A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

13/07/2015 11:48

Em campanha, WWF incentiva adoção para salvar arara-azul no Pantanal

Viviane Oliveira
Arara-azul no CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) de Campo Grande. Elas foram encaminhadas ao local para passar por reabilitação.(Foto: Arquivo/Marcelo Calazans) Arara-azul no CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) de Campo Grande. Elas foram encaminhadas ao local para passar por reabilitação.(Foto: Arquivo/Marcelo Calazans)

A WWF Brasil lançou campanha de adoção para salvar a arara-azul. A ave, que é considerada uma das mais procuradas em Mato Grosso do Sul pelos traficantes de animais silvestres, está na lista dos bichos que correm risco de extinção.

Veja Mais
Após maus-tratos, bichos "moram" no CRAS por falta de lugar adequado
Na época de reprodução, pássaros enfrentam a ameaça dos traficantes

A campanha “Adote uma Espécie” foi lançada para proteger espécies ameaçadas e o ambiente onde vivem os animais. O primeiro animal escolhido foi o urso panda, depois o boto-cor-de-rosa e por último, a arara-azul.

De acordo com a WWF, a estimativa é de que existam aproximadamente 6.500 araras-azuis no Brasil, desse número, 5.000 delas estão na região do Pantanal. Conforme os especialistas, a ave aparece como vulnerável na Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para Conservação da Natureza. Ainda segundo os estudiosos da área, a população global da espécie está diminuindo cada vez mais.

O tráfico de animais é considerado a terceira atividade criminosa com mais lucratividade, perdendo apenas para o tráfico de drogas e armas. Criar animal silvestre como de estimação é uma questão cultural que vem do tempo da colonização, no entanto, os bichos também são vendidos para outras finalidades, como alimento, extração de pena ou pele. 

Quem quiser ajudar nos projetos de conservação da ave, pode contribuir com doações a partir de R$ 54,90 por mês. O kit de adoção inclui um folder com detalhes sobre a espécie, certificado de adoção, adesivos e uma arara linda de pelúcia. Para saber mais sobre a campanha clique aqui.




Então a WWF tem que incentivar a policia ambiental, pois incentivando o cidadão comum, se ele adota uma arara ele comete crime inafiançavel...
 
Max em 13/07/2015 12:23:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions