A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

31/10/2016 08:36

Marquinhos quer radiografia da prefeitura e conselhos de Azambuja

Aline dos Santos
Marquinhos Trad foi eleito prefeito de Campo Grande. (Foto: Fernando Antunes)Marquinhos Trad foi eleito prefeito de Campo Grande. (Foto: Fernando Antunes)

No primeiro dia na condição de prefeito eleito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) vai em busca de uma radiografia do município, reunião com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e da vice-governadora Rose Modesto (PSDB), candidata que derrotou nas urnas. Ele conta que começou o dia com orações e entrevistas.

Veja Mais
MS salta da nota mínima para máxima em ranking de transparência
Bernal sinaliza ignorar decisão e TCE alerta para risco de improbidade

“Quero uma tomada da posição econômica, financeira e administrativa da prefeitura. Seria tipo uma radiografia completa da administração. Alem de agradecer o apoio do prefeito Alcides Bernal”, diz Marquinhos.

Apesar das críticas à gestão do governador durante a campanha, ele afirma que apenas cobrou promessas e não fez ataques pessoais. “Quero conversar com o governador Reinaldo. Quero ir lá pedir ajuda para Campo Grande e de conselhos. Ele já passou por isso também. Tenho certeza de que ele não vai negar. Até porque votei nele no segundo turno da última eleição. Tem tudo para uma parceria sadia e saudável”, salienta o prefeito eleito.

Marquinhos reafirmou que tem nomes para o secretariado, mas não quis revelar os escolhidos para compor o primeiro escalão da prefeitura. Ele já havia antecipado que pretender criar mais duas secretarias: da pessoa com deficiência e de assuntos fundiários. Porém, ainda não sabe se vai cortar alguma já existente. Novas secretarias representam mais gastos para a administração pública. O eleito também quer agendar reunião com todos os vereadores.

Ele conquistou 58,77% no segundo turno, que corresponde a 241.876 votos. Enquanto a concorrente obteve 41,23% (169.660 votos).

Advogado, Marquinhos Trad tem 51 anos, é casado e pai de quatro filhas. Ele foi secretário municipal na Capital por sete anos, vereador e cumpre o 11º ano no cargo de deputado estadual. Durante a campanha, afirmou que se preparou 21 anos para disputar a prefeitura de Campo Grande. O cargo já foi ocupado pelo seu irmão Nelsinho Trad (PTB).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions