.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.