A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

29/10/2014 16:44

Operação pré-Piracema da PMA teve 31 prisões e R$ 6,7 milhões em multas

Liana Feitosa
Nove motores de popa e nove barcos foram apreendidos pela polícia durante operação. (Foto: Divulgação)Nove motores de popa e nove barcos foram apreendidos pela polícia durante operação. (Foto: Divulgação)

Normalmente realizada a partir de 25 de outubro, a PMA (Polícia Militar Ambiental) antecipou a "Operação Pré-piracema" este ano. Desde o primeiro dia deste mês a ação é executada devido ao número, registrado em setembro, de pessoas presas por cometer crimes ambientais. Foram 31 prisões, índice de autuações considerado alto pela PMA.

Veja Mais
Temporais dão trégua de 4 dias, mas voltam na quarta-feira, prevê Inmet
Primeira maratona do país com foco em saneamento é realizada na Capital

Como resultado do conjunto de ações, até o momento, mais de R$ 6,7 milhões em multas foram aplicados. Parte do valor se deve à autuação de uma PCH (Pequena Central Hidrelétrica) que foi multada em R$ 4,95 milhões, além de dois traficantes de papagaios que foram multados em R$ 1,53 milhão.

Como nos anos anteriores, a “Operação Pré-piracema” envolve 300 policiais e irá até 6 de novembro, próxima quinta-feira. Segundo a PMA, os trabalhos preventivos contam com participação das 25 subunidades da polícia no Estado, sendo que é dada atenção especial a questões relativas à pesca, porém, combatendo todos os tipos de crimes e infrações ambientais.

Por causa de crimes e infrações ambientais, 64 pessoas foram autuadas até o momento, sendo 40 por pesca ilegal. Quase 400 kg de pescado, exatos 397 kg, foram apreendidos . Dos 40 autuados por pesca ilegal, 36 foram presos por crime de pesca predatória e, quatro, autuados administrativamente por falta de licença, o que não é crime ambiental, mas considerada infração administrativa.

PMA, além das 64 autuações por infrações ambientais durante a operação, houve também uma prisão por crime de tráfico de drogas, quando Até maconha foi apreendida pela PMA durante operação. Ao todo, 602 kg. (Foto: Divulgação)PMA, além das 64 autuações por infrações ambientais durante a operação, houve também uma prisão por crime de tráfico de drogas, quando Até maconha foi apreendida pela PMA durante operação. Ao todo, 602 kg. (Foto: Divulgação)

Materiais apreendidos - Foram apreendidas também 284 anzóis de galho, que são petrechos proibidos com grande potencial de captura de pescado, 17 redes de pesca, quatro tarrafas, além de nove motores de popa, nove barcos e 11 veículos.

Também foram autuadas sete pessoas por crimes contra a flora, dois por caça ilegal, dois por carga perigosa e três por maus-tratos a animais. Outros crimes como poluição sonora levaram à autuação de três pessoas, além de uma por degradação do rio Taquari, dois por portarem motosserras ilegais, dois por tráfico de animais silvestres e um por exploração e cascalho.

Ainda de acordo com a PMA, além das 64 autuações por infrações ambientais durante a operação, houve também uma prisão por crime de tráfico de drogas, quando foram apreendidos 602 kg de maconha.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions