A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

07/11/2014 17:39

Capivara atropelada está há pelo menos quatro dias na Via Parque

Liana Feitosa e Priscilla Peres
Na terça-feira, o Campo Grande News registrou o animal na Via Parque. (Foto: Pedro Peralta)Na terça-feira, o Campo Grande News registrou o animal na Via Parque. (Foto: Pedro Peralta)
Há três dias mortas em avenida, agora capivara está próximo ao córrego. (Foto: Simão Nogueira)Há três dias mortas em avenida, agora capivara está próximo ao córrego. (Foto: Simão Nogueira)

O grande número de animais silvestres que vivem nas áreas verdes de Campo Grande, muitas vezes chegam aos locais de grande fluxo de veículos e pessoas, como avenidas principais e acabam sofrendo acidentes. Nesta semana, uma capivara morreu na Via Parque e lá permenece até hoje.

Veja Mais
Domingo será de calor e chuvas com trovoadas em todo o MS, alerta instituto
Temporal com chuva de 30 milímetros e vento forte alaga ruas de Dourados

Uma mulher que passava pelo local viu o animal morto na via na segunda-feira (3). No dia seguinte, a mesma pessoa ficou indignada ao perceber que o roedor ainda não havia sido removido e não sabia o que fazer. Hoje, quatro dias depois, o animal continua no local, porém foi retirado da calçada e deixado próximo a mata ciliar.

Segundo o major Queiroz, da PMA (Polícia Militar Ambiental), a situação é comum na cidade. "É comum porque temos muitos animais no perímetro urbano, capivaras principalmente", afirma.

"Temos esses animais em muitos pontos, como na região do Parque Sóter, Parque das Nações Indígenas, Lago do Amor e Parque Cônsul Assaf Trad. Sem contar ainda parques lineares como a nascente do Segredo, Imburussu e Bandeira", explica Queiroz.

O que fazer - De acordo com o major, se for possível, quem passar por casos como esse, em que o animal está morto na via, deve fazer a remoção. "Se a pessoa puder tirar o animal da pista, é importante. Isso ajuda a evitar acidentes, evitar que outros veículos passem por cima do animal. Mas é preciso bastante atenção e cuidado para evitar contaminação", alerta.

"Em seguida, aconselhamos que o cidadão acione um órgão para que a remoção total do animal seja feita. A Solurb (empresa que realiza serviço de limpeza na Capital) sempre nos atende quanto a isso, mas basta ligar para a PMA também", detalha. O telefone da PMA é: 3357-1500.

No caso da capivara vista na Via Parque, a Solurb fará a remoção e dará destinação adequada ao animal, já que está em estágio avançado de decomposição. Caso estivesse em boas condições, o animal seria empalhado e utilizado em ações de educação ambiental realizados pela polícia ambiental.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions