A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

21/10/2016 06:58

Panquecaria na Vila Popular é sonho de arquiteto que deseja ver o bairro crescer

Naiane Mesquita
Panqueca Pantaneira tem carne seca e banana com mandioca acompanhando (Foto: Alcides Neto)Panqueca Pantaneira tem carne seca e banana com mandioca acompanhando (Foto: Alcides Neto)

Resistência é quase o sobrenome de Samuel. Arquiteto, ele conciliou os projetos e a sala de aula para investir no próprio negócio. O restaurante Santa Panqueca foi completamente idealizado pelo mineiro, que apostou no tempero para atrair os clientes que moram na Vila Popular e bairros da vizinhança.

Veja Mais
Ex-gerente de fast food vende Nakedtone, além de pizza que é jantar e sobremesa
Com ingrediente mais importante, chef reúne alunos com down para ensinar ceviche

Decoração pode ser feita pelo cliente em troca de desconto (Foto: Alcides Neto)Decoração pode ser feita pelo cliente em troca de desconto (Foto: Alcides Neto)
Clientes deixam escritos na parede (Foto: Alcides Neto)Clientes deixam escritos na parede (Foto: Alcides Neto)

O movimento ainda não está firme, mas ele insiste que manterá o estabelecimento no bairro que adora. "Muita gente fala que eu deveria ter aberto no centro, mas eu moro aqui, gosto do bairro e quero crescer na região", afirma.

Aos 39 anos, Samuel Coelho Lima toca o restaurante ao lado da esposa Polyana Lima. Os dois combinam as habilidades na cozinha, sendo que ela faz a massa e ele o recheio. O carro-chefe é a panqueca, que tem vários sabores, da tradicional carne moída até bacalhau.

"Panqueca é uma receita da infância, um prato simples que todo mundo gosta, mas que pode ser trabalhada para algo mais sofisticado, com o bacalhau", explica Samuel.

As massas também tem alteração no sabor, com a opção integral e verde. "Cada panqueca tem o nome de um País ou região, como a portuguesa ou pantaneira. Utilizo ingredientes que são típicos da localidade para se aproximar do nome", ressalta.

Samuel é arquiteto por formação e cozinheiro por amor (Foto: Alcides Neto)Samuel é arquiteto por formação e cozinheiro por amor (Foto: Alcides Neto)

A pantaneira, como o nome sugere, é feita de carne seca, banana, creme de leite e tem o acompanhamento de mandioca frita. O preço é de R$ 15,00. A versão "dos states", a americana, tem salsicha envolta em tirar de bacon frito e molho barbecue, com requeijão e batata palha.

Um dos destaques é a Portuguesa, com lascas de tipo bacalhau, azeitona preta, cebola roxa e ovo cozido de acompanhamento. Todos os pratos acompanham molho e arroz branco.

Samuel tem cuidado para montar os pratos, deixando sempre um mimo em cada receita, como a mandioca da Pantaneira ou a Japonesa, feita com frango xadrez e fios de lâmen frito. "Quis fazer uma brincadeira com a Japonesa, sei que o frango é chinês, mas o lâmen que é bem tradicional eu inclui. Ficou algo mais oriental", frisa.

Panqueca de massa verde tem bacalhau (Foto: Alcides Neto)Panqueca de massa verde tem bacalhau (Foto: Alcides Neto)

Com esse detalhismo que o mineiro pensou em tudo. A decoração tem um espaço para os clientes escreverem a opinião e cada um pode colaborar com o estilo. "Quem trouxer uma camiseta de time, um objeto de decoração ganha 10% de desconto na compra de uma panqueca. Quero que o restaurante tenha essa colaboração dos clientes", conta.

As mesinhas do lado de fora completam o ar despojado. "Quero que as pessoas se sintam tranquilas, confortáveis, ninguém precisa ter receio de vir aqui, é um lugar feito para quem mora da região até o Centro", indica.

A Santa Panqueca fica na rua Antônio Sobreira, 294, Vila Popular. Informações pelo telefone (67) 99146-4287 ou na página do Facebook. 




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.