A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

02/06/2011 07:58

Com projeto de conscientização, escola soma mais de uma tonelada de reciclados

Paula Maciulevicius

Em dois meses alunos arrecadaram materiais que viram benfeitoria dentro da escola

O pátio fica até pequeno com tanta participação. Os professores tiveram de limitar 3 dias na semana para a coleta. (Foto: Pedro Peralta)O pátio fica até pequeno com tanta participação. Os professores tiveram de limitar 3 dias na semana para a coleta. (Foto: Pedro Peralta)

A preocupação com o Meio Ambiente fez com que os alunos abraçassem o projeto “Reciclando com arte” da Escola Municipal Eduardo Olímpio Machado no bairro Coophavila II, em Campo Grande. Com dois meses de projeto os alunos já conseguiram aproximadamente uma tonelada e meia de materiais recicláveis, como plásticos, alumínio e papel.

Dos pequenos aos maiores, a gurizada mostra que a ideia veio pra ficar. O estudante Luís Gustavo da Silva Marques, 12 anos, explica como encara o projeto. “Eu que separo em casa e quando tem largado na frente das casas dos vizinhos eu pego também. A gente tem que se preocupar com o Meio Ambiente e ajudar a preservar, porque quem vai aproveitar sou eu”.

Nos dias da coleta, segundas, quartas e sextas feiras, o pátio da escola fica pequeno diante de tanta participação. O professor idealizador do projeto , Wilson Landes, conta que a ideia surgiu, ao ver as quatro lixeiras destinadas aos recicláveis, vazias. “Nisso surgiu, o projeto da coleta e parte do que poderia ser usado na disciplina de artes. A preservação do Meio Ambiente é tirar aquilo que degrada”, relata.

A escola já juntou 12,290 mil garrafas pet, 7,2 mil latinhas e mais de 500 quilos de papel. Depois de colocados no pátio, o material segue para outra sala, para ser separado e no fim é contabilizado e posto em sacos, aí está pronto para ser levado. Convertendo para quilos, as garrafas pet viram 600 quilos e as latinhas, 300.

O objetivo agora é manter a participação dos alunos e não deixar desanimar. Jhonathan Oliveira Touvay, 13 anos explica que o projeto já saiu de casa “eu peço para os vizinhos, meus conhecidos, na hora de jogar deixar separado o que pode ser reciclado. Porque ajuda o planeta, se cada um fizer a sua parte, vai encher a escola de material e o mundo fica mais limpo”, ensina.

Professor idealizador do projeto mostra o que já foi feito com a venda dos materiais. Um local para exibir os troféus da escola. (Foto: Pedro Peralta)Professor idealizador do projeto mostra o que já foi feito com a venda dos materiais. Um local para exibir os troféus da escola. (Foto: Pedro Peralta)

O professor que motivou os alunos a abraçarem a causa acrescenta que de tanto se falar em aquecimento global, notícias de revolta da natureza, fruto das ações humanas, precisava conscientizar os alunos. “Agora é não deixar a quantidade cair, temos tido participação dos alunos e dos pais, que já deixam separado em casa”, diz.

Parte do reciclado destina-se a empresas de coleta seletiva do bairro mesmo. A venda é revertida para benfeitorias que os alunos possam usufruir. No primeiro material enviado, já foi possível comprar e mandar fazer uma estante, para exibir os troféus dos alunos.

Garrafas e demais plásticos recolhidos também viram brinquedos nas mãos das crianças. Jogos lúdicos ou o simples brincar com o que é reciclável, desperta a consciência e criatividade. Em oficinas eles transformam o que estaria no lixo, em brincadeiras. Na horta dá para ver um pouquinho do que podem ser usado, as garrafas pet servem como canteiros.

No meio da brincadeira, crianças aprendem a preservar e o Ambiente. (Foto: Pedro Peralta)No meio da brincadeira, crianças aprendem a preservar e o Ambiente. (Foto: Pedro Peralta)

A motivação dos alunos, além da conscientização ambiental é ajudar a escola, o pequeno Riquelme, de apenas 4 anos, responde que traz sempre, a última coisa foi uma latinha de leite condensado. “Minha mãe separa pra mim, caixinha de leite, garrafa”, fala. Questionado sobre o por que ele traz, o garoto responde “para ajudar a escola”.

A contribuição do aluno não é só para a escola, exemplo de ações de conscientização ambiental, mas para um Meio Ambiente mais limpo. “Trazendo para o professor, não fica sujeira na rua, não corre o risco de ter enchente e nem dengue perto de casa”, finaliza o aluno Luís Gustavo.




o profesor esta de parabens todos gostamos muito dele ele tem um otmo trabalho
 
tassia de oliveira molinas em 24/08/2011 10:00:18
como é bom ajudar o meio ambiente, reciclando,garrafas pets, latinha, e papelão com isso o meio ambiente também nos ajudara.
 
patrick de oliveira em 09/06/2011 10:18:06
nos da escola eduardo o.machado queremos dizer que estamos muito felizes de estar ajudando o meio ambiente a cada dia mais.
 
daniel vieira e sarah santos em 09/06/2011 10:15:20
eu acho esse programa legal que ajuda o meio ambiemte
para não prejudicar o futuro


ass:kaká
 
kassia maria em 09/06/2011 10:13:26
muito legal essa campanha de reciclagem ,parabens para o professor:wilson amo reciclagem dessa escola . DE:karoline
 
karoline da silva oliveira em 09/06/2011 10:09:58
eu Hevandro estudo na escola eduardo é muito bom estuda nessa escola eu Douglas tambem sobre omeio ambiate é bom o profe trabalha sobre o meio ambiente
 
Hevandro e Douglas em 09/06/2011 10:08:24
se cada um fazer sua parte o futuro sera melhor faça a sua parte reciclando cada vez mais
 
larissa amaral nabuco. em 09/06/2011 10:07:00
O professor é nota 10 ensinou que tudo pode ser reutilizado ,e ajdara o meio ambiente .
a nossa Escola , Dr. Eduardo olimpio machado ajudou muito ao meio ambiente '-'
 
Mara fernandes em 09/06/2011 10:04:36
Muito boa esa campanha da reciclagem
 
MARCELO AUGUSTO em 07/06/2011 09:40:57
Minha filha Laura, estuda no 5o ano, no Eduardo e em casa todo mundo entrou na onda da reciclagem, tudo com a iniciativa dela e pelo incentivo da escola e dos professores! Parabéns a todos!!!!!!!!!!!!!
 
Maria Cristina Chiapetti em 05/06/2011 08:31:28
Quem dera todas as escolas ter um professor assim.
parabens ao professor e ao alunos que entraram de cabeça nesta idéia.
 
leila magaly em 03/06/2011 09:24:37
Sou da escola Eduardo Olimpio Machado do 7 ano A,Também participei do projeto !
E quero dizer qe ADOREIIII ter participado.
E e sempre bom ajudar o Meio Ambiente ,por isso tive empenho em ajudar o Professor Wilson Lands !
beijão...
 
Laura Fernandes de Souza em 02/06/2011 12:49:58
Ações como estas deveriam fazer parta da rotina de TODAS AS ESCOLAS, sejam elas públicas ou privadas. Deveria fazer parte das políticas dos governos municipal e estadual.
Associações de Moradores, igrejas, enfim, toda a sociedade civil organizada deveria abraçar junto essa causa. Limparíamos nossa cidade, melhorando nossa qualidade de vida e ainda "ganharíamos alguns trocados" para pequenos mas importantes e necessários investimentos para nossas comunidades. Por outro lado, as pessoas que "trabalham nos lixões da vida'" poderiam ser aproveitadas pelo município no processo seletivo do lixo que produzimos, trabalhando em cooperativas.
 
Fernando Silva em 02/06/2011 11:35:53
adorei ajudar na reciclagem.
professor:wilson
 
Bruna Eduarda...4ano e vespertino em 02/06/2011 10:24:06
Adorei a matéria e a inciativa dos alunos. Incrível como que o professor conseguiu reunir tantos alunos e fazer com que isso se tornasse algo do dia-a-dia deles.
Fico feliz ao saber que os nossos jovens estão aprendendo com isso. E esse projeto ainda vai dar o que falar, e vai crescer muito.
Parabéns pela matéria.
 
Vinícius Nunes em 02/06/2011 09:15:03
muito bom saber que nas escolas também acontecem coisas boas: ultimamente vemos demais o lado ruim, ensino de baixa qualidade, "bullying", merenda ( a falta ou a má conservação dela), etc... a criança precisa de bons estímulos para tornar-se um adulto responsável! parece pouco falar de reciclagem e meio ambiente? é um passo dado...
 
beth saltão em 02/06/2011 08:47:16
sou do 7 º C do eduardo eu gostei d+ nos plantamos arvores ajuntamos garafas pet ,latinhas,plantas,papel,papelao graças ao prof:wilson foi legal brigado prof nos fizemos um trabalho para arecadar 300 pet
 
matheus lima de oliveira em 02/06/2011 07:15:55
Não podemos esquecer que a cidade de Campo Grande ainda não tem sistema de coleta seletiva, ou seja, pouco importa o cidadão separar o seu lixo, no final, tudo acaba no mesmo lugar... Com exceção do pouco que cai nas mãos das cooperativas de reciclagem. Vamos acordar Prefeito!
 
Carlos Alberto em 02/06/2011 04:52:02
eu sou da escola eduardo, eu acho muito legal essas atividades educativas , sobre o meio ambiente. participei e gostei! tomara que tenha mais trabalhos educativos!!!!!!!!!!!
 
natalia satti! em 02/06/2011 04:31:20
Sou aluna do colégio Adventista Campo Grandense (CAC), 1º ano E.M
Achei a idéia fantastica. Reaproveitar algo que só iria prejudicar o nosso meio ambiente. Essa é uma boa manifestação não somente de solidariedade ao ambiente que convivemos, mais uma forma de demonstra cuidado e preservação! Sabemos que apartir da década de 1980 a produção de embalagens e produtos aumentou, e com tudo isso a produção de lixo se desenvolveu. Apesar que hoje, muitas empresas já são cobradas a ter responsabilidade sobre o assunto. E a forma de colocar essa concientização sobre a coleta seletiva aos alunos, concerteza fará com que eles tomem mais atenção na forma de preserva um bem tão precioso.Hoje, essa área já traz beneficios para muitos que são desempregados, muitos já buscam trabalho nesse setor e conseguindo renda para mater suas familias. O lixo é um tesouro, que poucos sabem o real significado ou melhor uma riqueza escondida.
 
Gariela Porto de Oliveira em 02/06/2011 02:32:44
eu concordo ,e acho que se cada um fizesse sua parte o mundo estaria bem mais limpo
 
bruna alves em 02/06/2011 01:19:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions