A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

08/11/2013 12:47

Apesar da redução, população critica preço e qualidade do transporte

Luciana Brazil e Filipe Prado
Passageiros vão pagar R$ 2,70 a partir de segunda, mas continuam criticando qualidade e preço alto (Foto: Marcos Ermínio)Passageiros vão pagar R$ 2,70 a partir de segunda, mas continuam criticando qualidade e preço alto (Foto: Marcos Ermínio)

Apesar da redução de R$ 0,5 na tarifa do transporte coletivo em Campo Grande, que entra em vigor na segunda-feira (11), a população continua criticando o preço da passagem e também a qualidade do serviço. Nas ruas, a demora e a lotação dos coletivos foram as maiores críticas feitas ao setor.

Veja Mais
Projeto que reduz tarifa do transporte coletivo não será votado hoje
Redução de R$ 0,05 na tarifa de ônibus é insuficiente, dizem leitores

Na Avenida Calógeras, próximo a Afonso Pena, Lucemir Rodrigues, 39 anos, disse que apesar da redução, o transporte ainda é caro na Capital. “Na verdade, a redução não faz muita diferença, e apesar de ter baixado o valor, continua caro”, disse Lucemir, moradora do Jardim Noroeste.

Além disso, ela lembra que o ônibus está sempre lotado. “Toda vez que pego o ônibus no meu bairro, está sempre lotado e demora para chegar aqui. É um preço alto para qualidade do serviço oferecido”.

O estudante Afonso Henrique, 15, considera o transporte precário em Campo Grande. Morador do bairro Rita Vieira, ele diz que o coletivo demora uma hora para passar no bairro. “O transporte não é 100%. Pela tarifa que se paga, ele deveria passar a cada 15 minutos, mas passa a cada uma hora no Rita Vieira”.

A quantidade de ônibus é ineficiente, segundo os usuários. “Tem poucos ônibus e estão sempre lotados. O preço também não condiz com o serviço do transporte”, reclamou a estudante e moradora do Jardim Petrópolis Déborah Ferreira, 18 anos.

A redução de R$ 0,5 centavos não conquistou Zenaide Fernandes de Oliveira, 40 anos, moradora do bairro Nova Campo Grande. Para ela a diminuição foi pequena. “Reduziu muito pouco e o brasileiro se conforma com muito pouco. A passagem está muita cara. O preço se compara com o transporte de São Paulo e Rio de Janeiro. Isso é um absurdo”.

Outra crítica foi feita aos motoristas de ônibus que, segundo a mãe de Zenaide, dona Antonia Fernandes de Oliveira, 60 anos, não respeitam os idosos. “Eles são muito mal educados, os idosos vão entrar e eles já aceleram. Esses dias eu quase caí”.

Dona Zenaide diz que a passagem é muito cara para a situação do transporte coletivo (Foto: Marcos Ermínio)Dona Zenaide diz que a passagem é muito cara para a situação do transporte coletivo (Foto: Marcos Ermínio)
O estudante reclama que os ônibus poderiam passar mais vezes no pontos (Foto: Marcos Ermínio)O estudante reclama que os ônibus poderiam passar mais vezes no pontos (Foto: Marcos Ermínio)

Redução - O prefeito Alcides Bernal (PP) disse hoje, em programa de rádio que a redução se trata de uma conquista do Executivo.

“Estamos anunciando oficialmente que a tarifa reduziu para R$ 2,70. Estamos sancionando essa importante lei, iniciativa do Executivo, que foi aprovada, finalmente, ontem. E graças a Deus vamos, a partir das 0h de segunda-feira, ter em Campo Grande uma novidade. Algo inédito, redução do preço da tarifa. Campo Grande entrou em um novo momento em que serviços públicos não tem mais um custo pesado na economia familiar. Serviço público com custo reduzido e na busca de qualidade maior. Quero agradecer aos bons vereadores que fizeram a sua parte e votaram favoravelmente a este projeto de lei”, afirmou.

O projeto de desoneração do ISSQN (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza) foi votado ontem, na Câmara de Vereadores, duas semanas depois de vencer o prazo de ajuste da tarifa descrito no contrato entre Prefeitura e Consórcio Guaicurus.

O Projeto de Lei Complementar nº 01, de 29 de outubro de 2013, previa desconto de R$ 0,15 referente à isenção do ISSQN. Porém, a decisão necessitava de autorização da Câmara para entrar em vigor. Outros R$ 0,05 seriam resultantes de negociação entre Executivo e o Consórcio Guaicurus, para que a tarifa chegue ao patamar de R$ 2,70.

Redução de R$ 0,05 na tarifa de ônibus é insuficiente, dizem leitores
A redução de R$ 0,05 no preço da tarifa de ônibus em Campo Grande foi considerada muito pouco para os leitores. Pelo menos é o que apontou enquete re...
Bernal manda comitiva por tarifa de R$ 2,70 e ignora pedido por valor menor
O prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) ignorou o pedido de redução maior da tarifa do transporte coletivo e vai enviar, nesta quinta-feira, u...
Adolescente que colidiu em caminhão estava com moto irregular
Rapaz de 16 anos ficou ferido ao furar um sinal vermelho e bater em um caminhão na manhã desta terça-feira....



Eu queria saber quem organiza essas linhas de ônibus.
Porcaria dos retardados que ainda defendem essa pouca vergonha.
Eu já vi três 080 chegaram seguidos e praticamente vazios, enquanto estava esperando outra linha a 20 minutos no terminal.
Pelo serviço prestado (na verdade falta de respeito com quem paga), está muito caro isso.

Não tem como o transporte público ser da prefeitura ao invés de contratar serviços de uma empresa?
 
Francis P. Lucas em 09/11/2013 11:10:37
Essa população é mal agradecida,manda todos tirar o seu caiau da garagem ,se não tem vai de carroça tem que agradeçer a Deus porque aqui não tem,buzão encediados é normal o atraso do coletivo em todo o Brasil.
 
renato ferreira pires em 08/11/2013 21:20:21
parem de reclamar e começa a agradecer nossa capital é maravilhosa os alunos nao pagam passagem e andam sentados,com um passe podemos pegar dois onibus outras cidades nao sao assim,o povo nunca estao contentes.
 
katia regina gonçalves da silva em 08/11/2013 17:55:56
eu acho que a gratuidade deveria ser distribuída por toda a sociedade e não só por pelos quem pagam o transporte coletivo
 
ademar candido de sá em 08/11/2013 16:53:39
absurdo é aquele "terminal" do shopping campo grande, e eu e mais uma amiga as vezes precisamos ir no centro depois da facul, então pegamos o 070, descemos lá e embarcamos no 082, mas ultimamente não podemos confiar nisso, pq os funcionarios de lá, trabalham quando querem, ai vc desce do 070 e a mulher muito da mal educada te fala que não está funcionando o terminal, vai começar a funcionar naquele momento e se vc quiser pegar o 082 tem q pagar outra passagem, isso as 10 da manhã, meu passe faz integração, mas o da minha amiga é unitario, lá se vai mais 2,75...
 
DANIELA LIMMA em 08/11/2013 15:48:08
Ninguém vê que na gestão anterior, o preço do Transporte, poderia baixar para R$2,61, pois ao contrario disso subiu para R$2,85. Criticam quem começou agora, e esquece quem subiu o preço do transporte foi a gestão anterior.
 
Michel Oliveira em 08/11/2013 15:02:26
Mesmo se for de graça..sempre ...sempre alguém vai reclamar....nunca ...nunca nada que o Prefeito e Governador, faça vai satisfacer a população!!!!
 
Eliane Santos em 08/11/2013 14:24:08
agora me responda, quando foi que isso aconteceu aqui em campo grande?isso já é o primeiro passo. parabéns prefeito alcides bernal.
 
Osvaldo willian da silva em 08/11/2013 14:13:57
Estudante está reclamando de que, nem paga passagem. O povo mal agradecido.
 
jose carlos em 08/11/2013 13:44:47
Do que adianta ter a tarifa reduzida em 5 centavos e a qualidade do serviço cada vez pior e com certeza vai durar no maximo uns 2 meses esse valor e depois sera reajustado para mais e as empresas continuarão insenta dessa taxa!
 
William Vilela em 08/11/2013 13:39:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions