A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

28/04/2015 15:01

Acidentado aguarda mais de 20 minutos na Planalto a espera dos Bombeiros

Antonio Marques
Enquanto aguardava atendimento dos Bombeiros, o estudante de Veterinária usava o capacete de apoio para cabeça. (Foto: Antonio Maques)Enquanto aguardava atendimento dos Bombeiros, o estudante de Veterinária usava o capacete de apoio para cabeça. (Foto: Antonio Maques)
Depois de pelo menos 20 minutos de espera, o motociclista recebeu atendimento dos Bombeiros. (Foto: Antonio MarquesDepois de pelo menos 20 minutos de espera, o motociclista recebeu atendimento dos Bombeiros. (Foto: Antonio Marques

Acidente entre uma moto e um carro na Avenida Tamandaré no cruzamento das ruas Itanhaém e Augusto Severo, na Vila Planalto, chamou a atenção dos motoristas e pessoas que presenciaram o fato pela demora da chegada do atendimento do Corpo de Bombeiros, pelo menos 20 minutos, numa região considerada central.

Veja Mais
Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco

O estudante de medicina veterinária Ananias Junior, 25 anos, seguia no sentido bairro centro e foi surpreendido pelo veículo Polo que saiu da rua Itanhaém e invadiu a preferencial da avenida provocando o choque. O aposentado Gerson Gomes dos Santos, motorista do carro, disse que não viu o motociclista.

A reportagem do Campo Grande News chegou ao local por volta de 13:00, cerca de dez minutos após o acidente, conforme informou o motorista que Gerson dos Santos. Permaneceu no local cerca de 15 minutos até que chegassem os Bombeiros. Neste período a reportagem ligou ao Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança) no telefone 193, que informou que a viatura já havia sido acionada e chegaria em poucos minutos.

Questionada sobre a demora, a atendente chegou a dizer que haviam outras ocorrências sendo atendidas, talvez seria o motivo da espera. Antes da reportagem, a esposa do motorista do veículo teria sido a primeira pessoa a chamar os Bombeiros. A namorada do acidentado, que chegou ao local logo após o evento, também confirmou ter chamado o socorro pelo 193 e estava aguardando. "Já me desesperei e já me acalmei. Parece que não é nada grave", comentou ela.

Enquanto esperava pelo atendimento, Gerson dos Santos improvisou com papelão e um pedaço de lona plástica uma proteção para evitar que o acidentado permanecesse sob o forte sol da tarde. Cerca de três minutos após a ligação da reportagem ao 193, duas equipes chegaram ao local com dois moto-socorristas e uma unidade de resgate.

Perguntando sobre o fato da espera no atendimento, o Sargento Almeida disse que ao saber do acidente não levou mais que três minutos pra chegar ao local, considerando a proximidade da Unidade Central. “Estou surpreso com essa informação que a vítima ficou aguardando mais de 20 minutos. Nosso deslocamento é muito rápido”, garantiu

O estudante ficou no chão imóvel o tempo todo e reclamou de dores em uma das pernas e na mão que apresentava escoriações. Aparentemente não havia suspeita de fratura, mas ele foi imobilizado e encaminhado ao pronto-socorro da Santa Casa.

Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste
O motociclista Rolson Ribeiro, 34 anos, sofreu várias fraturas após colidir a motocicleta que pilotava contra um poste, por volta das 4h deste doming...
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves
Acidente aconteceu na rua Fernão Dias. Motorista bateu em carro estacionado....



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions