A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

23/10/2015 06:34

O negócio deu tão certo na cidade, que já tem japonês vendendo chipa paraguaia

Lucas Arruda
Chiparia foi aberta na terça-feira por uma família de japoneses (Foto: Marcos Ermínio)Chiparia foi aberta na terça-feira por uma família de japoneses (Foto: Marcos Ermínio)

Na hora em que pensamos em um japonês na cozinha lembramos de sobá, sushi, temaki e outros pratos tipicamente japoneses. Mas outro negócio tem dado tão certo na cidade que Tamotsu Mori resolveu abrir a "Chiparia do Japa", bem no Centro de Campo Grande. Lá, um dos ícones da nossa culinária é vendido por 1 real, como se tornou comum em vários outros estabelecimentos.

Veja Mais
Hamburgueria K Burguer traz deliciosas novidades
Com kibe cru, sushi árabe tem recheios tradicionais e coalhada ao invés de shoyu

Mori é técnico de motores, mas não atua em sua área há bastante tempo. Depois de ficar desempregado resolveu inovar. “Não queria voltar para este serviço, é muito pesado para mim, estou numa idade avançada para fazer serviço muito pesado”, justifica ele, aos 63 anos.

Mori não quis abrir um estabelecimento de comida japonesa por acreditar que teria um rendimento melhor com chipaMori não quis abrir um estabelecimento de comida japonesa por acreditar que teria um rendimento melhor com chipa

A necessidade de se ter uma renda para pagar as contas de casa e até ajudar um dos filhos, que está na faculdade, o fez pensar na chiparia. A esposa botou a mão na massa e foi em busca de aprender a fazer o salgado. Mas não é só ela que o prepara lá, há um outro funcionário.

O lugar ainda é novo, foi aberto na terça-feira. Apesar do pouco tempo já chama atenção, não só pelo preço baixo, mas pela origem oriental, já que a chipa surgiu com nossos vizinhos de fronteira.

No entanto, o dono garante que o produto é de qualidade. “Japonês também sabe fazer chipa, não vou dizer que fica tão saborosa quanto as do que as inventaram. O que posso afirmar é que somos limpinhos e caprichosos”, assegura.

Ele já teve sobaria aqui em Campo Grande e não quis voltar ao ramo por acreditar que a chipa pode lhe dar um rendimento melhor. “Hoje sobá não está fazendo tanto sucesso, o que se vende mais é o sushi e não tinha o investimento para abrir um. Estou gostando de trabalhar aqui também”, destaca.

O negócio ainda não atingiu a meta estipulada por ele. Porém está seguro, já que está aberto há três dias somente e costuma vender em média 400 chipas por dia. De acompanhamento, ainda ganha servindo suco que custa R$ 2,00.

Com o tempo ele pretende expandir o negócio. “Eu e minha família temos a intenção de abrir mais três ou quatro lojas, essa é só a primeira. E tenho como meta vender de 1500 a 2 mil chipas por dia”, detalha.

A Chiparia do Japa fica na rua Rui Barbosa 2336, Centro. Eles funcionam de segunda a sexta das 6h às 17h30 e no sábado das 6h às 12h. Informações pelo telefone3015-5100.

Mori é técnico em motores, mas não quis voltar para a profissão por estar com uma idade avançada (Foto: Gerson Walber)Mori é técnico em motores, mas não quis voltar para a profissão por estar com uma idade avançada (Foto: Gerson Walber)



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.