A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

22/09/2016 10:42

Autoridades se reúnem e vão visitar Pantanal para analisar agricultura

Priscilla Peres
Senador e demais autorizados se reuniram ontem, em Brasília. (Foto: Assessoria Pedro Chaves)Senador e demais autorizados se reuniram ontem, em Brasília. (Foto: Assessoria Pedro Chaves)

A agricultura e o avanço da soja no Pantanal foi tema de audiência pública realizada ontem, em Brasília. Senadores, deputados, ambientalistas e produtores rurais participaram do evento e ficou definido uma viagem ao Mato Grosso do Sul.

Veja Mais
Expedição ao Pantanal ajuda ribeirinhos a emitir documento de identidade
Senado tem espaço para quem quer trabalhar, diz Pedro Chaves

A audiência foi proposta pelo senador Pedro Chaves (PSC-MS) que tem levantado o tema no Congresso. “Conheço muito bem nossa bacia hidrográfica. Aliás tenho denunciado que muitos rios do meu estado, se não fizermos algo para defende-los poderão morrer em um futuro muito próximo”, disse.

Ficou definido que o governador do Mato Grosso Pedro Taques, e os ministros do Meio Ambiente Sarney Filho, e do Turismo Alberto Alves, farão uma visita ao Pantanal de MS para ver a situação atual.

O debate sobre o assunto quer elaborar uma legislação capaz de proteger o Pantanal e promover a "conciliação com a produção agropecuária".

O presidente do Instituto SOS Pantanal, Roberto Klabin, lamentou que o Pantanal, destino de turistas de todo o mundo para observação de fauna silvestre, tenha hoje a harmonia da natureza com as atividades humanas locais fortemente hoje ameaçada.

Ao observar a relação entre planalto e planície, o presidente do Instituto Homem Pantaneiro (IHP), Ângelo Paccelli Rabelo, afirmou que a ocupação de locais estratégicos na parte alta está provocando danos irreversíveis na planície, como a redução de biodiversidade e o comprometimento de nascentes.

“É preciso conter a ocupação agrícola de áreas mais sensíveis, para evitar efeitos ambientais que possam levar à destruição do Pantanal”, alertou Paulo Carneiro, diretor do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Outros projetos - O projeto PLS 750/2011, de autoria do então senador Blairo Maggi, hoje, ministro da Agricultura, propõem disciplinar as ações de proteção, preservação, limitações para o desmatamento, dentre outras, no Bioma Pantanal.

Focado em reativar o Conselho da Biosfera, uma vez o Pantanal declarado patrimônio natural da humanidade, o senador Pedro Chaves, comemorou o sucesso da audiência pública.

“Todos saíram daqui entendendo que haverá uma ação política eficiente para viabilizar um projeto que possa harmonizar a produção com o meio ambiente, com desenvolvimento sustentável. E apesar do recesso branco, a audiência teve a participação de pessoas que vieram dos mais longínquos rincões do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul. Foi um sucesso, casa cheia”.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions