A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

02/03/2012 14:58

A cada 2 dias, um motorista é preso por dirigir embriagado em Campo Grande

Fernando da Mata

Estatísticas da Ciptran revelam que 212 motoristas sob efeito de álcool foram presos no trânsito campo-grandense

Teste do bafômetro (Foto: Arquivo)Teste do bafômetro (Foto: Arquivo)

Álcool e direção, uma mistura péssima ainda bem presente no trânsito. Em Campo Grande, por exemplo, a cada dois dias de 2011, uma pessoa foi presa por dirigir embriagada.

Estatísticas da Ciptran (Companhia Independente de Polícia de Trânsito) revelam que 212 condutores foram encaminhados para delegacias de Polícia Civil por terem sido flagrados sob efeito de álcool. Em 2010, o número foi um pouco maior, 243.

Há muitos condutores que só são penalizados com autos de infração. A diferença entre um ano e outro é bem pequena também. Enquanto no ano passado foram 550 autos de infração, em 2010 foram 565.

Em janeiro deste ano, 14 motoristas foram presos e 33 autos de infração foram feitos.

O comandante da Ciptran, tenente-coronel Alírio Vilassanti, acredita que uma conscientização maior dos condutores contribuiu para a queda dos índices, mesmo que pequena.

“Nós focamos muito nas ações para cumprir a Lei Seca. As prioridades são os motociclistas e os condutores mais jovens, entre 18 e 25 anos. Temos que manter o mesmo ritmo de trabalho, pois acreditamos em uma conscientização maior dos condutores”, relatou Vilassanti, destacando os níveis de fiscalização e as campanhas educativas como pontos positivos.

Embriaguês nas BRs - Comparada com a das rodovias federais de Mato Grosso do Sul, a situação de Campo Grande está mais crítica, considerando as dimensões de uma cidade e de um estado.

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), um condutor embriagado foi preso a cada dois dias em 2011. Os 215 presos compõem o grupo de 749 autuações feitas pelos agentes.

Número de prisões do ano passado foi bem menor que em 2010, 424. Ao todo, foram 816 autuações.

O inspetor da PRF, Tércio Baggio, acredita que a tendência é de redução cada vez maior desse tipo de infração. “Os números podem indicar uma tendência de que os condutores estão ficando mais conscientes, de não misturar álcool com a direção.”

O condutor que é flagrado bêbado leva multa de R$ 957,20, tem a carteira de habilitação apreendida e pode ir preso se o índice de álcool no ar expelido passar de 0,29 miligrama ou tiver em situação clara de embriaguês.

Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste
O motociclista Rolson Ribeiro, 34 anos, sofreu várias fraturas após colidir a motocicleta que pilotava contra um poste, por volta das 4h deste doming...
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves
Acidente aconteceu na rua Fernão Dias. Motorista bateu em carro estacionado....



Concordo com Aldo...se houvesse maior fiscalização tenho certeza q esse numero aumentaria e muito!
 
Cristina em 03/03/2012 10:39:17
ISSO OCORRE, PORQUÊ, A SANTÍSSIMA IGREJA CATÓLICA ESTA DENTRO DE 4 PAREDES, NÃO VAI AS RUAS AO BAIRROS, ASSOCIAÇÕES, PREGAREM A VERDADE BÍBLIA, E INFORMAR A SOCIEDADE QUE PINGA, CERVEJAS, TRAIÇÃO, ADULTÉRIO,FORNICAÇÃO, RAIVA, ÓDIO, CIGARROS, DROGAS LÍCITAS, SÃO DO demônio, E O POVO ENTÃO AINDA ESTÃO SEM SABER QUAIS SÃO OS PECADOS, QUE SÃO DO diabo, E O POVO NÃO GOSTA DO diabo,usam sem saber.
 
PEDRO BRAGA em 03/03/2012 09:34:55
Engraçado ,né?
A cada 2 dias, um motorista é preso por dirigir embriagado em Campo Grande?Será?Não acredito....Um rapaz embriagado bateu em meu carro por ultrapassar o sinal vermelho e ainda se recusou a fazer o bafometro....E NÃO FOI PRESO???NÃO ENTENDO NADA
E AINDA QUER SIR COMO NADA TIVESSE ACONTECIDO
 
Veruska Miranda em 03/03/2012 09:00:37
Este numero é pifio, pois falta fiscalização. Se fazer uma pesquisa (como pessoal da UCDB fez ano passado), 40% dos motoristas admite dirigir depois beber. Então se a policia realmente se empenhava na fiscalização, pegaria dezenas de milhares de motoristas por ano. Pergunta em qualquer bar com uns 200 bebados quantos vão voltar para casa dirigindo, e quantos acham que vão ser fiscalizados...
 
Marcos da Silva em 03/03/2012 06:18:40
Vamu bebe pessoal pq comer engorda
 
Ruy Miranda em 03/03/2012 05:08:38
PRENDER NADA! ficam detidos algumas horas até o efeito da bebida passar e é solto. A propaganda da bebida está em todo lugar e hora. Veja que até o"bispu" Macedo tambem bebe sua cerveja. Teria que ter uma pena severa como é nos EUA , que dirigir embrigado o cara vai pra cadeia mesmo.
 
Carlos Lamarca em 03/03/2012 04:23:18
Tem que reprimir mesmo esses bando de idiotas cretinos que dirigem embrigados e saem matando gente inocente por ai.perdi um tio meu querido hoje por conta disso o cara atropelou e fugio sem prestar socorro ali na ernesto geisel.gente tem que reprimir mesmo e cadeia nesses idiotas que parece que sabe que estão fazendo a coisa errada e mesmo assim fazem ou seja bebem enchem a cara e saem de carro.
 
walter eber balbuena em 03/03/2012 02:03:47
Concordo que tem que prender o bêbados, mas e os bêbados que dirigem e que ficam tomando e fumando perto das casas de gente de bem dormindo para acordar cedo para trabalhar?
A policia não faz nada!
 
João Luiz em 02/03/2012 11:53:53
Eu gostaria de saber onde são feitas as fiscalizações, pois nunca vi nenhuma aqui em Campo Grande, na área urbana.
 
mario takeda em 02/03/2012 07:04:59
A fiscalização deve atuar nas proximidades dos bares como por exemplo da Avenida Afonso Pena e outras avenidas, todos os dias da semana. Tenho certeza que o n° de acidentes vai diminuir se houver fiscalização nas proximidades dos bares. A partir dessa fiscalização tenho certeza que vão diminuir o número de leitos ocupados na Santa Casa. Mas tem que tem vontade política.
 
cristina novaes em 02/03/2012 06:45:12
Um a cada dois dias! É pouco. Todos sabemos que os que bebem e dirigem estão por aí a solta aos milhares todos os dias. Discordo do inspetor da PRF: Esse tipo de infração só vai diminuir se diminuir a fiscalização. Eu não bebo, por princípios. E não conheço ninguém que deixa de beber porque vai dirigir. Perde-se a habilitação, a liberdade, a vida, mas não se perde o vício.
 
ALDO BARBOSA DE ANDRADE em 02/03/2012 04:38:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions