A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

17/03/2012 10:29

Dobra número de focos de queimadas em MS, segundo o Ibama

Marta Ferreira
Brigadas trabalham no combate a queimada. Este ano, ocorrência está maior já em março. (Foto: Divulgação)Brigadas trabalham no combate a queimada. Este ano, ocorrência está maior já em março. (Foto: Divulgação)

O número de focos de incêndios em vegetação registrados em Mato Grosso do Sul este ano já é o dobro do total do mesmo período do ano passado, conforme dados do Prevfogo, programa do Ibama de prevenção às queimadas.

Veja Mais
Temporais dão trégua de 4 dias, mas voltam na quarta-feira, prevê Inmet
Primeira maratona do país com foco em saneamento é realizada na Capital

De acordo com os dados, do início do ano até ontem, haviam sido registrados 436 focos de calor este ano, contra 215 no ano passado no mesmo período. A falta de chuvas é um dos fatores que provocam esse aumento, que chama a atenção, ainda, pelo fato de a época de maior ocorrência de incêndios florestais não ser esta, mas sim a partir do meio do ano, com a chegada da estiagem.

Os municípios com mais focos são no Pantanal, em Corumbá, com 271, ou seja, 65% do total. No País, Corumbá está entre as cidades com maior registro de incêndios florestais.

Depois estão Porto Murtinho, com 16 casos, Rio Brilhante, também com 16 e Jateí, com 11.

Conforme os dados do Prevfogo, em todo o ano passado, Mato Grosso do Sul teve 3607 focos de calor, detectados por satélite, e que indicam a presença de fogo na vegetação. Da mesma forma que ocorre este ano, Corumbá teve o maior número (1457), seguida de Porto Murtinho (575) e Aquidauna (330).

O que vem sendo feito- O Ibama informou que, para combater a ocorrência de queimadas, no ano passado foram treinados e contratadas 120 pessoas para atuar na prevenção e combate aos incêndios florestais, distribuídos nos municípios de Corumbá, Porto Murtinho, Aquidauna, Miranda, Jateí e Costa Rica.

Ainda de acordo com as informações foram realizados diversos trabalhos preventivos como construção de aceiros em locais estratégicos, palestras informativas/educativas em escolas, sindicatos rurais, etc., auxílio na recuperação de áreas degradas e também realizaram mais de 80 combates aos incêndios florestais impedindo que os danos causados pelo fogo fossem ainda maiores.

Para este ano, a previsão é treinar e contratar o mesmo número de pessoas, nas mesmas cidades. “O intuito é darmos continuidade nos trabalhos, principalmente, os de prevenção. Temos planejado para este ano a realização de treinamento de brigadas voluntárias envolvendo assentamentos rurais e trabalhadores de propriedades rurais no Estado do Mato Grosso do Sul”, informou Alexandre de Matos Martins Pereira, analista ambiental que atua no Prevfogo.




É TÃO FÁCIL, INCLUSIVE GASTA-SE MENOS, DO QUE PERDER O VERDE, PROPRIE´TÁRIOS RURAIS, FAÇAM CONTRA FOGOS, DIVIDAM AS ÁREAS, E AREM OU GRADEÊM, PERCAM MENOS ESPAÇOS, DO QUE PERDEREM TUDO, É UMA QUESTÃO DE INTELIGÊNCIA, EXEMPLO, OS CANAVIEIROS, TOCAM FOGO, POR PARTE, E NÃO AFETA A PRÓXIMA, CONSULTEM UM AGRÔNOMO, QUE ELES ENSINAM, NÃO TENHO MEDO DE FOGO NAS SECAS, POIS SEMPRE FIZ ISSO, E ME LIVREI.
 
PEDRO BRAGA em 18/03/2012 11:52:24
CONTINUAÇÃO, SERÁ QUE ESSES CIDADÕES NÃO TEM PROFISSÃO, POIS OS MESMOS ESTÃO TIRANDO A PROFISSÃO DOS NOSSOS FILHOS, CENTRALIZANDO ASSIM OS RECURSOS BRASILEIROS NUMA MINORIA, AUMENTANDO O PERCENTUAL DE NOVOS MILIONÁRIOS DESPROPORCIONALMENTE A POPULAÇÃO DEMOGRÁFICA DO PAÍS, POVO OBSERVEM BEM ISSO, SEU FILHO NÃO TERÁ ESPAÇO, VOTE COM CONSCIÊNCIA, PENSE BEM, CUIDADO, SEU VOTO É O FUTURO DOS FILHOS.
 
PEDRO BRAGA em 18/03/2012 11:18:44
VANDALISAMO SOCIAL, NA QUESTÃO AMBIENTAL, É APOSENTADOS DO ALTO ESCALÃO, TRABALHANDO NOVAMENTE COM VÍNCULOS EMPREGATÍCIOS, ONDE SE VIU, CORONEIS, GENERAIS, JUIZES, PROCURADORES, MULHERES BONITAS, VEREADORES,PREFEITOS, GOVERNADORES, PRESIDENTES APOSENTADOS OU NÃO, EXERCENDO NOVAMENTE FUNÇÃO PÚBLICA, EXEMPLO, DENIT, GENERAL APOSENTADO MAIS O FILHO, SÃO FUNCIONÁRIOS DO ALTO ESCALÃO DO DENIT E DAÍ?
 
PEDRO BRAGA em 18/03/2012 11:15:03
QUANDO DE VEREADORES A PRESIDENTE DA RAPÚBLICA, FOREM HOMENS CÍVICOS, INTELIGENTES, CONHECEDORES DAS OBRIGAÇÕES QUE SÃO ATRIBUÍDAS AO SOCIAL, DIVIDINDO PROPORCIONALMENTE RECEITAS AOS BRASILEIROS, PELA MÉDIA GERAL, NÃO CENTRALIZANDO RECURSOS NAS MÃOS DE UMA MINORIA, O POVO DARÃO ESSE TRABALHO, QUANDO OS PAIS NÃO PRESTAM OS FILHOS APRENDEM O MAL, É ISSO QUE ACONTECE, NA POLICALHA BRASILEIRA.
 
PEDRO BRAGA em 18/03/2012 11:09:40
O governo do Estado poderia participar mais das atividades , destinando por exemplo um dos helicópteros que estão parados no aeroporto pra a região do Pantanal , lá seria mais útil tanto pro Ibama como para a Florestal.
 
Antonieta Colman em 18/03/2012 10:36:04
parece que todo ano é a mesma coisa as pessoas se esquecem do perigo de incendiar fazendas e matas e areas urbanas, a conscientização tem que ser feita sempre infelismente.esta fumaça é um veneno para os pulmões, de todos desde proprietários a demais moradores.
 
antonio costa em 17/03/2012 12:58:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions