A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

15/08/2012 18:08

Cheia do rio Paraguai no Pantanal é a menor dos últimos 38 anos

Nicholas Vasconcelos
Nível do rio Paraguai é o menor desde 1973, segundo Embrapa Pantanal. (Foto: Arquivo)Nível do rio Paraguai é o menor desde 1973, segundo Embrapa Pantanal. (Foto: Arquivo)

A cheia do rio Paraguai no Pantanal é a menor dos últimos 38 anos, segundo levantamento da Embrapa Pantanal. Nesta quarta-feira (15) o nível do rio Paraguai atingiu 2,82 metros em Ladário, a 419 quilômetros de Campo Grande, segundo a medição feita pela Marinha.

Veja Mais
Previsão é de semana chuvosa em Campo Grande e na maior parte de MS
Dia amanhece garoando e previsão é de chuva na maioria das cidades do Estado

Segundo o pesquisador Carlos Padovani, a cheia deste ano é a menor desde 1973, ano em que foi registrado o índice de 2,09 metros na régua do rio Paraguai. A menor medição da história foi de 1,09 metros em 1971.

“Esta cheia menor é conseqüência do clima e da quantidade de chuva nos rio Cuiabá, alto Paraguai e São Lourenço”, afirmou Pandovani.

A cheia pequena, como é chamada, costuma ocorrer entre os meses de julho e agosto, quando o rio atinge o nível máximo e este ano ela foi menor do que o esperado. Em anos anteriores, a cheia já atingiu 4 metros e em 2012, esse nível não chegou a 3 metros.

De acordo com Pandovani, a expectativa é de que a situação de seca se acentue nos próximos dois meses e que comece a se reverter a partir de outubro. A previsão é de que o rio volte a encher em dezembro e janeiro, como reflexo das chuvas. “O nível de água do Pantanal depende muito do quanto chove no planalto”, explicou.

A medição da Marinha apontou que nesta terça-feira o rio Paraguai está com 1,09 metro em Cáceres; 1,9 metro em Coimbra e em Porto Murtinho, 3,8 metros.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions