A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Julho de 2016

01/12/2014 17:03

Plantio da soja chega em 99% e previsão é colher 6,4 mi de toneladas

Priscilla Peres
Nesta safra, os sojicultores do Estado vão destinar 2.300 milhões de hectares à cultura. (Foto: Famasul)Nesta safra, os sojicultores do Estado vão destinar 2.300 milhões de hectares à cultura. (Foto: Famasul)

O plantio da soja em Mato Grosso do Sul está na reta final. De acordo com estimativa da consultoria AgRural, o Estado é o mais adiantado com 99% da área destinada à cultura coberta com a oleaginosa. No país, a safra 2014/15 alcança 85% do total da área, menos que no mesmo período da safra passada.

Veja Mais
Novo conceito de carne sustentável é apresentado hoje em dia de campo
Gigante do setor, JBS diz que queda no consumo de carne já preocupa

Nesta safra, os sojicultores do Estado vão destinar 2.300 milhões de hectares à cultura e pretender colher 6.400 milhões de toneladas. A estimativa da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de MS) é de que a produção seja maior em 400 mil toneladas do que a safra passada, mas as condições climáticas como a estiagem e a chuva podem gerar prejuízos.

"A estiagem atrasou o início do plantio, mas não prejudicou muito a produção, apenas adiou um pouco a segunda safra. Agora o que temos que ficar atentos é com a colheita, realizada entre janeiro e março, pois se continuar chovendo pode atrapalhar e causar prejuízos maiores aos produtores", explica o analistas em agricultura da Famasul, Leonardo Carlotto.

A chuva também atrapalha o plantio. "Se chove forte as máquinas precisam parar e esperar até o solo estar mais seco para continuar os trabalhos, o que leva até três dias", destaca Carlotto. Para a Famasul, o plantio está em 95% da área e Sidrolândia é o município mais atrasado, enquanto que a região Sul praticamente já terminou o plantio e na região Norte faltam poucos.

Estimativa - Segundo a AgRural, o avanço da semana passada para essa nos trabalhos foi de 9 pontos percentuais e só não foi maior devido ao alto volume de chuva registrado em vários Estados. “Mas, se por um lado essas precipitações atrapalharam momentaneamente a entrada das máquinas em campo, por outro elas foram muito bem-vindas para dar umidade às áreas de semeadura mais tardia e também para garantir às lavouras as melhores condições de desenvolvimento vistas até agora nesta safra”, diz informe semanal.

A AgRural também fez uma revisão sobre suas estimativas de área plantada e produção para 2014/15. A área plantada agora é calculada em 31,449 milhões de hectares, 18 mil hectares inferior à projeção passada. A produção, por sua vez, é calculada em 94,892 milhões de toneladas, com incremento de 10,2% sobre a safra 2013/14 e queda de 50 mil toneladas em relação à estimativa do mês passado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions