A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

17/07/2015 20:14

Senai concede Selo Ambiental a mais duas empresas do MS

Thiago de Souza
Programa tem cinco selos que correspondem a uma pontuação diferente. (Foto: Divulgação Unicom - Fiems)Programa tem cinco selos que correspondem a uma pontuação diferente. (Foto: Divulgação Unicom - Fiems)

O Senai (Serviço Nacional da Indústria) vai entregar, no próximo dia 18, o Selo Ambiental para mais duas indústrias em Mato Grosso do Sul: a Bunge Alimentos, de Dourados, e a Metalfrio Solution, de Três Lagoas. A certificação atesta e classifica a eficiência ambiental das indústrias e traz aumento do percentual de benefício fiscal.

Veja Mais
Sustentabilidade na agricultura com adubos verdes
Showtec expõe projeto que incentiva sustentabilidade entre produtores rurais

O selo faz parte do PSE (Programa Senai de Ecoeficiência). O diretor-técnico do Senai, Dax Goulart, disse que a certificação é um momento de conquista para as indústrias e serve para que elas "busquem cada vez mais sustentabilidade”. Ele também ressaltou o papel do Senai como agente promotor de melhores práticas.

O Selo

Os selos ambientais do Senai servem para classificar a eficiência ambiental das indústrias de acordo com os parâmetros do Decreto Estadual nº 13.606, de 25 de abril de 2013, que prorrogam até 2028 os incentivos fiscais para o setor industrial sul-mato-grossense, permitindo a ampliação, em até 5%, do percentual do benefício fiscal já concedido mediante à efetividade do plano técnico de sustentabilidade ambiental das empresas.

O programa é desenvolvido em sete etapas, entre elas a adesão da empresa, avaliação ambiental, definição de metas e processo de auditoria, até a emissão do selo.

Por meio da pontuação de desempenho ambiental, o PSE vai conceder 5 selos ambientais (verde, azul, laranja, marrom e branco), sendo que cada um tem sua equivalência entre a pontuação e o percentual do incentivo fiscal concedido.

O Selo Verde tem conceito entre 81 a 100 pontos e concede à indústria 5% a mais de incentivo fiscal, enquanto Selo Azul tem conceito entre 61 a 80 pontos e incentivo fiscal de 4% a mais, o Selo Laranja tem conceito entre 41 e 60 pontos e 3% a mais de incentivo fiscal, o Selo Marrom tem conceito entre 21 e 40 pontos e incentivo fiscal de mais 2% e o Selo Branco tem conceito entre 1 a 20 pontos e incentivo fiscal de mais 1%.

Sustentabilidade na agricultura com adubos verdes
Com o advento da agricultura, mais ou menos há dez mil anos, o homem tem contribuído significativamente para as mudanças de ecossistemas, notadamente...
Inovações e sustentabilidade no campo
Estudo da Embrapa mostra os benefícios dos ganhos de produtividade no campo: entre 1970 e 2010, o preço real dos alimentos reduziu pela metade. Para ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions