A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

10/12/2013 10:01

Com novo prédio, Imasul deve agilizar emissão de licenças, prevê Governo

Kleber Clajus e Leonardo Rocha
Carlos Alberto acredita que nova estrutura garante integração entre servidores e vai agilizar trâmite dos processos realizados pelo Imasul (Foto: Cleber Gellio)Carlos Alberto acredita que nova estrutura garante integração entre servidores e vai agilizar trâmite dos processos realizados pelo Imasul (Foto: Cleber Gellio)

A inauguração do novo prédio do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), nesta terça-feira (10), deve ampliar e agilizar a emissão de licenças ambientais pelo órgão, prevê o secretário Estadual de Meio Ambiente, Carlos Alberto Said Negreiros de Menezes.

Veja Mais
Fim de semana em MS terá tempo instável com possibilidade de chuva
Quatro cidades de MS estão entre as 100 que mais desmatam florestas

“Espero que o instituto tenha um desempenho superior, com conforto maior ao servidor e que assim também aumente a expedição de licenças ambientais na prática”, pontua Carlos Alberto ao lembrar que a emissão tem média de 600 a 700 licenças por mês.

Outro ponto ressaltado pelo secretário é quanto a integração dos 170 servidores lotados no Imasul. Eles estavam divididos em dois prédios diferentes, mas agora contarão com espaço dotado de bloco administrativo, almoxarifado e passarelas de ligação.

Novo prédio - A nova estrutura do Imasul teve investimento de R$ 3,7 milhões, sendo R$ 2,34 milhões do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e R$ 1,36 milhão de recursos do governo estadual.

Esta obra faz parte do projeto Siga-MS (Sistema Integrado da Gestão Ambiental de MS) que busca a estruturação da gestão ambiental no Estado, dentro do Programa de Modernização Ambiental.

As ações estão voltadas aos aspectos físicos, gerenciais, organizacionais, recursos humanos e de controle social. O objetivo é promover o desenvolvimento sustentável, com transparência.

O investimento do Siga-MS é de R$ 14,74 milhões, sendo R$ 12,16 milhões junto ao BNDES e R$ 2,58 milhões de contrapartida do governo estadual.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions