A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

11/09/2014 10:04

Turistas de São Paulo são multados em R$ 11 mil por pesca predatória no Estado

Luciana Brazil
Peixes capturados estavam abaixo da medida permitida por lei. (Foto: Divulgação)Peixes capturados estavam abaixo da medida permitida por lei. (Foto: Divulgação)

Quatro turistas de São Paulo foram presos pela PMA (Polícia Militar Ambiental) na tarde de ontem (10), em um pesqueiro próximo a cidade de Miranda, a 201 quilômetros de Campo Grande, com 186 quilos de peixes com diversos exemplares abaixo da medida permitida por lei. O grupo foi preso, autuado por crime ambiental de pesca predatória e ainda recebeu uma multa de R$ 11.440. Os pescadores de 54, 55, 58 e 61 foram liberados depois de pagar fiança.

Veja Mais
Fim de semana em MS terá tempo instável com possibilidade de chuva
Quatro cidades de MS estão entre as 100 que mais desmatam florestas

Entre o pescado estavam as espécies pacu, pintado, jurupoca cachara e piavuçu. Segundo a PMA, havia pacu com 34 centímetros quando a medida permitida para a captura é de 45 centímetros para a espécie.

O grupo veio das cidades de Poloni e Nhandeara (SP) e capturaram os peixes no Rio Miranda. Além das espécies, também foi apreendido um freezer. Cada um dos pescadores recebeu multa de R$ 2.860, totalizando R$ 11.440. Se condenados, os pescadores poderão pegar pena de um a três anos de detenção. Os peixes serão doados para instituições filantrópicas da cidade.

Fiscalização- A PMA tem reforçado a fiscalização nos rios durante os meses de setembro e outubro na tentativa de prevenir e reprimir a pesca predatória. Próximo ao período da piracema, que começa em novembro, vários cardumes já estão formados e a quantidade de turistas e pescadores no Estado se intensifica.

Por haver um período fácil de captura, devido ao início da formação dos cardumes, os turistas deixam para esses meses a pescaria. Diversas irregularidades têm sido encontradas. Na semana passada, 12 turistas foram presos por pesca predatória, em Aquidauana e Anastácio, com 276 kg de pescado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions