A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

21/01/2015 16:24

Desperdício de água em MS chega a 33%, abaixo da média nacional

Priscilla Peres
Relatório aponta perdas de água antes de chegar ao consumidor. (Foto: Paulo Francis)Relatório aponta perdas de água antes de chegar ao consumidor. (Foto: Paulo Francis)

Relatório divulgado hoje pelo governo federal revela que o país desperdiça 37% de toda a água tratada para consumo, enquanto que o índice de perdas em Mato Grosso do Sul é de 32,9%. Os dados são de 2013 e segundo o SNIS (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento) esse desperdício acontece antes da água chegar ao consumidor.

Veja Mais
Temporais dão trégua de 4 dias, mas voltam na quarta-feira, prevê Inmet
Primeira maratona do país com foco em saneamento é realizada na Capital

O relatório anual divulgado hoje revela que de 2012 para 2013 as perdas de água no país se mantiveram estáveis em 37% e que elas podem ser causadas por ligações clandestinas ou falhas nas tubulações. Ainda conforme os dados do SNIS, o índice de perdas por ligação no Estado é de 236,01 litros dia/lig, enquanto a média nacional é de 366,86 l d/lig.

A concessionária Águas Guariroba criou o Programa de Redução de Perdas em 2006 e de lá pra cá reduziu de 56% para 19,14% o desperdício de água. O programa contribui para que a cidade não sofra com racionamento, como acontece em muitas regiões brasileiras. O trabalho contínuo envolve investimentos em tecnologia , melhorias operacionais e a capacitação dos colaboradores, criando em toda a equipe a cultura de combate ao desperdício.

Indicadores - Conforme o relatório as concessionárias de água de Mato Grosso do Sul têm despesas de R$ 2,74 por m³ faturado, acima da média nacional de R$ 2,46 por m³, enquanto que a tarifa média praticada aqui por m³ é de R$ 3,10, acima da média de R$ 2,62.

O indicador de desempenho financeiro está em 112,97%, bem acima dos 106,54% da média nacional e a tarifa média de água em MS é de R$ 3,33 por m³ e de esgoto é de R$ 2,49 por m³, as nacionais são R$ 2,85 e R$ 2,48 respectivamente.

O índice total de atendimento de água em MS é de 85,75%, mais que os 82,70% nacionais, na área urbana esse índice chega a 99,50%, enquanto o nacional é 92,98%. Já o consumo médio per capita de água é de 155,54 litros por habitante/dia em MS e o nacional é de 166,29 h/l.

Esgoto - O relatório ainda traz informações sobre o esgoto. O índice de atendimento total de esgoto referido aos municípios atendidos com água em MS é de 36,47%, enquanto nacional é de 48,64%.

O atendimento urbano de esgoto de 42,28% em MS, 56,30% no país, o de coleta de esgoto em MS é de 32,85%, abaixo dos 54,16% do país e o índice de tratamento é de 98,53%, enquanto o nacional de 69,42%.

Sobre a qualidade, a duração média das paralisações são de 5,73 horas/paralis em MS e a média nacional de 12,75 h/p. As economias atingidas por intermitências (falta de água) são de 29,51 horas/inte em MS e a nacional é de 256,76 h/int.

Conforme o relatório, a duração média das intermitências é de 0,73 horas/interrupções em MS e a duração média dos serviços em MS é de 0,77 hora/serviço, no país de 28,25 hora/serviço.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions