A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

14/10/2013 10:31

Acidentes matam 7 pessoas nas rodovias durante feriadão no Estado

Aliny Mary Dias
Acidente que matou duas pessoas ocorreu no sábado (Foto: Renato Vessani/Vicentina Online)Acidente que matou duas pessoas ocorreu no sábado (Foto: Renato Vessani/Vicentina Online)

Os acidentes e mortes nas rodovias estaduais e federais de Mato Grosso do Sul durante o feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida aumentaram em 2013 em comparação com o ano passado quando nenhuma morte foi registrada nas rodovias. Foram sete mortes, apesar do balanço oficial confirmar cinco óbitos.

Veja Mais
Jovem de 21 anos perde controle, capota carro e morre na BR-267
Capotamento mata duas jovens, já são seis mortes em acidentes nas rodovias

De acordo com o balanço da PRE (Polícia Rodoviária Estadual), houve aumento de 55% nos acidentes. Ao todo, foram 14 colisões esse ano e nove no ano passado. Outro índice expressivo durante a operação foram as mortes, quatro pessoas perderam a vida em acidentes. Em 2012, nenhuma pessoa havia morrido.

Apesar dos índices negativos, as apreensões de drogas somaram números positivos. Foram apreendidos 294 quilos de maconha nas rodovias estaduais contra 27 quilos no ano passado.

De acordo com o major Luiz Carlos Rodrigues, os principais fatores que contribuíram para o aumento nos números de acidentes e mortes foram o excesso de velocidade e a chuva. “Apesar de todo o empenho da polícia, houve aumento principalmente por conta da imprudência dos motoristas”, conta o major.

Outro fator que faz com que os motoristas corram mais, segundo o major, é a boa condição das pistas. A maioria das rodovias estaduais está asfaltada, o que incentiva muitos condutores a aumentar a velocidade.

Nos pontos onde ocorreram acidentes graves, a PRE afirma que irá fazer ações específicas para diminuir o risco. “Nossa malha viária é muito grande e iremos fazer um trabalho técnico nesses pontos para evitar novos acidentes”, completa Luiz Carlos.

Federais - Nas rodovias federais, o aumento de ocorrências também foi expressivo em comparação com o feriado prolongado do ano passado. Enquanto em 2012 não houve mortes, esse ano um jovem de 21 anos morreu na BR-267 após capotar o carro que conduzia.

O número de acidentes subiu 20%, foram 47 colisões contra 39 registradas no ano passado. Os feridos em acidentes somaram 30 esse ano, 30% a mais do que os 23 feridos no feriado prolongado de 2012.

Os presos por dirigirem embriagados somaram 28. O aumento de 460% chama a atenção, já que no ano passado apenas 5 pessoas foram presas nas rodovias federais. Ainda de acordo com o balanço da PRF (Polícia Rodoviária Federal), foram 2.9141 testes do bafômetro e 90 autuações esse ano.

Em comparação com o mesmo período do ano passado, as autuações aumentaram 1.025% e os testes de alcoolemia tiveram aumento de 717%. Ao todo, 9.357 mil carros foram fiscalizados durante a Operação Semana Santa.

Apesar dos números oficiais, o Campo Grande News apurou que pelo menos sete pessoas morreram em acidentes nas rodovias estaduais e federais. A última morte ocorreu na tarde de ontem (13) na BR-267 em Nova Andradina. Jean Pacheco Urbano, de 21 anos, perdeu o controle da direção do veículo e morreu na hora.




O primeiro radar movel colocado pela PRF na BR 163, onde uma van fica estacionada a beira da rodovia, a meu ver não cumpre o proposito de reduzir acidentes, uma vez que naquele local todos os condutores que passam são obrigados a acelerar para completar a manobra de ultrapassagem e aí acabam sendo pegos pelo radar. Se tivesse a intenção de ajudar na segurança o local escolhido seria outro. Não há registro do veiculo ultrapassado somente o veiculo no momento de ultrapassagem, alem do que a pista contraria é dupla o que minimiza o perigo da manobra.
 
horlando p. de mattos em 14/10/2013 11:13:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions