A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

12/10/2016 14:45

Gado circula pelas margens do rio Sucuriú, degrada área e dono é multado

Produtor vai responder por crime ambiental e o gado foi apreendido

Renata Volpe Haddad
Bovinos circulavam livremente pelas margens do rio Sucuriú. (Foto: Divulgação)Bovinos circulavam livremente pelas margens do rio Sucuriú. (Foto: Divulgação)

Produtor rural que não teve o nome divulgado foi multado e vai responder por crime ambiental por deixar o gado circular às margens do rio Sucuriú, em Costa Rica, distante 305 km de Campo Grande. A livre circulação dos bovinos causou degradação na área que é de preservação e já estava causando erosão.

Veja Mais
Tempestade e fortes ventos devem atingir MS nesta quarta, alerta instituto
Durante a chuva de terça-feira, 69 mil raios atingiram Mato Grosso do Sul

Durante fiscalização nas propriedades rurais do município, a PMA (Polícia Militar Ambiental) identificou que na chácara, as matas ciliares não eram cercadas e o gado tinha acesso ao rio para beber água, sendo que o pisoteio causou degradação da área de preservação permanente da vegetação de matas ciliares do rio.

Foi constatado também que os caminhos feitos pelo gado nas proximidades do rio estavam se transformando em processos iniciais de erosões.

Com toda essa degradação, os policiais paralisaram as atividades na chácara e o produtor foi autuado administrativamente por danificar área considerada de preservação permanente e multado em R$ 5.000,00. O homem vai responder por crime ambiental.

O gado foi apreendido e ficou sob fiel depositário ao infrator, o qual também foi notificado a removê-lo do local e a cercar as áreas protegidas. Ele também foi notificado a confeccionar um PRADE (Plano de Recuperação da Área Degradada), junto ao órgão ambiental.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions