A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

16/03/2012 18:40

O caso da cadela Mel, apenas um entre muitos maus-tratos a bichos

Paula Maciulevicius
Mel sofreu chutes, está sem andar e sem lar. (Fotos: Marlon Ganassin)Mel sofreu chutes, está sem andar e sem lar. (Fotos: Marlon Ganassin)

A vira-lata Mel é ainda mais carismática ao vivo. Com o olhinho pidão ela ganhou quem foi conhecê-la na clínica onde está passando por tratamento. A cadelinha não consegue ficar nem parada no balcão sem uma mãozinha para sustentar. A violência que ela sofreu a deixou sem andar e sem firmeza nas patas de trás. O caso ganhou repercussão nas redes sociais e já está sendo investigado pela Decat (Delegacia Especializada de Repressão de Crimes Ambientais e Proteção ao Turista), onde, só este ano, já são 45 denúncias por maus-tratos a animais.

Veja Mais
Vira-lata apanha, fica sem andar, gera comoção na internet e agora centenas querem adotar "Mel"
Tempestade e fortes ventos devem atingir MS nesta quarta, alerta instituto

Os veterinários chegaram a pensar em eutanásia num primeiro momento, hoje descartam a possibilidade. Os cinco veterinários que compõe o quadro do consultório estão de prontidão e outros tantos profissionais também. Por meio do apelo às redes sociais, com milhares de compartilhamentos, além de remédios, a cadeira de rodas que mais para frente será útil a Mel, veterinários também estão solidários.

Mel deu entrada na clínica no último dia 27, ainda vai passar por exames de raio-x, ortopédicos e de especialistas na área. O que já foi constatado, a lesão na coluna e a fratura na tíbia tornam mínima, quase inexistente a esperança de que a vira-lata volte a andar.

Segundo a veterinária responsável pelos cuidados à cadelinha, Ana Lúcia Salviatto, o homem que a trouxe disse, num primeiro momento, que já a encontrou machucada. Na segunda ida aos veterinários, acabou por confessar que era o dono de Mel e que o irmão foi quem a agrediu com chutes. Ele ainda tentou ficar com ela, mas por não ter condições, desistiu e a deixou para adoção.

“O que estamos tentando fazer é melhorar a qualidade de vida dela. A Mel precisa ter sustentação maior nas patinhas, para daí usar a cadeira de rodas, a flacidez muscular precisa ser revertida”, explica a veterinária.

No canil, a comoção é ainda maior. A cadelinha tenta se aproximar para brincar com quem chega, mas não consegue. Aos poucos as patinhas vão se abrindo e ela escorregando. A carinha dá ainda mais dó.

Nos primeiros momentos, quando a equipe do Campo Grande News se aproximou para pegá-la no colo, ela começou a urinar. A incontinência é mais uma das tristes consequências que pode restar a Mel.

Casos - Em 16 anos de experiência como veterinária, Ana Lúcia já vivenciou muitos casos. A média é de dois por mês. “É bastante comum, mas muitos deles nunca foram comprovados. Com isso do Facebook deu para ver que precisamos mudar essa mentalidade. Que precisa ser investigado e repassado para a Polícia”.

As centenas de compartilhamentos e a solidariedade fizeram com que a veterinária responsável tomasse uma medida até considerada rígida. Quem se candidatar a adoção terá de preencher um documento e será acompanhado pela clínica. Desde que está sob os cuidados da veterinária, Mel ficou adotada por uma hora. A pessoa levou para a casa e uma hora depois voltou para entregar, porque não iria dar conta.

Veterinária diz que esperança de que Mel volte a andar é mínima. Trabalho é para dar melhor qualidade de vida à cadelinha. Veterinária diz que esperança de que Mel volte a andar é mínima. Trabalho é para dar melhor qualidade de vida à cadelinha.

A clínica assegura que existe uma cliente que está disposta a ficar com Mel, apesar de todo os cuidados que a nova integrante da família exigirá.

“É crime sim” - A frase “É crime sim, é caso de Polícia sim” é da delegada responsável pela no caso de Mel, Suzimar Batistela. Maus-tratos a animais compõem a legislação de crime ambiental, tem investigação da Polícia, delegacia própria, pena e condenação. De janeiro até hoje, 45 denúncias já chegaram a Decat.

O caso da Mel começou a ser apurado pela delegada ainda na manhã desta sexta-feira, quando foi procurada pelo Campo Grande News. A violência contra Mel teve registro de boletim de ocorrência e a Polícia já pediu o laudo para juntar ao procedimento.

O dono e o irmão serão intimados e vão ter que responder pelo crime de maus tratos. A pena prevista é de três meses a um ano. “Existe um projeto de lei de majorar a pena. E vai ser muito bom, porque esta é uma violência que traz comoção social e a pena acaba sendo muito pouca”, ressalta Suzimar Batistela.

Os casos de maus-tratos são classificados como de menor potencial ofensivo e resultam em assinatura do TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) em que o autor se compromete a comparecer em juízo.

A Polícia trabalha em conjunto com o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses), pelas denúncias que chegam à delegacia, agentes do órgão vão até os locais para constatar os maus tratos. Segundo a delegada, o CCZ notifica com orientações o que deve ser feito em relação ao animal e dá um prazo para que o dono cumpra. Caso isso não ocorrer, a Decat pode expedir mandado de busca e apreensão do animal.

Só neste ano, 45 denúncias de maus-tratos já chegaram à Polícia. (Foto: Paula Maciulevicius)Só neste ano, 45 denúncias de maus-tratos já chegaram à Polícia. (Foto: Paula Maciulevicius)

Situação que está para acontecer.O dono de dois cães pit bull tinha até esta sexta-feira para comparecer à delegacia. Até o momento em que o Campo Grande News estava na delegacia, ele ainda não tinha aparecido, a denúncia era de que os cachorros não eram alimentados diariamente.

Crime - De acordo com a delegada, o que tipifica maus-tratos aos animais é: não dar comida e água diariamente, negar assistência veterinária, deixar o animal exposto ao frio, ou sol, obrigar a trabalhos excessivos, deixar sem ventilação ou luz solar, manter em locais pequenos e anti-higiênicos, manter preso permanentemente em correntes, abandonar, espancar, golpear, mutilar e envenenar.

“O que falta é consciência de que os animais são seres indefesos e principalmente os domésticos e domesticados precisam e dependem da pessoa para sobreviver. Animal dá trabalho e exige cuidado, se não for para tratar bem é melhor que não tenha”, declara a delegada.

A Polícia está aberta a denúncias por meio do telefone 3368-6144 ou ainda do e-mail decat@pc.ms.gov.br. No caso de maus-tratos com uso da violência, a delegada pede para que o denunciante tente fotografar ou filmar, para tornar a confirmação do fato mais fácil.

Para a cadelinha Mel, a ONG Fiel Amigo abriu uma conta bancária. As doações podem ser feitas pela Agência 34975 – Conta 21453-1, Banco do Brasil, no nome de Laura Elis Reis Junqueira.

Cadelinha tenta vir brincar com quem se aproxima no canil. Mas escorrega, cai e mal consegue se mexer. (Foto: Marlon Ganassin)Cadelinha tenta vir brincar com quem se aproxima no canil. Mas escorrega, cai e mal consegue se mexer. (Foto: Marlon Ganassin)



Sr Carlos Saldanha, para cuidar de crianças e idosos, o governo tem verbas para isso, agora vc já viu algum politico destinar verbas para cuidar de animais abandonados e mau tratados? As pessoas se emocionam com atos contra animais indefesos. Se não houver ninguém que faça nada por eles , quem ira fazer. Se vc não gosta, não maltrate. FICA A DICA
 
SÉRGIO MARQUES DE ALENCAR em 22/03/2012 10:26:53
Sr. Carlos Saldanha, inversão de valores é criticar alguém que faz alguma quando, na verdade, quem critica nada faz. Por falar nisso, quantos idosos e quantas crianças o senhor ajuda?!
 
Abrigo dos Bichos em 20/03/2012 07:36:36
Ao Sr. Carlos Saldanha, se não tem o que falar não diga nada, busque qualquer notícia no site sobre agressão contra criança, mulher, idoso, o que seja, o repúdio e indignação sempre acontece.
 
André Serra em 19/03/2012 10:41:00
Lamentável este Carlos Saldanha... Ser humano lamentável...
 
Victor Barone em 19/03/2012 05:49:14
Impressiona-me as pessoas fúteis como o Carlos Saldanha...cada um luta pelo que acha e o que deve....não tem o que falar CALE-SE....... procure ler mais, informe-se mais antes de falar qualquer besteira.....o que me espanta e pessoas como vc pensarem assim.....animal não é futilidade é uma vida como outra qualquer......´Fútil são pessoas desinformadas..... Punição máxima a esse ser.
 
Lucia Castro em 19/03/2012 01:27:38
CONCORDO COM A Agatha Suzuki, A PENA DEVERIA CONSTAR TBM PENSÃO COM DETENÇAO EM CASO DE NAO CUMPRIMENTO, CONSIDERANDO ABANDONO DE INCAPAZ.
 
KATIA AZEVEDO em 18/03/2012 05:29:44
Este olhar tão inocente mostra o quanto o ser humano pode ser covarde.....maltratar um animal que sem duvida é o melhor amigo do homem......
 
cristine amaral em 17/03/2012 12:51:24
estou com o coraçao partido,maldito ser humano ond a vida existe a mao d deus e pelo amor a deus nao odei as pessoas e principalmente os animais q apenas foram feitos pra nos amar sem na da entroca pedi eu tou mal com a realidade da mel mas ela vai ser feliz eu acredito
 
skarlath almeida silva em 17/03/2012 12:17:18
o cara que fez essa cruedade no meu ponto de vista nao podemos nem classificar como ser humano ele é um monstro..nao pode ficar solto na sociedade...Parabens a Doutora que esta cuidando da mel.. vou entrar na fila de adoção tbm....
 
ANDERSON DUARTE em 17/03/2012 11:02:55
realmente é muito triste e lamentavel ver uma cena dessa,fiquei sem palavras,nem acreditei,meu filho,minha filha e meu sobrinho ficaram chocados,desde de ontem não paro de rever as reportagens sobre a mel,tem que fazer alguma coisa com quem fez isso com ela,essa pessoa deve ser louco,se for precisa de tratamento,se ele não tiver nenhum
problema cadeia nele,e que mel se recupere logo.
 
rose brito em 17/03/2012 09:27:30
continuando... estes "senhores" deveriam pagar pelo tratamento da cadelinha Mel a vida toda pois e so assim que aparte da justiça sera feita, pois e no polço que as pessos sentem mais. Eles não vão ser presos,pois muitos que fizeram barbaridades com animais como briga de ringue , aquela mulher que matou a cadelinha na frente da filha e muitos outros. SO ESPERAMOS QUE A JUSTIÇA SEJA FEITA.
 
silvana baroni em 17/03/2012 08:45:58
quando as pessoas vão entender que os animais so trazem alegria para todos,se todos olharem para os lados vão ver que animais não são os de quatro patas mais sim os de duas ,porque pessam antes de agir, e são esses montros que não tem um pingo de respeito por estas crituras que DEUS pois no mundo, que tentão dizer com os olhos e o rabo abanando EU TE AMO cuida de mim.
 
silvana baroni em 17/03/2012 08:38:18
Isso é um absurdo!! uma falta de respeito com os animais, o coitadinho sem defesa alguma!! porque quem fez isso não chuta um Pit Bull adulto? Parabéns a veterinária que está cuidando da Mel ! Esse culpado merece pagar pelo que fez.
 
Fátima Dagher em 17/03/2012 08:16:27
NOS DA DÓ AO VERMOS UM SER HUMANO QUE DEVERIA SER DEFENSOR DOS ANIMAIS O MALTRATAR POIS É TRISTE AINDA SABER QUE TEM GENTE SEM AMOR NENHUM NO CORAÇAO, SE FEZ ISTO COM ANIMAIS IMAGINE COM CRIANÇAS QUE CHORAM E AS VEZES FAZEM MANHA DEUS PROTEJA ESTE SER HUMANO E ESTE ANIMAL
 
cleusa delmuti em 17/03/2012 08:01:02
nossa!!!!!!!!!!!! não resisti e chorei quando li sobre a mel. isso não se faz gente. tenho uma que se chama sophia e sofro só de pensar em alguma coisa que possa vir a acontecer. ela tem 4 meses, até se parece com a mel, da mesma cor. que isso não venha ficar impune. chega de maus tratos aos bichinhos. bjos a todos.
 
marlene rodrigues em 17/03/2012 05:44:36
isso não se faz nem com ser humano que te faz mal a toda hora, quanto mais com um bichinho tão indefeso. esse cara é um monstro.
 
marlene rodrigues em 17/03/2012 05:39:43
Deveriam dar a esses monstros tratamento igual, o pior é saber que existem muitos iguais a eles e isso vai continuar a acontecer.
 
claudia barbosa em 17/03/2012 05:39:42
"Enquanto estivermos matando e torturando animais, vamos continuar a torturar e a matar seres humanos - vamos ter guerra. Matar precisa ser ensaiado e aprendido em pequena escala; enquanto prendermos animais em gaiolas, teremos prisões, porque prender precisa ser aprendido em pequena escala; enquanto escravizarmos os animais, teremos escravos humanos, porque escravizar precisa ser aprendido"
 
Luciana Fazan em 17/03/2012 04:48:00
Cadeia, tem que mostrar a cara desse psicopata, aos que socorreram e estão tratando parabéns, como eu sempre digo o bem é sempre maior...
 
Nery Ribeiro em 17/03/2012 04:04:42
Engraçado que quando é para defender uma criança de maus tratos, ninguem tá nem ai, mas quando é com um animal, fica todo mundo se lamentando. Eta inverssão de valores, vamos cuidar dos nossos idosos, das nossas crianças e largar a mão de tanta futilidades com os bichos.
 
Carlos Saldanha em 17/03/2012 03:43:34
Com certeza tem que ter uma pena bem mais branda para os agressores covardes aprendam na prisão a não maltratar inocentes e inofensivos, fora toda uma maldade que a por tratar de tudo isso !!
 
Murillo Câmara em 17/03/2012 02:35:29
Acredito que quem resgata esses animais maltratados tem direito de pedir judicialmente indenização aos agressores pelos tratamentos veterinários despendidos.
 
Agatha Suzuki em 17/03/2012 01:32:40
Que tamanha crueldade do ser humano ou melhor de um animal monstruoso maltratando um animal indefeso como esse! A pena por crueldade nos animais deve ser mais severa. Acha que essa pena ridícula da lei de contravenções penais intima alguém? Art. 64 Tratar animal com crueldade ou submetê-lo a trabalho excessivo: Prisão simples, de 10 (dez) dias a 1 (um) mês, ou multa. Acorda e ajuda ai Deputados
 
Marcos Arguelho em 16/03/2012 11:52:53
Ai que lindaa!! Eu tenho uma Mel aqui em casa também.. Fiquei com muita peninha dela e com muita raiva dessa pessoa que fez isso com ela, a polícia tem que prender esse criminoso! Como pode fazer mal pra uma coisinha fofa dessas.. nao entendo e nunca vou entender.. é muito triste..
 
Adriane Marques Fernandes em 16/03/2012 11:45:15
Isso é muita crueldade para com os animais!Esta pessoa realmente não tem Deus no coração maltratar deste jeito um ser vivo que lhe servia de companhia e era fiel,principalmente os cachorros tem uma grande paixão por seus donos que ate mesmo sofrendo este tipos de agressões quando vê o seu dono ainda demonstra alegria!A sociedade tem que recriminar tais ações! e que esta cadelinha tenha um novo lar
 
Gisélia Sampaio Fernandes Miranda em 16/03/2012 11:37:02
Que linda é ela...tenho certeza que está em boas mãos,a Dra Ana é veterinária dos meus cachorrinhos(4) espero que logo ela encontre quem a cuide com amor! Estou apaixonada por ela...
 
Marcia Maria da Fonseca em 16/03/2012 11:30:11
Ela é linda e, especialmente nesta última foto está com o olhar tão triste... Como pode alguém ser tão covarde desta forma?
 
Janete Maciel em 16/03/2012 10:27:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions