A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

28/07/2015 08:34

Empresa de confinamento de gado é multada em R$ 30 mil por não ter licenciamento

Liana Feitosa
Gado foi apreendido e a empresa foi colocada como fiel depositária dos animais, até a regularização da atividade. (Foto: Divulgação / PMA)Gado foi apreendido e a empresa foi colocada como fiel depositária dos animais, até a regularização da atividade. (Foto: Divulgação / PMA)

Uma empresa de confinamento de gado de Camapuã, a 133 quilômetros de Campo Grande, foi autuada pela PMA (Polícia Militar Ambiental) por funcionar sem autorização de órgão ambiental.

Veja Mais
Temporais dão trégua de 4 dias, mas voltam na quarta-feira, prevê Inmet
Primeira maratona do país com foco em saneamento é realizada na Capital

O flagrante foi feito pela PMA de São Gabriel do Oeste que, durante vistoria, localizou 3.312 cabeças de gado no local.
De acordo com a polícia, a secretária da empresa afirmou que o negócio possui licença ambiental para desenvolver a atividade, no entanto, o documento estaria na sede da empresa, que fica em Rio Claro (SP).

Desta forma, a empresa foi apenas notificada e foi feita solicitação para que a licença fosse apresentada até ontem (27), o que não ocorreu. Ao invés disso, os responsáveis afirmaram à PMA que ainda iniciariam o processo de licenciamento, já que não há nenhuma licença ambiental.

O proprietário do negócio, um empresário, de 68 anos residente em Rio Claro, foi notificado a procurar o órgão ambiental para fazer a regularização da atividade. A empresa foi autuada administrativamente e multada em R$ 30 mil.

O proprietário responderá por crime ambiental de funcionar atividade potencialmente poluidora sem autorização ambiental, que prevê pena de detenção de três a seis meses.

O gado foi apreendido e a empresa foi colocada como fiel depositária dos animais, até a regularização da atividade.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions