A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

24/05/2015 07:45

Inglesa descobre talento criando bebidas autorais em restaurante mexicano

Aline Araújo
Sonia preparando um drinque. (Foto: Fernando Antunes)Sonia preparando um drinque. (Foto: Fernando Antunes)

A conversa com a inglesa Sônia Haithcoolk, de 31 anos, começa com ela falando sobre a paixão dos ingleses por bebidas. “Lá se bebe muito mais que aqui, e eu sempre gostei muito de criar, experimentar e fazer bebidas novas”, conta. Foi assim que assumiu o papel de barwoman no restaurante Muchachos.

Veja Mais
Batata de frigideira recheada é carro-chefe de truck que percorre feiras
Ex-gerente de fast food vende Nakedtone, além de pizza que é jantar e sobremesa

Ela é psicologa e desde que veio morar no Brasil, há dois anos, também ministra aulas de inglês. Mas cuidar do bar do restaurante é um hooby que ela gosta muito. Insatisfeita com o sabor das bebidas que encontrava, resolveu criar receitas novas.

Strawberry Sensation (Foto: Divulgação)Strawberry Sensation (Foto: Divulgação)
Bananarama. (Foto: Divulgação)Bananarama. (Foto: Divulgação)

 

 

 

 

 

 

 

“Eu preparava drinques em casa, para os amigos e as pessoas diziam que era muito gostoso. Então, como eu gosto, decidi cuidar do bar”, conta.

No cardápio, alguns drinques especiais são dela, autorais ou versões das bebidas mais clássicas. Como o Bananarama, uma bebida cremosa a base de banana, licor, rum, sorvete e chantili, tem característica doce, mas com a suave presença do rum.

Outro drinque que está entre os preferidos dela é o Lemon Drop Martini, com vodka, suco de limão siciliano e açúcar. Ela garante uma mistura cítrica bem saborosa, uma das suas combinações preferidas. Assim como o Strawberry Sensation, com morango e chantili. “É difícil escolher algum, eu gosto de vários”, conta.

Sempre que volta à Inglaterra, para visitar a família, passa por alguns bares para ver se encontra novidades, algo que possa ser adaptado por aqui.

A união entre a inglesa e o marido brasileiro já tem 12 anos, 10 vividos lá. Mas ela conta que gostou do Brasil, só demorou um pouco para se acostumar com o nosso calor.

Para quem gosta de beber em um copo bonito, e todo decorado, mas sem álcool, ela incluiu algumas opções no cardápio também.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.