A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

30/06/2014 11:35

MS libera R$ 5,2 milhões para pesquisa de biodiversidade no Aquário do Pantanal

Bruno Chaves
Previsão é de que obra seja concluída em outubro desse ano (Foto: Marcos Ermínio)Previsão é de que obra seja concluída em outubro desse ano (Foto: Marcos Ermínio)

O Governo do Estado aprovou projeto de pesquisa e extensão, no valor de R$ 5,2 milhões, que envolve a biodiversidade do Aquário do Pantanal, que está em construção em Campo Grande. O documento que anuncia a liberação do recurso foi publicado nesta segunda-feira (30) no Diário Oficial do Estado pela Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado) e pelo Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul).

Veja Mais
André garante Aquário para outubro e ressalta dimensão "mundial"
Placa de 22 toneladas começa a dar forma para o Aquário do Pantanal

Desenvolvido pela empresa Anambi Analise Ambiental, o projeto intitulado de “Biodiversidade para todos: da água à popularização da ciência e proteção da vida por meio do Aquário do Pantanal” receberá, ao todo, investimento de R$ 5.215.499,36. A pesquisa, coordenada por Larissa Figueiredo de Oliveira, foi escolhida por meio de “seleção pública de projetos de pesquisa e extensão para a estruturação e consolidação das atividades de biodiversidade e biotecnologia vinculadas às unidades de conservação de Mato Grosso do Sul - Parque das Nações Indígenas”.

Esclarecimentos e informações adicionais sobre o conteúdo desta Chamada podem ser obtidos junto à Gerência de Projetos da Diretoria Científica da Fundect pelo e-mail projetos@fundect.ms.gov.br. O telefone da fundação é o (67) 3316 -6700.

Estudo – Segundo o governo do Estado divulgou, o objetivo do programa é apoiar financeiramente projetos de pesquisa e extensão, tendo em vista o desenvolvimento e a execução de processos e modelos técnico-científicos para captura, ambientação e estudo de espécies nativas da bacia rio Paraguai, em território sul-mato-grossense, bem como o povoamento em réplicas artificiais dos habitats naturais previstos na composição do Aquário do Pantanal, o Centro de Pesquisa e Divulgação Científica da Biodiversidade de Mato Grosso do Sul, em construção no Parque das Nações Indígenas.

O projeto aprovados terá duração máxima de atá 24 meses, podendo ser prorrogado por atá 12 meses desde que autorizado pela Diretoria-Executiva da Fundect e do Imasul.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions