A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

05/11/2015 06:17

Tapiocaria faz rodízios uma vez por semana e serve 28 sabores, com menu fit

Naiane Mesquita
A tapioca fitness leva peito de peru e tomate seco. (Foto: Gerson Walber)A tapioca fitness leva peito de peru e tomate seco. (Foto: Gerson Walber)

Ao todo são 28 sabores de tapioca e você ainda tem a opção de comer todos (ou quase) durante o rodízio realizado sempre aos domingos na Divina Tapiocaria. Pode parecer muito, mas para conseguir cumprir a missão, a proprietária e cozinheira do local, Maria Divina da Silva Almeida, decidiu padronizar em formas pequenas para facilitar a empreitada.

Veja Mais
Batata de frigideira recheada é carro-chefe de truck que percorre feiras
Ex-gerente de fast food vende Nakedtone, além de pizza que é jantar e sobremesa

Crepioca agora faz sucesso entre os saudáveis. (Foto: Gerson Walber)Crepioca agora faz sucesso entre os saudáveis. (Foto: Gerson Walber)

A tapiocaria que foi aberta há pouco mais de um ano na rua 14 de julho surgiu como mais um dos projetos de vida de Maria Divina. Nascida no Maranhão, ela se mudou para Campo Grande há 27 anos em busca de uma oportunidade de emprego.

“Cheguei com 24 anos, sozinha, para fazer o concurso da Polícia Militar. Quando desci do ônibus, senti que aqui era o meu lugar. Nasci em Timon, interior do Estado e divisa com Terezinha, no Piauí. Acabei passando no concurso, mas nunca assumi. Com o tempo entrei na área de saúde, fui técnica de enfermagem e técnica de laboratório, profissão que ainda mantenho”, afirma.

Em Campo Grande, Maria Divinha casou, teve três filhas e dois netos. Foi só após a separação que o desejo de montar a tapiocaria surgiu. “Eu me aproximei da igreja e durante os eventos eu fazia tapiocada. É um prato típico do Maranhão. Meu brinquedo foi uma enxada na roça, lembro de todo o processo para fazer a farinha, e eu guardei isso para a vida toda”, ressalta.

O espaço da tapiocaria ainda é pequeno, mas aconchegante. As mesas são simples e ainda há opção de comer no balcão. Durante o Carnaval que acontece próximo a Estação Ferroviária, a tapiocaria costuma encher.

Maria Divina abriu a tapiocaria há 1 ano lembrando da infância no Maranhão. (Foto: Gerson Walber)Maria Divina abriu a tapiocaria há 1 ano lembrando da infância no Maranhão. (Foto: Gerson Walber)

Para que a tapioca seja fresca, Maria Divina compra saca de 25 quilos de polvilho, molha e peneira todos os dias. “O cardápio foi eu que montei, nem consigo escolher um sabor que eu gosto mais. Eu adoro todos, fiz uma degustação para chegar nesses produtos”, ressalta.

O carro-chefe da casa é a Moda Divina, com bacon, ovo, queijo, azeitona, cebola e orégano. A pequena custa R$ 10,00 enquanto a grande R$ 17,00. Vale ressaltar que a pequena tem porte de grande, principalmente pela quantidade de recheio.

O preço se mantém assim em quase todas as opções. Ainda há um cardápio doce, como de banana que custa R$ 8,00 e R$ 15,00 e chocolate, com o preço de R$ 9,00 e R$ 16,00. “Incluímos também a tapioca fitness, com peito de peru e a crepioca que tem feito sucesso agora”, frisa. O rodízio custa R$ 30,00. 

A Divina Tapioca fica na Rua 14 de Julho, nº 3045. Informações na página do Facebook e também pelo telefone (67) 9235-0941. O horário de funcionamento é das 14h às 22 horas, de segunda à sábado, e das 19h às 22 horas, domingo e feriados.

Curta o Lado B no Facebook.




imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.