A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

16/11/2016 16:15

Parlamentar de MS narra em tempo real invasão ao plenário da Câmara Federal

Paulo Nonato de Souza

A invasão de um grupo de 50 manifestantes ao plenário principal da Câmara dos Deputados, esta tarde, interrompendo o andamento de uma sessão não-deliberativa da Casa, foi narrada em tempo real pelo deputado federal por Mato Grosso do Sul, Elizeu Dionizio (PMDB).

Veja Mais
Elizeu Dionizio é indicado para compor vice-liderança da bancada federal tucana
Deputado Elizeu Dionizio apoia a aprovação da PEC dos Jornalistas

Em seu perfil no Facebook, o parlamentar sul-mato-grossense postou um vídeo com a narrativa do ato, precedido do seguinte comentário: “Grupo invade plenário da Câmara dos Deputados. Sessão foi suspensa por completa falta de segurança. Pessoas foram agredidas. Grupo pede intervenção militar”.

Em sua narrativa, Elizeu Dionízio diz que “estamos aqui no Plenário da Câmara Federal, que acabou de ser invadido por um grupo que ainda não sabemos qual é a sua posição política. Nesse momento esse grupo toma conta da mesa da Câmara, gritando palavras de ordem, sendo que eles mesmos não se dão o respeito. Quebraram patrimônio público, invadiram a Câmara Federal. Não sabemos qual é o seu objetivo. Interromperam uma sessão com pautas importantes. Eu acho que não é desta forma que se conquista direitos. Estão fomentando brigas dentro do Plenário”.

De acordo com a Agência Brasil, o grupo formado por cerca de 50 pessoas de 10 estados quebrou a porta de vidro que dá acesso ao plenário e entrou na Casa gritando as palavras: "Queremos general", "Viva Sergio Moro" e “Nossa bandeira nunca será vermelha”.

No momento da invasão, os deputados discursavam antes de o início da Ordem do Dia da sessão extraordinária. Os manifestantes apresentaram uma pauta de reinvidacações em que pedem fim dos supersalários, fim da corrupção, intervenção militar e a vinda de um general para negociar a saída deles do plenário. Eles se denominam integrantes de um grupo chamado Intervencionistas. A mobilização foi feita por meio das redes sociais.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions