A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

21/09/2014 08:19

No Dia da Àrvore, jacarandá-mimoso se exibe na paisagem da cidade

Liana Feitosa
Árvore é considerada sob risco elevado de extinção na natureza. (Foto: Marcos Ermínio)Árvore é considerada sob risco elevado de extinção na natureza. (Foto: Marcos Ermínio)

O nome popular jacarandá-mimoso não existe à toa. Exuberante e agradável aos olhos, o jacarandá oferece sua beleza como um mimo ao observador. Suas flores surgem durante a primavera, que começa oficialmente no próximo dia 23, enchendo o céu de tons arroxeados depois da longa e apática estiagem.

Veja Mais
Plantio de mudas e trilha ecológica em parque ambiental marcam Dia da Árvore
Em 4 anos, projeto planta 10,5 mil árvores no Cerrado

É nessa época que também aparecem os ipês, que dão vida à paisagem a partir da segunda metade do ano e transformam ruas, parques e praças em verdadeiros mosaicos coloridos.

O jacarandá é, na verdade, nativo da Argentina, mas também encontrado facilmente no Paraguai e Bolívia e, devido à proximidade geográfica, adaptou-se facilmente ao clima e solo brasileiros tornando-se comum. Comum, mas não banal. Basta circular pelas ruas Espírito Santo, Afonso Pena ou Jeribá, na Chácara Cachoeira, para ver de longe as flores de cor azul-lilás, quase roxas.

Em meio ao apressado trânsito, às preocupações do dia a dia e ao calor intenso sentido na pele, os olhos ganham descanso e, o coração, uma espécie de calmante natural que nem precisa ser ingerido para tranquilizar a alma.

Os jacarandás podem chegar a 15 metros de altura e, em outubro, começam a desfolhar até perder todas as flores em meados de novembro, com a aproximação do verão.

Devido às suas raízes pouco agressivas e ao seu perfume discreto, a árvore é indicada para ornamentação e arborização de jardins, calçadas e praças. Mas tanta beleza, apesar de singela, não está completamente a salvo.

Os olhos do observador atento podem sentir falta do alívio em forma de planta. O mimoso tem estado de conservação VU (do inglês, vulnerable), considerado sob risco elevado de extinção na natureza pela IUCN, lista vermelha de espécies ameaçadas de extinção.

Flores do jacarandá surgem na primavera, que começa dia 23. (Foto: Marcos Ermínio)Flores do jacarandá surgem na primavera, que começa dia 23. (Foto: Marcos Ermínio)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions