A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

17/04/2013 08:37

Ministério define período de emergência ambiental no Estado

Aline dos Santos
Em 2012, aeronave veio combater incêndios em Corumbá. (Foto: Anderson Gallo/Diário Online)Em 2012, aeronave veio combater incêndios em Corumbá. (Foto: Anderson Gallo/Diário Online)

O Ministério do Meio Ambiente definiu o período de maio a dezembro como de emergência ambiental em Mato Grosso do Sul. De acordo com a portaria, assinada pela ministra Izabela Teixeira, o calendário nacional de alerta para incêndios leva em consideração a ameaça iminente de focos de queimadas que historicamente se manifestam na estação seca.

Veja Mais
Helicóptero do Ibama já combate focos de incêndio em Corumbá
Domingo será de calor e chuvas com trovoadas em todo o MS, alerta instituto

A antecipação também ocorre devido à necessidade de contratação temporária de brigadistas por até seis meses para o atendimento de emergências ambientais relacionadas a incêndios florestais e queimadas.

No Brasil, o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) tem autorização para contratar até 2.520 brigadistas. Em 2012, Corumbá foi o município sul-mato-grossense mais atingido pela temporada do fogo. A alta incidência de queimadas predominou entre os meses de julho e setembro.

As chamas foram combatidas com uma ajuda vinda do céu. Um helicóptero do Ibama teve que ser deslocado da Amazônia para a cidade na região do Pantanal.

A aeronave ficou no Estado por 16 dias. Na estreia, foram feitos 300 lançamentos, com nada menos que 500 litros de água cada, em incêndio próximo à cidade. Entre janeiro e inicio de setembro, Corumbá registrou 4.747 focos de incêndio.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions