A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

30/03/2011 18:09

Votação do novo Código Florestal é um retrocesso, diz Fórum de Meio Ambiente

Paula Maciulevicius

Outro tema levantado pelo Fórum, instalação de novas usinas nucleares no país

A votação do novo Código Florestal é considerada um retrocesso pela entidade que compõe o Formads – MS (Fórum de Meio Ambiente e Desenvolvimento sustentável de Mato Grosso do Sul). Na avaliação do Fórum as mudanças na legislação ambiental visam atender o agronegócio prejudicando a preservação do meio ambiente.

Segundo Haroldo Borralho, representante do Cedampo (Centro de Documentação e Apoio aos Movimentos Populares) do Fórum, os ambientalistas não são contra o desenvolvimento da economia, desde que não destrua a natureza, que é um bem de todos.

“A mudança no Código Florestal é uma manobra do agronegócio. Visa abrir brechas para detonarem o que ainda resta nas fazendas, ou eximir os proprietários rurais de suas responsabilidades, como é o caso da anistia”, afirma.

Para o Formads, o novo projeto mostra o quanto o parlamento brasileiro é movido pela pressão dos interesses puramente econômicos, em que se dá atenção ao imediato e ao lucro do proprietário rural.

O Senado Federal começa a discutir o projeto de lei de atualização do código. Estão sendo realizadas em Brasília, uma série de audiências públicas promovidas pelas comissões de Meio Ambiente e de Agricultura e Reforma Agrária.

O projeto que teve como relator o deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB-SP), deve ser votado na câmara federal nas próximas semanas.

Usinas nucleares – Outro tema levantado pelo Fórum, diz respeito à instalação de novas usinas nucleares no país, sendo que Mato Grosso do Sul está incluído na relação dos estados onde serão feitos estudos para a possível construção de uma usina.

“O que está acontecendo no Japão, e já aconteceu em outros países, como na Rússia e nos Estados Unidos, mostra o quanto a questão das usinas nucleares é delicada. Por isso estamos pedindo aos parlamentares do estado que se manifestem a respeito”, finaliza.




COMO PODE EXISTIR AINDA NOS DIAS DE HOJE PESSOAS IGNOARANTES A PONTO DE ACHAR QUE A VOTAÇÃO TEM QUE SER FAVORÁVEL A MEIA DUZIAS DE PESSOAS QUE POR MOTIVOS FINANCEIROS PREJUDICAM A TODOS. NOSSA ACORDA GENTE TÁ NA HORA DE SE MANIFESTAR MAS PARA ISSO SE INFORMAR É PRECISO.
 
Gisele Zduniak Silvério em 24/05/2011 07:19:09
porque os anbientalista nao se preocupa com rios, nas areas urbanas e industrias que poluin dia e noite, e tambem com a europa para o reflorestamento, nao so no brasil, sera que so um salva o mundo, porque eles nao mostran um projeto para os pequenos produtores rurais um meio para sobrevivencia, e mais os filhos deles tambem.
 
claudio dupski em 07/05/2011 12:10:18
Na verdade as leis ambientais só tinham que definir oque é nascente e oque é errosão causada pelas águas da chuvas, pois multam sem fazer um real estudo da aréa,só aparecem na época das chuvas e acham que é nascente, errosões que tinham que ser contida, pois elas que estão assoreando nossos rios.
 
Camila florença em 03/04/2011 07:15:13
Luis Felipe. Deveriamos nos preocupar com o desperdicio de alimento que existe ,em dar melhores condiçoes para o transporte,tantas outras maneiras para se aumentar a produçao de alimentos, voce ja ouviu falar de produçao sustentavel,produzir sem agredir,procure se informar,em vez de querer destruir,pense bem que mundo vc quer deixar para seus filhos.Antes de tudo precisamos de ar e água para sobreviver.
 
Roselei em 03/04/2011 06:13:46
ENQUANTO O MUNDO PRECISA DE ALIMENTO , E MUITO.... OS AMBIENTALISTAS RADICAIS , COM UMA VISÃO TACANHA E RETROGRADA , DEVERIAM ENTÃO , ENSINAR O SER HUMANO A COMER "ARVORES " EM VEZ DE LEITE E PÃO .
 
LUIS FELIPE CAMPOS LIBORIO em 31/03/2011 09:16:29
tem que rir mesmo... Luis Felipe você acha mesmo que a preocupação dos que são a favor de mudança no código é para alimentar o mundo? a verdadeira preocupação é produzir pra encher ainda mais o bolso dos grandes latifundiarios, e anistiar eles do terriveis crimes que eles cometeram... essa é a verdade
 
Márcio Santos Araujo em 31/03/2011 03:30:43
Realmente é esta impressa que tenho, um retrocesso, outro dia Aldo Rabelo defendia seu relatório no senado afirmando que tudo que se sabe a respeito do meio ambiente são opiniões dos cientistas e que opinioões de cientista não é ciencia, e prosseguiu, afirmando que não há o que se preocupar com reservas, com as margens dos rios a preocupação deve se limitar as nascentes dos rios somente, que todos os rios nascem pequeno. citou o rio São Francisco que nasce na cerra da canastra pequeniho chega majestoso no nordeste onde as muito das margens são pura pedra não há o que se preservar. CUIDADO COM ESSE CÓDIGO.
 
EDILSON PEREIRA DA SILVA em 30/03/2011 07:56:09
Será que resta pelo menos um pouco de bom-senso nos nossos representantes,.ou o interesse financeiro sobrepuja a idéia de deixarmos para os nossos descendentes um ambiente equilibrado? Vamos aguardar para ver.
 
Renato Antõnio Barbosa em 30/03/2011 07:22:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions