A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

20/07/2014 10:30

Restaurante abre as portas com quitanda e pastel até de abobrinha aos domingos

Paula Maciulevicius
Agora todo domingo será assim: de portas abertas, na rua 13 de Maio, com verduras e legumes. (Fotos: Paula Maciulevicius)Agora todo domingo será assim: de portas abertas, na rua 13 de Maio, com verduras e legumes. (Fotos: Paula Maciulevicius)

Que o domingo não tem muito o que fazer pela cidade, isso já é fato. Diferente de outras capitais, onde a manhã do dia de descanso têm feiras livres e exposições, Campo Grande não tem lá muita opção. Só que ao invés de reclamar, os donos do restaurante São Chico, decidiram agir. Agora todo domingo será assim: de portas abertas, na rua 13 de Maio, com verduras e legumes, pastel e doces para quem quer comprar, passear e ainda fazer uma boquinha pelas ruas do bairro são Francisco.

Veja Mais
Manga Park comemora 1 ano com descontos, música ao vivo e atrações para crianças
Bar serve comida alemã e cliente ainda pode conhecer fábrica de cerveja

O restaurante, recente na Capital, alia sabor à veia alternativa. O espaço, além de ser uma graça por dentro, tem como donos gente que se preocupa em fomentar a cultura daqui. A proprietária Camila Santana, de 29 anos, conhecida entre os amigos e fregueses como Kite, foi quem teve a ideia da "Quitandinha do São Francisco".

A proprietária do restaurante, Kite, é quem frita na hora os pasteis. A proprietária do restaurante, Kite, é quem frita na hora os pasteis.

"Para ter mais variedade, fazer as pessoas saírem um pouco da mesmice. A gente está querendo que as pessoas saiam de casa, vejam o trabalho dos artistas de Campo Grande. Tem que animar a sociedade onde a gente vive, não ficar só reclamando e não agir nada", explica.

O corredor ao lado do restaurante foi tomado pelo verde das folhas em uma banquinha. As verduras são colhidas da própria horta da família e vendidas a um preço bem acessível. De R$ 2 a R$ 3 a unidade e tem alface, rúcula, couve, brócolis, agrião, tomate, cebola, salsinha, cheiro verde e por aí vai.

Além de sair com sacolas, o cliente escuta boa música na calçada e pode deliciar um pastel. Os sabores disponíveis são os tradicionais, queijo, carne, bacalhau e até abobrinha com cenoura. E foi neste que eu apostei. Massa crocante, pastel sequinho e bem recheado. Os valores vão de R$ 3 até R$ 5 dependendo da escolha do recheio.

Marileide pretende voltar no próximo domingo e ainda trazer o neto para provar um pastel.Marileide pretende voltar no próximo domingo e ainda trazer o neto para provar um pastel.

Kite conta que além da quitanda, oferece o espaço também à noite, durante a semana. Por cursar aulas de Gastronomia, ela quer trazer os aprendizes da arte para eventos gastronômicos. "Lá na escola a gente só aprende a prática, mas e a correria do atendimento? Quem quiser vir cozinhar aqui para a galera, está aberto", anuncia.

A ideia da cozinha aberta ainda não chegou aos ouvidos da clientela, mas os olhos que encaram o verde viçoso das verduras, não conseguem sair sem nada levar da quitanda. A funcionária pública Marileide da Silva Ferreira, de 49 anos, foi uma delas.

Rodeou, rodeou, mas enquanto esperava o ônibus resolveu parar para ver e levar. "As verduras estão bonitas, bem verdinhas e viçosas. Mas isso aqui assim, de quitanda mesmo é que eu não via há muito tempo. Já perguntei se vai estar aberto todo dia, porque as às vezes a gente sai para comprar e tem que levar o que acha, mesmo que não atraía. Este atraiu e o preço está bom", propaga. Marileide pretende voltar no próximo domingo e ainda trazer o neto para provar um pastel.

A Quitandinha do São Francisco abre todo domingo, das 8h às 13h30, na rua 13 de Maio, 4.551, ao lado do Comper.

As verduras são colhidas da própria horta da família.As verduras são colhidas da própria horta da família.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.