A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

23/12/2014 07:28

PMA vai coletar amostra em córrego que registrou morte de peixes

Aline dos Santos
Foto mostra peixes mortos no  córrego Esperança. (Foto: Nova News)Foto mostra peixes mortos no córrego Esperança. (Foto: Nova News)

Equipe da PMA (Polícia Militar Ambiental) vai percorrer o córrego Esperança, em Batayporã, e coletar amostra de água em busca da fonte poluidora que provocou morte de peixes. O material será encaminhado para o laboratório do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul).

Veja Mais
Em 7 dias, choveu 56% do esperado para o mês em município do interior
Quinta-feira de tempo instável, com chuvas durante todo o dia e máxima de 37ºC

De acordo com o Nova News, um leitor encaminhou foto do peixes mortos no último domingo. No e-mail, o denunciante disse que há vários dias percebe essa situação no córrego. A PMA foi ao local ontem, mas não havia peixes mortos.

De acordo com o major Ednilson Queiroz, uma das possibilidades é que a chuva tenha arrastado material orgânico para o curso d'água e, junto com lançamento clandestino de esgoto, tenha reduzido o oxigênio, provocando a asfixia dos peixes.

Contudo, ele lembra que é difícil encontrar a causa em água corrente. “Às vezes, o produto que fez diminuir o oxigênio já escorreu”, diz.




Lembro que a coleta de amostras da água somente deve ser realizada por técnicos do setor de amostragem da Unidade de Laboratório do Imasul através do uso de frascos, preservantes, equipamentos e transporte em conformidade com o procedimento operacional padrão, para garantir resultados mais confiáveis. E que a análise da qualidade dos sedimentos (metais e macroinvertebrados bentônicos) também fornece subsídios importantes para a compreensão do que pode ter causado o problema ambiental.
 
Edmur em 23/12/2014 16:38:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions