A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

09/08/2016 10:26

Umidade do ar aumenta e reduz focos de incêndio na Serra do Amolar

Priscilla Peres
Incêndio consumiu mata nativa por duas semanas. (Foto: Instituto Homem Pantaneiro)Incêndio consumiu mata nativa por duas semanas. (Foto: Instituto Homem Pantaneiro)

A chuva que atingiu várias cidades do Estado entre ontem e hoje, ajudou a reduzir os focos de incêndio na Serra do Amolar, região do Pantanal sul-mato-grossense. Em Corumbá - distante 419 km de Campo Grande, choveu fraco mas o suficiente para elevar a umidade relativa do ar.

Veja Mais
Incêndio há duas semanas consome 10 mil hectares da Serra do Amolar
Previsão é de semana chuvosa em Campo Grande e na maior parte de MS

O incêndio começou há duas semanas e consumiu 10 mil hectares de vegetação nativa. Diversas equipes trabalharam no local para tentar conter as chamas, que se agravaram com o tempo seco e a baixa unidade do ar.

Com a mudança no clima, o presidente da ONG (Organização não Governamental), Ângelo Rabelo afirma que houve redução significativa, de 80% dos focos de incêndio. "Choveu muito fraco na região, mas o aumento da umidade ajudou bastante. Esperamos que continue assim, até acabar".

Equipes do Instituto Homem Pantaneiro, Corpo de Bombeiros e Prevfogo continuam no local para tentar conter as chamas que restaram.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions