A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

11/11/2016 10:50

Vítimas de violência sexual podem conseguir tratamento diferenciado em MS

Projeto obriga hospitais conveniados ao SUS a oferecer este tratamento multidisciplinar

Leonardo Rocha
Projeto de Antonieta Amorim quer dar tratamento completo a estas vítimas (Foto: Assessoria/ALMS)Projeto de Antonieta Amorim quer dar tratamento completo a estas vítimas (Foto: Assessoria/ALMS)

Pacientes vítimas de violência sexual, podem receber um tratamento multidisciplinar, nos hospitais públicos, filantrópicos e privados, conveniados com o SUS (Sistema Único de Saúde). Esta proposta foi apresentada pela deputada Antonieta Amorim (PMDB), durante sessão na Assembleia, e deve ser votada em breve pelos parlamentares.

Veja Mais
Reforma administrativa está quase pronta e com menos secretarias, diz Reinaldo
Destaque no ranking da transparência, MS terá Controladoria Geral

O projeto prevê que este tratamento diferenciado, inclui o cuidado tanto aos impactos físicos que estes pacientes sofreram, assim como os emocionais e psicológicos, em função de se tratar de uma violência sexual.

"Está comprovado que as vítimas de violência sexual apresentam também, além do trauma decorrente da violência, complicações físicas e psicológicas. É pensando nisso que esse projeto de lei tem a finalidade de determinar um atendimento diferenciado, diminuindo os impactos sociais, físicos", justificou a autora.

Antonieta ponderou que a intenção é garantir o atendimento imediato e multidisciplinar, em hospitais que dispõe de Pronto Atendimento e Serviço de Ginecologia, para que sejam feitos os diagnósticos das lesões físicas, assim como amparo psicológico. Também deve se agilizar o registro da ocorrência para as delegacias especializadas.

Outro cuidado é com medicação para prevenir gravidez resultante do estupro e até coleta de material, para identificar o agressor, por meio de testes de DNA. O projeto segue para as comissões permanentes e e depois será votado pelos deputados, no plenário da Assembleia.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions