A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

23/11/2016 15:20

Investir em gestão garante boa administração, diz Marquinhos

Ricardo Campos Jr.
Marquinhos ao lado do ministro GIlberto Kassab (Foto: divulgação)Marquinhos ao lado do ministro GIlberto Kassab (Foto: divulgação)

O prefeito eleito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), acredita que investimentos em gestão garantem boa administração, evitando que o gestor público seja “governado pelas necessidades”. Ele participa, nesta quarta-feira (23), de seminário organizado pelo MBC (Movimento Brasil Competitivo), que presta serviço de consultoria em planejamento, metodologia e controle de indicadores para as finanças públicas.

Veja Mais
Marquinhos segue passos de Reinaldo na montagem de estrutura de gestão
Núcleo de combate aos crimes de fronteira será inaugurado na próxima semana

Trad ainda não definiu, segundo sua assessoria de imprensa, se contratará a empresa para atuar na Capital, como fez Reinaldo Azambuja (PSDB) na administração do Estado.

O evento começou às 14h20 (horário de MS) com abertura feita pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), seguida da palestra “Brasil Digital” com a presença do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab.

Às 16h20, o conselheiro do MBC Silvio Bairros abordará os desafios da gestão municipal com prefeitos eleitos junto com os prefeitos de Niterói, Recife e Campinas.

Segundo a assessoria do prefeito eleito, Marquinhos e a equipe de transição vão analisar a proposta e ver se é adequada ao modelo de gestão que querem colocar em Campo Grande.

O MBC acompanha Reinaldo desde o início de seu governo e, em 2015, foi formalmente contratado pela administração estadual, por R$ 1,4 milhão, para “prestação de serviços de desenvolvimento de atividade e conceitos relacionados a implementação do modelo de gestão por resultados para o Estado do Mato Grosso do Sul".

A entidade atua em 18 estados, trabalhando no começo das administrações com o planejamento, metodologia e controle de indicadores para as finanças públicas. A ideia do grupo é fazer que o País, a partir dos estados e municípios, se torne um dos 30 mais competitivos do mundo até 2030.

Entre as funções do MBC estão a coordenação e promoção de ações estruturantes de conteúdo inovador, contribuindo para o desenvolvimento social e econômico por meio da implementação de projetos, programas e planos de ações para elevar a competitividade da economia.

O MBC se autodenomina associação civil de direito privado sem fins lucrativos ou econômicos. Cirou o chamado “pacto da reforma do Estado”, com objetivo de ter “soluções de curto prazo que contribuam para um estado mais eficiente”, segundo informações disponíveis em seu site na internet.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions